The Last of Us Part I - Era um remake realmente necessário?

The Last of Us Part I - Era um remake realmente necessário?

Com o jogo tendo sido lançado, qual sua opinião sobre esse remake?
#Artigos Publicado por Vinicius, em

Um remake do primeiro The Last of Us é algo que certamente muitos não esperavam ver tão cedo, mas aqui estamos, com o jogo tendo sido oficialmente lançado semana passada para o PlayStation 5.

Desde seu anúncio, o jogo atraiu algumas controvérsias, mas os fãs ainda esperaram para ver o jogo em ação, cogitando a possibilidade de que poderia ter melhorias substanciais em relação ao título original.

Com as primeiras imagens liberadas, vimos que os visuais realmente tinham uma boa diferença, se aproximando muito mais da sequência The Last of Us Part II, no entanto, com a publicação do primeiro gameplay foi quando as críticas realmente começaram.

Enquanto na parte visual o jogo trazia melhorias consideráveis, o gameplay permaneceu em grande parte o mesmo visto pelos jogadores na época do PlayStation 3, com leve alterações que não foram o bastante para convencer os jogadores.

Muitos consideravam que o primeiro The Last of Us ainda não era um jogo datada o bastante para receber um remake, especialmente por ter ganho um remaster durante a época do PlayStation 4.

Isso tudo deu origem a uma grande discussão: seria o jogo um remaster ou remake? Só o fato de tal argumento existir já prova que o público estava bem dividido pela necessidade dessa nova versão do jogo.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy83OS8wNzgwNjIuanBn

As melhorias gráficas que o jogo recebeu são inegáveis, mas talvez um dos grandes fatores por trás de toda essa controvérsia em volta do jogo seja um: o valor cobrado de R$ 350 ou $ 70 dólares pelo jogo.

Aqueles que compraram o jogo anteriormente no PlayStation 3 e PlayStation 4, ou em ambos os consoles, com certeza não ficaram nada felizes em ter que desembolsar preço cheio pelo jogo novamente.

A Naughty Dog certamente possui jogos nos quais cairiam melhor um remake, como Uncharted ou até mesmo Jak and Daxter, os quais teriam agradado muito mais o público. Embora talvez tenham escolhido The Last of Us pela facilidade graças aos assets já disponíveis da sua sequência.

Um preço mais em conta ou um desconto para aqueles que já possuíssem outras versões do jogo com certeza dissiparia muitas das críticas. Ainda assim, se tal remake era ou não necessário, dependerá de cada jogador.

Embora a falta de grandes mudanças no gameplay certamente tenha deixado alguns com o pé atrás, no final The Last of Us Part I certamente será uma ótima adição para aqueles que nunca jogaram o jogo original, podendo aproveitá-lo com gráficos atualizados, além de que será a primeira vez que os jogadores de PC poderão jogá-lo oficialmente.

No fim, The Last of Us não era um jogo datado e com certeza havia franquias que necessitavam mais de um remake que ele. Seu preço cobrado também não parece ser o que o público esperava. Os fãs poderão reaproveitar o título e os jogadores novos terão uma experiência moderna, mas talvez a Naughty Dog pudesse ter feito escolhas melhores em como lidar com esse remake.

E você, o que acha desse remake, era realmente necessário? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo e não esqueça de votar na enquete!

Vinicius
Vinicius #VSDias55
Equipe do Site, Florianópolis
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.
Publicações em Destaque