OPINIÃO: O lançamento de exclusivos do PlayStation no PC é fundamental para o mercado

OPINIÃO: O lançamento de exclusivos do PlayStation no PC é fundamental para o mercado

Microsoft e Sony: de mãos dadas na mesma estratégia
#Artigos Publicado por wrplaza, em

Recentemente, o todo-poderoso da divisão Xbox,Phil Spencer deu a seguinte declaração: "acreditamos que os jogos são um entretenimento interativo, não é realmente sobre hardware e software. Não é sobre Pixels. É sobre pessoas. Os jogos unem as pessoas. Os jogos constroem pontes e criam laços, gerando empatia mútua entre pessoas de todo o mundo. Alegria e comunidade - é por isso que estamos aqui. ”

Essa declaração cabe perfeitamente no dia de hoje. Com o anúncio de mais um título de peso do concorrente direto do Xbox, o PlayStation, desembarcando no PC. God of War, com lançamento marcado para 14 de janeiro. O game terá suporte para a tecnologia DLSS e resolução ultrawide.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy82MS8wNjAyODgud2VicA==

O tema, que está suscitando um grande debate aqui na GV, é mais uma etapa do que a frase de Spencer sintetiza, mas, agora falando sobre um lado menos hedonista e mais estratégico e de mercado.

Assim como a Microsoft fez com o seu programa Xbox Play Everywhere, anunciado na E3 de 2016, em que jogos, antes exclusivos para o console, desembarcaram no PC, a Sony está seguindo nesta mesma toada. Tirando seus grandes títulos de um nicho de apaixonado por PlayStation e abrindo seu leque para uma visão muito mais ampla de mercado. Estratégia que a Microsoft está dando uma verdadeira aula, com o serviço Game Passs.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy82MS8wNjAyOTAud2VicA==

Historicamente, jogos exclusivos eram uma carta na manga para aumentar a venda de consoles. Hoje em dia essa visão, assim como o conceito de “geração de consoles”, está perdendo cada vez mais força, frente à multiplicidade do mercado, que já consolidou serviços de assinatura e começa a desenhar agora os jogos por streaming.

O assunto é realmente interessante e divide opiniões. Alguns acham válido que os jogos estejam disponíveis de uma maneira mais ampla, em mais plataformas, enquanto outros defendem que a exclusividade deveria ser mantida.

Entendo perfeitamente os que defendem que a exclusividade deveria ser mantida. Boa parte analisa com algum sentimento ou vontade de fazer parte de um grupo mais restrito. Para as publishers, que visam e dependem de boas margens de lucro, num mercado cada vez mais competitivo e que busca fisgar a atenção do usuário, a ampliação é essencial!

O ponto-chave para o consumidor é que tal ação não vire uma pura e simples "máquina de caça-níqueis", em que os jogos no PC entreguem uma experiência abaixo da ideal, como aconteceu com Horizon Zero Down. no seu lançamento.

A Sony anda se fortalecendo nessa nova fase em que o PC também adentra nos planos da companhia. Em julho, a gigante japonesa confirmou a aquisição do Nixxies, estúdio holandês especialista em converter jogos para PC.

A Sony também pode seguir apostando num timing diferenciado de lançamento entre as versões de console e do PC. Hermen Hulst, chefe do PlayStation Studios, enfatizou, em uma publicação no Blog do PlayStation, que o PlayStation seguirá como o melhor lugar para desfrutar de seus games, mas a empresa também valoriza os jogadores do PC. "O Bend Studios acabou de lançar a versão PC de Days Gone no dia 18 de maio. Então isso é cerca de dois anos após o lançamento para PS4”, conclui o executivo.

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy82MS8wNjAyOTIud2VicA==

A Sony também confirmou que o lançamento de Horizon Zero Dawn e Days Gone no PC foram um sucesso e que seguirá investindo em desenvolver novas IPs, aumentar o esforço na oferta de serviços e também continuar apoiando a estratégia de várias plataformas.

Jogos de console em PCs é um tema que precisa ser olhado sem paixões clubistas, com torcida para console A ou console B. O que é um puro entretenimento pra você, é um mercado gigantesco e em constantes mudanças para as empresas que nos brindam com jogos tão legais e marcantes.

Gostaria de saber também sua opinião. Você é contra ou a favor de que jogos, antes exclusivos, apareçam em múltiplas plataformas? Conte aí pra gente nos comentários.

wrplaza
wrplaza

William R. Plaza #WrP

Editor-chefe do Hardware.com.br, integrante do staff do GameVicio, e aficionado por tecnologias que realmente funcionam. Instagram: @plazawilliam

Equipe do Site
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.