História da BioWare - Uma estrela que perdeu o seu brilho

História da BioWare - Uma estrela que perdeu o seu brilho

Essa também é uma história de como a ganância das grandes empresas destroem as coisas boas
#Artigos Publicado por Comic, em
Introdução.

Boa tarde pessoal, essa é primeira vez que escrevo um artigo aqui no site, e hoje vou tentar contar um pouco sobre a história de um estúdio que viveu uma era dourada e ultimamente vive em uma decadência, e talvez vocês nem saibam as coisas que levaram a isso. Achei um assunto interessante, e então resolvi fazer um artigo, vamos lá.

IMAGEaHR0cHM6Ly9tZWRpYS5kaXNjb3JkYXBwLm5ldC9hdHRhY2htZW50cy84MDEyMjA1NTkwMDU2Nzk2NDcvODkzNTAxNjYzNjAyNjc1NzIyL2ltYWdlc183LmpwZWc=

Sede da BioWare, localizada em Edmonton.

Muitos de vocês mais jovens devem conhecer a BioWare por fazer Dragon Age: Inquisition, Mass Effect Andrômeda e o fatídico Anthem, besteira. A BioWare um dia já foi uma estrela tão brilhante, um autêntico diamante entre as desenvolvedoras de jogos, só que hoje em dia ela foi reduzida apenas a uma simples desenvolvedora comuns de RPG, odiada por vários jogadores.

Os RPGs ocidentais foram moldados por vários estúdios, entre eles as titãs Origins Systems, Bethesda, Interplay e é claro, BioWare. A Origin acabou fechanda bem cedo (Adivinha? Pela EA), a Bethesda existe até hoje, a Interplay acabou falindo e das suas cinzas nasceram Obsidian e InXile, já a BioWare... É um caso complicado.

Nesse artigo não vou contar toda a história da BioWare, apenas farei um resumo, focando em quando a Microsoft acabou "perdendo" a BioWare pelas mãos da EA, e como isso mudou e abalou totalmente a BioWare. Sem mais demora, vamos começar:

Parte 1: O nascimento da BioWare e os primeiros anos.

Vocês já devem ter ouvido falar desse nome alguma vez. Se lembram? A lendária desenvolvedora que fez franquias muito bem sucedidas como Mass Effect e Dragon Age (Só dando alguns exemplos), além de também ter desenvolvido Star Wars: KOTOR, Baldur's Gate 1 e 2, sem contar Neverwinter Nights.

Oque muitos de vocês talvez não saibam é que ela foi fundada em 1995, no Canadá, em Edmonton, pelos médicos Ray Muzyka e Greg Zeschuck, ao lado de outras pessoas. Vale a pena ressaltar que apesar dos fundadores serem médicos, eles tinham alguma experiência com programação.

IMAGEaHR0cHM6Ly9tZWRpYS5kaXNjb3JkYXBwLm5ldC9hdHRhY2htZW50cy82NjQzMDQ1OTEyNjQ5NDAwNDIvODkyNDQzNjAwNzUzOTUwNzQwL2ltYWdlc18xLmpwZWc=

Dois dos fundadores originais da BioWare: Greg Zeschuk e Ray Muzyka.

Eles jogavam videogame apenas pelo lazer, até que certo dia então, eles resolveram então fundar um próprio estúdio para desenvolver os próprios jogos que se chamaria BioWare. Apesar da BioWare ter sido criada em 1995, ela não foi oficializada até a metade do desenvolvimento de seu primeiro jogo, Shaterred Steel.

Foi um primeiro produto impressionante para a época, com a parceria da BioWare com a Interplay - a grande editora de PCs da década - para lançar Shattered Steel para MS-DOS em outubro de 1996. Foi por causa da Interplay que o jogo acabou se inclinando para o multiplayer na verdade, e deu ao produto algumas pernas extras.

A parceria BioWare/Interplay rendeu diversos jogos, foi dai que saiu MDK2 e os próprios Baldur's Gate, Baldur's Gate 2 Neverwinter. Foi uma parceria muito boa pra ambas, e até mesmo pros jogadores. Durante sua vida a BioWare se meteu em vários acordos com outras editoras ou estúdios, e a mais estranha delas foi com a SEGA, onde a BioWare fez um jogo de Sonic chamado Sonic: The Dark Brotherhood, mas essa já é outra história.

IMAGEaHR0cHM6Ly9tZWRpYS5kaXNjb3JkYXBwLm5ldC9hdHRhY2htZW50cy82NjQzMDQ1OTEyNjQ5NDAwNDIvODkyNDQwNzg5MDE4MzYxOTA3L0Jpb3dhcmUtMTk5NS5QTkcucG5n

Uma das primeiras logos da BioWare.

Desde então na década de 90 a BioWare criou franquias que também seriam um sucesso. Baldur's Gate talvez tenha sido o maior deles, vendendo 2 milhões de cópias no lançamento, se igualando a Diablo no mesmo período. A BioWare estava mesmo interessada em fazer jogos RPGs, já que seus fundadores diziam que esse seria o foco total daqui pra frente.

O final da década de 90 talvez tenha sido muito boa pra BioWare, mas nada se compararia com oque estava por vir nos anos 2000, quando a BioWare de fato passou a ser reconhecida como um dos melhores estúdios de jogos de todos os tempos, e também seria nesse ano que aconteceria a melhor e a pior coisa que poderia acontecer com eles...

Parte 2: Anos 2000, o auge, a parceria com a Microsoft e a aquisição da EA.

Os anos 2000 começaram um pouco agitados para a BioWare. A começar pela licença para produzir um jogo da famosa série Star Wars, que conseguiu da LucasArts. Assim então nasceu Star Wars: Knights of the Old Republic, que teve uma forte parceria com a Microsoft, sendo lançado exclusivamente para os consoles Xbox.

Embora Knights of the Old Republic fosse um título da LucasArts, o suporte da BioWare à plataforma Xbox rendeu-lhe pontos com a Microsoft. Sem o apoio do Oriente, a Microsoft sabia que precisaria recorrer a desenvolvedores ocidentais para reforçar a biblioteca do Xbox. Assim foram formadas diversas parcerias com desenvolvedoras ocidentais, que levariam o Xbox, tanto o Original como o 360, a serem conhecido como "lar dos RPGs Ocidentais", devido ao grande número de jogos exclusivos desse gênero.

A parceria Xbox-BioWare estava a todo o vapor, sendo muito boa pra ambas. Os amplos recursos da Microsoft e a experiência recém-adquirida da BioWare os colocam em uma ótima posição para desenvolver um jogo carro-chefe para o console. Inspirado por filmes de artes marciais chineses, Jade Empire apresentava um mundo de fantasia com tema asiático e um sistema de combate baseado em ação que tinha pouca semelhança com os jogos anteriores da BioWare. Jade Empire foi aclamado pela crítica, e até hoje é lembrado como um clássico.

IMAGEaHR0cHM6Ly9tZWRpYS5kaXNjb3JkYXBwLm5ldC9hdHRhY2htZW50cy84MDEyMjA1NTkwMDU2Nzk2NDcvODkyODA1MjMzNTEwNjAwNzQ0L2ltYWdlc18yLmpwZWc=

Jade Empire.

Por volta de 2005/2006, circulavam rumores de que a BioWare tentaria um híbrido de tiro em primeira pessoa / RPG, e a verdade não estava tão longe. Mass Effect levaria a desenvolvedora ainda mais longe no território de ação do que seus RPGs já haviam ido, embora de uma perspectiva de terceira pessoa. Apesar da mudança radical no estilo de combate, Mass Effect também foi direcionado diretamente aos fãs de Knights of the Old Republic, só que desta vez a BioWare teria a marca só para si. Mass Effect é um clássico dos jogos eletrônicos, um autêntico marco para não só a BioWare, mas também para a indústria toda.

LV82Wk1yMmJNY28=

Em novembro de 2005, porém, foi anunciado que a BioWare e a Pandemic Studios (Estúdio própria fundado por ex-funcionários da Activision) uniriam forças, com o fundo de uma empresa privada chamada Elevation Partners investindo na parceria. Mal sabiam eles que o investimento não passava de um grande plano da EA.

Antes de falarmos da aquisição da BioWare pela EA, saibam que na verdade ela já foi quase foi adquirida pela Microsoft, ainda na época de Star Wars: KOTOR, porém recusou. Alguns rumores dizem que a Microsoft estava precisando muito de novos estúdios, já que na época dependia somente de empresas second-party para fazer exclusivos de Xbox. Mais tarde, eles tentariam adquirir novamente a BioWare em 2007, mas já era tarde demais.

IMAGEaHR0cHM6Ly9tZWRpYS5kaXNjb3JkYXBwLm5ldC9hdHRhY2htZW50cy84MDEyMjA1NTkwMDU2Nzk2NDcvODkyODA1MjMzMjQyMTQ0Nzc4L0VBXzIwMDYucG5n

Logo, Eletronic Arts.

A EA naquela época era vista por muitos como uma empresa santa, mas na verdade ela sempre foi muito podre. O ser humano é capaz de fazer tudo por dinheiro, quem tem dinheiro tem poder, e talvez fosse essa a filosfia da EA, tentando sempre conseguir. mais e mais dinheiro com políticas anti-consumidoras e abusivas.

Não é muito incomum por agora aquisições de estúdios, de franquias, de diretores famosos, mas muitas vezes eles não estão se vendendo propriamente por querer algo melhor, mas só para ter mais e mais dinheiro. Enquanto isso grandes editoras já conhecidas não querem mais se arriscar a fazer algo caro e bem feito, e preferem continuar lançando produtos iguais uns aos outros e ainda colocando ferramentas pra eles serem viciantes, e consequentemente, extremamente lucrativos. A EA sempre foi uma dessas.

Após a Microsoft tentar adquirir a BioWare em 2004, a Elevation acabou fazendo uma proposta maior e por mais dinheiro em troca de "liberdade criativa total", a BioWare e Pandemic, bastante inocentes, aceitaram. Mal sabiam eles que a EA mantinha ótimas relações com a Elevation, que inclusive tinha políticas bem iguais as da EA.

Em 2007 a Microsoft tentou comprar a BioWare de novo, e a BioWare até queria isso mas infelizmente a sua dona, Elevation, não quis. Na verdade a Elevation não passava de uma empresa "interlocutora", uma marionete da EA para tentar adquirir a BioWare. Na verdade, a EA fez um plano "maquiavélico" que eu vou explicar melhor aqui.

IMAGEaHR0cHM6Ly9tZWRpYS5kaXNjb3JkYXBwLm5ldC9hdHRhY2htZW50cy84MDEyMjA1NTkwMDU2Nzk2NDcvODkyODA1NzI1MDI0MzE3NTQwL2Rvd25sb2FkLmpwZWc=

Uma logo que tira sarro da EA, chamando-a de "maligna".

A EA almejava tanto, mais tanto a BioWare que seria capaz de tudo para adquirir-la, logo então começou um plano para tornar isso realidade. Ela sabia que se tentasse comprar a BioWare diretamente, ela recusaria, logo então tentou fazer isso de uma maneira mais esperta, mandando uma outra empresa adquirir a BioWare, para então comprar essa empresa. E essa [empresa] ai em específico era a Elevation.

Em 2004, após a BioWare cometer um dos maiores erros de sua vida e se recusar a se vender para a Microsoft, a Eletronic Arts fez uma aquisição hostil (Isso é, forçar as ações de certa empresa a despencarem, fazendo que os acionistas tentem vender suas participações naquela empresa pra se livrar de um prejuízo, e com isso você compra o estúdio a preço de banana. Se a empresa se recusa a se vender, basta causar um colapso interno nela).

Após isso, a EA contactou o CEO da Elevation e mandou comprar a BioWare, dizendo que se isso fosse feito, ele receberia o cargo de CEO na própria EA (Só pra vocês verem o quanto a ela almejava a BioWare), e assim foi feito. A Elevation comprou a BioWare (e a Pandemic), e mais tarde, em 2007, a EA adquiriu a Elevation, controlando assim a BioWare e Pandemic.

De fato o CEO da Elevation, John Riccitelo, virou CEO da EA e ficou lá até 2013, após a EA quase falir devido as baixas vendas de Dead Space 3, Mass Effect 3, entre outros jogos. Quanto a BioWare, ela não teve escolha. E a Pandemic teve um destino pior, foi fechada menos de 1 ano após ser comprada pela EA, cancelando até um jogo do Batman (focado em stealth e combate corpo a corpo) que ela estava fazendo.

Quanto a vida da BioWare na EA, bom... Nos primeiros anos ela lançou Mass Effect 2, o último jogo que teve parceria com o Xbox, mas muitos não atribuem esse mérito a EA devido ao fato dele estar em produção antes mesmo da BioWare ser adquirida pela EA. Mais tarde a BioWare lançou outros jogos como Dragon Age, Dragon Age 2, e o polêmico Mass Effect 3, que no seu lançamento recebeu muitas críticas devido ao seu final, e até teve que lançar DLCs gratuitas para tentar consertar o estrago. Alguns dos primeiros projetos da BioWare pela EA já foram um desastre...Igual Anthem, mas isso já é pra próxima parte.

Parte 3: Decadência

A BioWare já começou a oitava geração de consoles de uma maneira ótima, ela lançou em 2014 Dragon Age: Inqusition, que apesar de muitos fãs não acharem melhor que Dragon Age: Origins, no geral ele foi recebido como um ótimo jogo, chegando até mesmo a ganhar o prêmio Game of The Year de 2014 na TGA. Provavelmente foi o último acerto que a BioWare fez na sua vida.

WlItMmlMZmd3OXc=

A BioWare também entregou um Mass Effect novo, chamado Mass Effect Andrômeda. Uma nova galáxia, novas oportunidades, nova história...Todos estavam empolgados. Só que dessa vez Mass Effect não estava sendo feito pelo estúdio original (BioWare Edmonton), e sim pela BioWare Montréal, oque deixou todos com um pé atrás.

No seu lançamento Mass Effect Andrômeda foi duramente criticado, com expressões faciais porcas, história vazia, personagens mal escritos, entre outras coisas. Mas foi elogiado pela sua gameplay e cenários bonitos. Muitos fãs consideram o pior jogo da saga, e de fato Mass Effect Andrômeda tem a pior nota da série, e vendeu mal para os padrões de uma IP tão grande. Como resultado a BioWare Montréal foi "fechada" e os desenvolvedores foram deslocados para a Motive Studios (Que atualmente está fazendo Dead Space Remake). A BioWare já fechou várias subsidiárias como BioWare Montréal, BioWare Sacramento, BioWare San Francisco e BioWare Mythic, mas essas são histórias bem longas.

IMAGEaHR0cHM6Ly9tZWRpYS5kaXNjb3JkYXBwLm5ldC9hdHRhY2htZW50cy84MDEyMjA1NTkwMDU2Nzk2NDcvODkzMTYwNjg1NTA3MzM4MjYwL2ltYWdlc18zLmpwZWc=

Mass Effect: Andrômeda.

Naquela mesma época, a BioWare já estava produzindo um outro jogo, desde 2013, pela BioWare Edmonton. O desenvolvimento foi bastante conturbado, e daria pra fazer um artigo inteiro sobre isso, mas irei tentar dar uma super resumida aqui pra não ficarem perdidos:

Em 2013 a BioWare Edmonton conseguiu uma licença da EA para fazerem uma nova IP, só que eles teriam que ser obrigados a usar uma engine da EA chamada Frostbite, uma engine que muitos dizem ser difícil demais de usar, e que apenas a DICE consegue. A BioWare aceitou os termos e começou a desenvolver Anthem.

Anthem passou por muitos altos e baixos no seu desenvolvimento, desde diretores saindo do desenvolvimento, até um crunch time absurdo, com a BioWare construindo até mesmo uma sala feita para os devs entrarem, fecharem a porta, e chorarem (Não é brincadeira). O jogo foi "anunciado" na E3 2017 da Microsoft, pegando todos de surpresa e surpreendendo o público pelos seus gráficos fenômenais, que todos pensavan ser uma gameplay. Mas não passava de um CGI. Na verdade nem a própria BioWare sabia que o jogo era assim.

VnN0Y1dJLXEwVzg=

Na verdade Anthem passou por 4 longos anos na pré-produção, a BioWare estava demorando muito. A EA perdeu a paciência e acabou jogando aquele trailer na E3 2017, mas na verdade a BioWare nem tinha sequer um conceito do jogo, e acabou tendo que fazer algo parecido com aquilo que viram na E3, passando os últimos meses em pesado crunch-time, com diversas pessoas e executivos deixando o estúdio. Como eu disse: Daria pra fazer um artigo só sobre Anthem.

Era difícil imaginar que o estúdio que fez Mass Effect 1,2 e 3 tinha feito o desastroso Anthem, que no seu lançamento foi criticado por todos, recebendo notas baixas e vendas piores ainda. Anthem até iria ganhar uma sequência intitulada de Anthem 2.0, mas em 2020 ela também foi cancelada, com os desenvolvedores trabalhando nela se deslocando para trabalhar em Dragon Age 4 e o próximo Mass Effect.

A BioWare também chegou a fazer um remaster da triologia original de Mass Effect, intitulada de Mass Effect: Legendary Edition, que recebeu bias notas e até chega a ser um remaster bem feito, mas muitos não atribuem como um mérito da BioWare pelo fato de ser só um remaster de uma triologia que ela fez nos seus tempos de glória. Mass Effect: Legendary Edition também recebeu críticas a falta de vários idiomas, como o próprio português brasileiro (PT-BR).

Atualmente a BioWare tem 2 projetos anunciados, Dragon Age 4 e um próximo Mass Effect que pode ser tanto uma sequência do 3, quanto de Andrômeda, ou até os dois. Ambos os jogos possuem fortes rumores de terem vários componentes online, e de serem até mesmo GAAS, indo totalmente contra a filosofia single-player que o estúdio teve por anos. Desde 2015 mais de 150 funcionários saíram da BioWare, inclusive diretores premiados do estúdio e até mesmo o diretor da triologia de Mass Effect.

Slide https://media.discordapp.net/attachments/801220559005679647/893165130098016287/images_4.jpeg;;;https://media.discordapp.net/attachments/801220559005679647/893165130429378630/images_5.jpeg;;;https://media.discordapp.net/attachments/801220559005679647/893165130769133618/images_1.png

O futuro é escuro, não temos certeza do que virá da BioWare daqui pra frente, mas com certeza nos lembraremos de que essa estrela já brilhou forte, sendo um fárol para várias desenvolvedoras, mas que atualmente perdeu seu brilho. Torçamos pra que Dragon Age 4 e o próximo Mass Effect se saiam bem, a BioWare merece ter sua era de ouro de volta, e deixar de ter apenas o seu nome como único legado do estúdio. Um dia, essa estrela vai voltar a brilhar, eu, e talvez muito de vocês também acreditam e tem fé nisso.

Nunca nos esqueceremos de quem entregou franquias lendárias como Mass Effect, Dragon Age, Baldur's Gate, Neverwinter Night, Jade Empire, Star Wars: KOTOR, entre diversas outras maravilhas. A BioWare pode ser só uma casca vazia para alguns atualmente, mas ele já foi um diamante tão brilhante que nunca esqueceremos de seu brilho de outrora, um brilho que vai ficar pra sempre em nosso corações.

Conclusão

Bom pessoal, esse foi meu primeiro artigo, espero que tenham gostado. Hoje fiz um resumão da história de um dos melhores estúdios que já existiram (na minha opinião, claro) e de como a ganância de grandes empresas como a EA acabou estragando tal estúdio.

Ainda acho que a BioWare seria melhor independente, mas se fosse pra escolher entre Microsoft e EA preferiria mil vezes a Microsoft (as duas já tiveram uma parceria bastante frutífera juntas). É bem triste ver que muita gente crítica a BioWare achando que ela sempre foi assim, uma sombra do que ela foi no passado.

Gostaria de agradecer bastante ao moderador Billy Butcher, que me ajudou demais a fazer esse artigo, e a outras pessoas como Sr. Ori, Regin e Nagash que me incentivaram a começar a fazer artigos aqui na GameVicio (Até já tenho uma ideia de um próximo). Obrigado a todos que me ajudaram.

Comic
Comic #LeComic

RPGs ocidentais são bem melhores que os orientais. Isso são apenas fatos

Usuário do Site
Publicações em Destaque