Hideki Kamiya, da PlatinumGames, critica 5 aspectos do Nintendo Switch

Hideki Kamiya, da PlatinumGames, critica 5 aspectos do Nintendo Switch

Vejamos o que o famoso diretor de Bayonetta tem a falar do híbrido da Big N
#Games Publicado por Evil E., em .

Não satisfeito com o interesse despertado por suas últimas declarações sobre possíveis atualizações do Bayonetta 3 chegando em 2021, Hideki Kamiya retorna às redes sociais para expressar uma opinião negativa sobre 5 aspectos do hardware e da experiência de jogo disponíveis no Nintendo Switch.

Ao explicar seus pensamentos sobre o que, em sua opinião, representam as questões mais críticas do Nintendo Switch, o alto expoente da PlatinumGames parte de sua "relação conflituosa" com a interface do console.

De acordo com o desenvolvedor-chefe de Bayonetta 3, o menu de layout inicial do híbrido da Nintendo se mostra muito escasso, com deficiências enfatizadas pela ausência de opções de customização.

Entre os outros pontos fracos tocados por Kamiya, o desenvolvedor histriônico japonês também menciona a ausência de um console virtual para acessar os títulos dos consoles anteriores da Nintendo.

As críticas do diretor de The Wonderful 101 e Bayonetta passam então para o hardware do Switch, com reclamações sobre a impossibilidade de conectar fones de ouvido Bluetooth e a falta de um cross direcionais reais no layout das teclas dos dois Joy-Con.

A última criticidade identificada por Kamiya é definitivamente a mais "pessoal" e apenas indiretamente diz respeito a Switch: O diretor de Bayonetta 3, na verdade, lamenta pela falta de suporte ao controle de movimento em Space Harrier e OutRun.

Fonte: Every Eye
Evil E.
Evil E. #Evil E.

Um grande fã dos gêneros de Stealth e Ficção-Científica.

Tenho uma paixão imensa pela franquia Metal Gear Solid, na qual considero a minha favorita, porém também sou um grande amante das sagas Halo e StarCraft.

Moderador do Site, Volta Redonda, Rio de Janeiro