A próxima geração de CPUs da Intel vai chegar em março de 2021

A próxima geração de CPUs da Intel vai chegar em março de 2021

A próxima geração de CPUs da Intel vai chegar em março de 2021

Trazendo retrocompatibilidade com as mobos Z490
Publicado por Char, em .

A Intel está planejando uma grande atualização para sua microarquitetura x86 com o Rocket Lake e temos uma atualização para nossos leitores. Enquanto a Intel confirmou algumas semanas atrás que eles estão planejando lançar a família no início de 2021, temos a confirmação de que a série de CPUs Rocket Lake chegará em março de 2021 e mais - eles serão compatíveis com as placas-mãe Z490 (provavelmente através de uma atualização do BIOS).

O fato de os processadores Intel Rocket Lake manterem retrocompatibilidade com as placas-mãe Z490 é muito interessante porque o RKL-S (Rocket Lake-S) será uma arquitetura que suporta PCIe 4.0 (algo que não tem nas builds da Intel há algum tempo), enquanto os atuais processadores com Z490, não. Não está claro neste ponto se os fabricantes de placas-mãe irão lançar suporte parcial para PCIe 4.0 em placas-mãe mais antigas (sim, isso é possível porque a maioria das placas-mãe topo de linha já suportam parcialmente as especificações - as CPUs não) ou se as placas-mãe Z490 estarão restritas ao PCIe 3.0.

Considerando que o Rocket Lake é a primeira grande reforma arquitetônica desde Sandy Bridge, esperamos grandes coisas da linha de processadores RKL-S - mesmo que eles sejam baseados no datado processo de 14nm da Intel. Também esperamos que o RKL-S permaneça no mercado por pouco tempo à medida que a Intel complet volume para os 10nm SuperFin - que é a (finalmente) versão madura de seu processo de 10nm no qual o Tiger Lake foi construído.

Outro ponto que vale a pena acrescentar aqui é que uma possível razão pela qual a Intel pode estar deliberadamente atrasando a mudança para 10nm é que a empresa atualmente fornece quase 80% do mercado do x86 e não tem como fornecer os 10nm para atender a esses pedidos - então está na empresa o melhor é manter uma parte de seu portfólio em 14nm enquanto termina o volume para o SuperFin de 10nm. Com o Fab 42 da Intel finalmente pronto também, 2021 pode acabar sendo o ano em que a Intel começará a tentar alcançar a TSMC.

Vale também lembrar que essa nova geração de CPUs da Intel vai oferecer um aumento de dois dígitos no IPC em relação ao Skylake.

-Funky-
Char #-Funky-
Moderador do Site, 26 anos, Principality of Zeon
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.