Alguns deles eram bem promissores.
Publicado por el_asesino, em .
Embora sejam mais conhecidas pelos quadrinhos, filmes e séries, tanto a Marvel quanto a DC Comics já se aventuraram diversas vezes no mundo dos games. Os fãs já se balançaram pelas ruas de Nova York como o Homem-Aranha ou investigaram os becos sombrios de Gotham City como o Batman mais vezes do que podem contar.

Ainda assim, vários projetos já foram cancelados, deixando os fãs com um gostinho do que poderia ser um game do Esquadrão Suicida ou das mulheres dos X-Men. Nesta lista, reunimos 12 jogos das duas editoras que foram cancelados. Aqui você verá mais de seus projetos e dos motivos pelos quais eles não foram lançados!

Superman: Blue Steel
Plataformas: Nintendo Wii, Xbox 360 e PlayStation 3


Vídeo do YoutubeOFhvOWRPVDdtYkU=
Embora os fãs já estejam mais do que cansados de jogos do Batman, um importante herói da DC Comics até hoje não possui um jogo contemporâneo à altura de sua importância. Estamos falando do Superman, o Homem de Aço, que por pouco não teve um game que teria sido sensacional.

O jogo estava sendo desenvolvido pela Factor 5 - e segundo alguns rumores, o jogo teria trazido mecânicas excelentes para criar o voo do Último Filho de Krypton, algo que muitos jogos lutam em trabalhar até hoje. Infelizmente, o jogo foi cancelado porque a desenvolvedora começou a passar por severos problemas.

Marvel 2099: One Nation Under Doom
Plataforma: PlayStation


Vídeo do YoutubeVWtQTEFJYUw0V28=
O selo editorial Marvel 2099 foi muito importante para a Casa das Ideias, sobretudo nos anos 90, por imaginar um futuro distópico e inovador para a época. O sucesso foi tão grande que a Marvel se juntou com a Mindscape Inc. para desenvolver um game que seria vagamente inspirado em uma história desse selo.

Marvel 2099: One Nation Under Doom reuniria vários personagens queridos pelos fãs, como o Homem-Aranha 2099, o Motoqueiro Fantasma 2099 e o Hulk 2099, todos em uma trama envolvendo um Doutor Destino viajante do tempo. Infelizmente, o game foi cancelado por problemas financeiros.

Suicide Squad
Plataformas: Xbox One e PlayStation 4


Clique para ver a imagem em tamanho original

Se há uma coisa que veio para influenciar a indústria de jogos para melhor ou para pior, definitivamente foram os games baseados em filmes - produtos licenciados feitos para lucrar em cima de uma obra cinematográfica. Um dos filmes que quase teve um "tie-in" jogável foi Esquadrão Suicida.

O jogo estava sendo desenvolvido pela WB Montreal, logo após o sucesso de Batman: Arkham Origins. Contudo, o desenvolvimento foi afetado pela demissão de vários funcionários da empresa. O filme saiu e não havia notícias do jogo, que acabou sendo cancelado sem que ninguém soubesse.

Marvel Chaos
Plataforma: Xbox 360


Vídeo do YoutubebEhIY3N0b1Rfczg=
Esquecido e abandonado pelo tempo, Marvel Nemesis: Rise of the Imperfects foi o resultado da parceria entre a EA e a Marvel: um jogo de luta cheio de personagens originais que deixou muitos fãs decepcionados. Ainda assim, Marvel Chaos, a sequência do jogo, teria sido um projeto muito interessante.

O jogo traria elementos de luta, mas também seguiria a ideia das HQs, mostrando combates que destroem cidades e prédios. Acontece que a EA Games e a Marvel tiveram vários conflitos a respeito da produção, do design dos personagens e até mesmo dos heróis que estariam no jogo, o que acabou resultando no cancelamento da sequência.

Gotham by Gaslight
Plataformas: Xbox 360 e PlayStation 3


Vídeo do YoutubeNjVJc1NSTWk0aTA=
Quando falamos das histórias que compõem o Elseworlds - linhas temporais alternativas da DC Comics -, uma que ficou eternamente marcada na mente dos fãs foi Gotham by Gaslight (também conhecida como Gotham City 1889), uma história que mostra o Batman na Inglaterra vitoriana, no mesmo período da ameaça de Jack, o Estripador.

Por volta de 2009, a Day 1 Studios começou a desenvolver um jogo baseado nessa história, que teria um visual e uma jogabilidade únicos (descrito por alguns como uma mistura entre a franquia Arkham e a saga Assassin's Creed). Infelizmente, a Warner Bros. não se convenceu com a ideia e o jogo nunca foi para frente...

X-Women: The Sinister Virus
Plataformas: SEGA Genesis


Vídeo do YoutubeQU9CMVJQM3hCQ28=
A Marvel sempre focou muita atenção nos X-Men nos jogos - e não é à toa que, durante a década de 90, tivemos dezenas de jogos da equipe. E as mulheres do grupo sempre tiveram destaque, e por pouco não tivemos um jogo focado puramente em Jean Grey, Tempestade e Vampira.

X-Women: The Sinister Virus foi um dos últimos jogos desenvolvidos para o SEGA Genesis e era uma aventura em 16-bit que, a julgar pelo título, devia envolver um vilão icônico das HQs, o Senhor Sinistro. Com a SEGA determinada a investir em jogos 3D, o projeto acabou indo para o ralo.

Justice League: Mortal
Plataformas: Xbox 360 e PlayStation 3


Vídeo do YoutubeeXBuZVVCT184WTA=
Aqui, temos um projeto mais do que interessante, uma vez que não apenas o jogo foi cancelado, como também o filme que teria o inspirado. Estamos falando do game tie-in de Liga da Justiça: Mortal, o filme dirigido por George Miller que teve sua produção cancelada pouco antes das gravações começarem.

Além de trazer vários vilões das HQs, o game deixaria os jogadores controlarem quatro membros importantes da Liga da Justiça: Flash, Superman, Batman e Mulher-Maravilha. Quando o filme foi cancelado, o projeto do jogo também morreu, mas a desenvolvedora reaproveitou as mecânicas em Green Lantern: Rise of the Manhunters (ughh).

Spider-Man Classic
Plataformas: Xbox 360 e PlayStation 3


Vídeo do YoutubeZDNUMGx3QTBjcFU=
Muito antes da Insomniac Games trazer o jogo definitivo do Homem-Aranha, o herói aracnídeo passou um bom tempo nas mãos da Activision. A distribuidora tinha acabado de lançar Web of Shadows quando resolveu contratar a desenvolvedora responsável pelo game para produzir uma sequência, que se chamaria Spider-Man Classic.

O jogo traria o Homem-Aranha lutando lado a lado com o Wolverine, recriando vários combates clássicos das HQs, com grandes vilões icônicos. Com o "fracasso" de Web of Shadows, a Activision desistiu da continuação, mas alguns elementos do game foram reaproveitados no excelente Shattered Dimensions.

The Dark Knight
Plataformas: Xbox 360 e PlayStation 3


Vídeo do YoutubeTk1zZUJONTFxTWc=
E se o Batman foi o protagonista de uma icônica franquia a partir de Arkham Asylum, é importante lembrar que o herói quase teve um jogo bem audacioso que teria sido criado para capitalizar no sucesso de O Cavaleiro das Trevas, o segundo filme da popular trilogia de Christopher Nolan.

O jogo foi desenvolvido pela Pandemic Studios, comandada pela EA. A ideia era fazer um mundo aberto inspirado pela Gotham dos filmes do Nolan. Entretanto, o jogo passou por vários problemas e foi adiado diversas vezes. Quando a EA percebeu que não conseguiria lançá-lo a tempo do filme, o projeto foi cancelado.

The Avengers
Plataformas: Xbox 360 e PlayStation 3


Vídeo do Youtubed3E1Y0VOMXBqTUE=
Embora muitos dos jogos citados anteriormente tivessem elementos bem interessantes, nenhum se aproxima da ousadia de The Avengers, o jogo desenvolvido pela THQ Australia que teria reunido a equipe muito antes do recente game desenvolvido pela Crystal Dynamics. Várias artes conceituais e fotos foram divulgadas e o resultado teria sido fantástico.

O jogo, que era desenvolvido para Xbox 360 e PlayStation 3, viria na cola do filme da equipe, mas traria uma história mais próxima da Invasão Secreta das HQs, com os heróis enfrentando os alienígenas Skrulls. O jogo também traria um elemento bem interessante: seria da perspectiva de primeira pessoa.

Daredevil: The Man Without Fear
Plataformas: Playstation 2 e XBOX


Vídeo do YoutubecVNOZ1hLQ3dMd28=
Junto com o filme do Demolidor de 2003 protagonizado por Ben Affleck, um jogo promissor também estava em desenvolvimento. Felizmente, o estúdio de desenvolvimento 5000ft Inc. não decidiu adaptar o filme. Em vez disso, o estúdio concebeu The Man Without Fear como um jogo de ação em terceira pessoa que retrata eventos importantes na história do Homem Sem Medo. O jogo para Playstation 2 e XBOX seria de ação beat-em-up com mecânica furtiva usando os sentidos aguçados do Demolidor.

O jogo parecia uma autêntica carta de amor para os fãs do herói, repleta de momentos icônicos e participações especiais da Marvel. Infelizmente, devido ao motor gráfico cheio de erros e à equipe desorganizada, o jogo nunca chegou ao fim.

The Flash
Plataformas: Xbox 360 e PS3


Vídeo do YoutubeSHJ0d1VRWHVTWFk=
Bottlerocket Entertainment era um pequeno estúdio formado por ex-funcionários da Sony San Diego, conhecido pela joia do PS2, The Mark of Kri. Depois de desenvolver a sequência (Rise of the Kasai) e um jogo baseado em Xiaolin Showdown, o estúdio se juntou à Brash Entertainment para um videogame do Flash em mundo aberto estrelado por Wally West.

O mundo aberto era vasto o suficiente para o Flash disparar em alta velocidade e teria uma evolução dependendo do heroísmo das ações do jogador. Figurinhas carimbadas da história do velocista como Gorilla Grodd, Mirror Master e Captain Cold também teriam feito aparições. No entanto, assim como Superman: Blue Steel, este jogo foi vítima da Warner Bros. e Brash Entertainment. Pois é, nem toda a velocidade do mundo é páreo pra tesoura dos executivos de grandes empresas
el_asesino
el_asesino
"Se fechar a porta a todos os erros, a verdade ficará lá fora." - Tagore
Moderador do Site, 22 anos, Moro em um planeta
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.