Atualização chegará dentro de alguns meses
Publicado por Billy Butcher, em .
A Blizzard anunciou que iniciará um processo para jogadores de World of Warcraft que jogam em servidores pouco populosos não sintam que seu reino está "morto".

Para fazer isso, a medida que será aplicada será mesclar esses servidores de baixa ocupação com os maiores.Isso foi confirmado pela própria Blizzard em um post nos fóruns do World of Warcraft.

"Desde sua história com sua guilda até suas interações com a economia ao seu redor, um reino com uma população saudável oferece mais oportunidades, e já se passaram vários anos desde a última vez que conectamos alguns reinos", afirmou a empresa.

Esse processo ocorrerá gradualmente nos próximos meses, mesclando reinos a cada semana durante o verão.

"À medida que este projeto se desenrolar, publicaremos avisos antes de conexões semanais em regiões e idiomas apropriados", diz o comunicado.


"Durante cada período de manutenção, tudo será combinado automaticamente para os reinos afetados".

"Quando a manutenção for concluída, os jogadores nos reinos afetados entrarão em Battle for Azeroth e descobrirão que agora fazem parte de uma comunidade maior de reinos conectados. Ao mesmo tempo, fundiremos os fóruns de discussão", concluiu.

Enquanto isso, lembramos que em 7 de Julho teremos uma transmissão especial da Blizzard parar falar muito a respeito da nova expansão de WoW, o Shadowlands, que virá em 2020 e promete trazer a vingança de Sylvanas.

World of Warcraft já está disponível, exclusivamente no PC (via Battle Net).
Evil E.
Billy Butcher #Evil E.
Um jogador casual que aprecia o gênero de Ficção-Científica, Ação-Aventura e Espionagem.

Minha franquia favorita é Metal Gear Solid, acompanho ela desde o primeiro jogo (MGS) de 1998, além de ser amante das sagas Halo e StarCraft.
Moderador do Site, 25 anos, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.