Vários estúdios independentes já pediram à Valve que retirasse seus jogos da plataforma.
Publicado por Vinicius, em .
O movimento Black Lives Matter continua a ter consequências na indústria dos jogos. Nesse sentido, surgiram novas informações que vários desenvolvedores independentes solicitaram a eliminação de seus jogos hospedados no Steam devido à falta de suporte que a Valve está dando ao movimento Black Lives Matter que surgiu após a morte de George Floyd em 25 de maio.

Julian Glander, criador de Art Sqool, criticou:

Nas últimas semanas, a Steam e a Valve optaram por não se envolver no movimento Black Lives Matter, sendo incapazes de fazer uma declaração ampla e genérica sobre a justiça social. Está claro que os proprietários da plataforma se sentem em dívida com uma base de jogadores masculinos, brancos e zangados. Isso me deixa especialmente triste porque sinto que eles são os que mais precisam ouvir a mensagem do Black Lives Matter.

Em sua reclamação, ele apelou a outros desenvolvedores para participarem de seu protesto contra o Steam, pois, em sua opinião, é vergonhoso ter seus jogos hospedados na loja da Valve. Será que o apelo dele teve efeito? De fato, o fundador da Ghost Time Games, Gabriel Koenig, afirmou que não quer ser cúmplice do silêncio do Steam, embora isso lhe custe $1.000 por mês.

Temos o poder de exigir mudanças.

No entanto, nem todos concordam que os responsáveis ​​pelo Steam estão fugindo da luta pela igualdade racial. Shawn Alexander Allen, autor do beat'em up Treachery in Beatdown City, lembra que a Valve se comprometeu a patrocinar o Game Devs of Color Expo, um evento de inclusão em jogos que ocorrerá no próximo mês de setembro.

Lembramos que inúmeras empresas do setor, como EA, PlayStation e Xbox, emitiram declarações de apoio nas últimas semanas.
VSDias55
Vinicius #VSDias55
Jogando
Persona 5 Royal / Doom

Lendo
Spiral de Kōji Suzuki
Moderador do Site, 27 anos, Florianópolis
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.