Atushi Inaba diz que admira os esforços de Phil Spencer para popularizar a plataforma no mercado japonês
Publicado por Billy Butcher, em .
De acordo com Hideki Kamiya, Diretor da PlatinumGames, o Xbox parece ser muito estrangeiro e distante do público japonês para se estabelecer no arquipélago asiático.

A declaração foi feita por ocasião de uma entrevista com Video Games Chronicles, na qual também havia uma maneira de falar amplamente sobre o Xbox.

Considere que no Japão o Xbox One vendeu menos de 1% do total. Além disso, os rankings japoneses testemunham toda semana que as vendas do Xbox One são definitivamente escassas no território.

Quando perguntado a Kamiya o que a Microsoft poderia fazer para melhorar a recepção do Xbox no Japão, o conhecido designer respondeu:

''Eu diria que desde que o Xbox foi introduzido no mercado japonês, sempre pareceu algo estranho e distante. Não parece ser feito para gostos japoneses. Me lembra os dias do NES e do SNES, quando eu tinha que ir a qualquer pequena loja de videogame para comprar títulos internacionais disponíveis apenas por importação. Eles não foram traduzidos para o japonês, foram importados como eram e eles só compraram para ter raridade".

Atsushi Inaba, da PlatinumGames, entrevistado com ele, confirmou o julgamento de Kamiya, mas disse que admira os esforços que Phil Spencer está fazendo para reivindicar a Xbox no Japão:

"Gostaria de dar conselhos a ele, mas sinto que para ser bem-sucedido no Japão nem sempre é uma questão de ter hardware mais poderoso".


Clique para ver a imagem em tamanho original

O Xbox Series X será lançado no Final de 2020 junto de Halo Infinite, AC: Valhalla e Yakuza: Like a Dragon.
Evil E.
Billy Butcher #Evil E.
Um jogador casual amante do gênero Stealth e Ficção Científica.

Minha franquia favorita é Metal Gear Solid, amo ela de paixão, desde os personagens quanto a sua narrativa.
Colaborador do Site, 24 anos, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.