Região não permite jogos com nudez ou conteúdo LGBT.
Publicado por Vinicius, em .
Atualização

Quando questionada a respeito da falta de pre-venda na regiao, a Sony confirmou que se um jogo não estiver disponível para compra em uma região, geralmente significa que ele não foi aprovado para o lançamento pelas autoridades competentes. Isso basicamente confirma que o jogo foi banido.

Clique para ver a imagem em tamanho original

The Last of Us Part 2 é um dos jogos mais esperados deste ano, mas pode acabar não recebendo um lançamento oficial no Oriente Médio.

Nos últimos tempos, mais jogos estão sendo lançados oficialmente no Oriente Médio, com empresas como a CD Projekt Red fazendo alterações para cumprir o quadro de classificação. O GCAM, órgão de classificação da Arábia Saudita, possui uma política de conteúdo própria para jogos e filmes. A classificação mais alta dada a um jogo é Mature 18+ e menciona os seguintes critérios.

Pode conter cenas extremamente violentas, como tortura, mostrando detalhes de ferimentos, ou cenas de uso de substâncias proibidas.

Nudez e conteúdo LGBT são altamente proibidos para todos os jogos lançados no Oriente Médio. Isso é parte do motivo de jogos como The Last of Us Part 2 não serem permitidos na Arábia Saudita e em outros países do Oriente Médio. Para contornar a nudez, existem alguns exemplos de jogos sendo censurados para conseguirem um lançamento oficial. O benefício de um lançamento oficial é que o jogo pode obter uma localização em árabe, o que leva a mais vendas de jogos.

Clique para ver a imagem em tamanho original

A Ubisoft se beneficiou muito da localização de seus jogos em árabe. Eles também censuraram a nudez em jogos como Assassin's Creed Odyssey e Origins a fim de obter uma classificação oficial. A CD Projekt Red censurou todas as cenas de nudez em The Witcher 3, possibilitando assim um lançamento oficial localizado em árabe no Oriente Médio. Embora fosse possível ter um relacionamento LGBT em Assassin's Creed Odyssey, isso dependia da escolha do jogador e o jogo não girava em torno disso, ao contrário de The Last of Us Part 2, onde a personagem principal está em um relacionamento LGBT.

Foi relatado pela primeira vez que The Last of Us Part 2 não seria lançado na Arábia Saudita quando um usuário do reddit compartilhou uma atualização sobre a classificação após a revelação da E3 2018, a qual confirmou o conteúdo LGBT no jogo. Também é possível notar a falta de material promocional para The Last of Us Part 2 na conta de mídia social do PlayStation Middle East. Não há nenhum marketing sendo feito para The Last of Us Part 2 em comparação com Ghost of Tsushima, confirmando assim que o jogo não irá receber um lançamento oficial da Sony no Oriente Médio.

The Last of Us Part 2 será lançado em 19 de junho de 2020 para o PS4.
VSDias55
Vinicius #VSDias55
Jogando
Persona 5 Royal / Doom

Lendo
Spiral de Kōji Suzuki
Moderador do Site, 27 anos, Florianópolis
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.