Publicado por TelaBrancaDoAkuma, em .
Clique para ver a imagem em tamanho original


Phil Spencer já expressou por diversas vezes o seu descontentamento com a situação da marca Xbox no Japão e como gostaria de melhorar isso.

Spencer viaja frequentemente até ao Japão para conversar com editoras e estúdios, a viagem mais recente ocorreu no passado mês de Janeiro, pois quando tomou conta da divisão Xbox, a situação no Japão era inaceitável.

Numa recente entrevista, na qual falou do futuro do VR na Xbox e sobre a filosofia de lançar a Xbox Series X sem exclusivos para benefício dos jogadores, Spencer foi questionado sobre a Xbox no Japão e revela que não está conformado com a situação.


"Quando cheguei a este trabalho, comecei a ver que as third-parties estavam a passar ao lado da Xbox One e nem sequer lançavam jogos na plataforma," começou por dizer Spencer.

"Para ser sincero, ainda existirão exemplos disso e todos eles causam-me dor, mas a coisa principal que queria fazer quando comecei nesta posição foi ir até ao Japão algumas vezes por ano para conversar com os responsáveis pelos estúdios, jogar os seus jogos e simplesmente dar-lhes a saber que estou dedicado ao seu sucesso global."


Spencer diz que o seu esforço é visível no número de jogos Japoneses disponíveis na E3 e diz estar orgulhoso das parcerias que alcançaram com praticamente todas as editoras Japonesas.


Além disso, acrescenta que "sim, esses jogos são lançados em todas as plataformas, mas o fato é que jogos que nunca estiveram no nosso palco estiveram no nosso palco, depois começamos a ver jogos que nunca estiveram na nossa plataforma não apenas a chegar à plataforma, mas também a serem apresentados no nosso palco. É essa a jornada que comecei."


Spencer diz que o Xbox Series X tentará aproximar os Japoneses da marca Xbox e que vão tentar corrigir diversos erros.


"Faremos um trabalho muito melhor com este próximo lançamento e não esperaremos dez meses para lançar no Japão, como na última vez. Vamos ter a certeza que os nossos serviços como Game Pass e xCloud estão lá para as pessoas terem acesso."


O patrão da divisão Xbox acrescentou ainda como acredita na capacidade do Xbox ter conteúdo first-party desenvolvido no Japão e diz que o mercado Japonês é incrivelmente importante devido à comunidade criativa que existe lá.
TelaBrancaDoAkuma
TelaBrancaDoAkuma
Colaborador do site, 26 anos, Curitiba
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.