Publicado por macmi, em .
Clique para ver a imagem em tamanho original

Amostras serão enviadas para a Estação Espacial Internacional (ISS) em março de 2020

Amostras de folhas de café e maconha serão enviadas para a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), a bordo de um foguete da SpaceX, empresa de Elon Musk, em março de 2020. O material faz parte de uma pesquisa da empresa de biotecnologia Front Range Biosciences, em parceria com a startup Space Cells, e visa estudar o comportamento destas plantas no espaço.

O foguete de Elon Musk, empresário entusiasta da maconha na internet, vai transportar 480 culturas de café e cannabis para serem estudadas em um período de 30 dias, dentro de uma incubadora. O estudo foca em monitorar o comportamento das células dessas plantas: se há alguma mutação genética enquanto estão no espaço e como o período fora da Terra pode ter influência nas amostras.

O estudo será acompanhado por pesquisadores da Universidade do Colorado em Boulder, nos Estados Unidos, e as plantas retornarão após o período na Estação Espacial. Além da mutação, a pesquisa também procura entender outros fatores genéticos, como propriedades medicinais e a possibilidade do cultivo dessas plantas no espaço.


"Esta é uma das primeiras vezes que alguém está pesquisando os efeitos da microgravidade e do voo espacial em culturas de células de cânhamo e café", disse Jonathan Vaught, presidente executivo da Front Range Biosciences. "Existe ciência para apoiar a teoria de que as plantas no espaço sofrem mutações", continuou ele. "Esta é uma oportunidade para ver se essas mutações se sustentam quando são trazidas de volta à Terra e se há novas aplicações comerciais".
macmi
Macmi
Colaborador do site, Honnōji Academy
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.