Publicado por Catos, em .
Clique para ver a imagem em tamanho original


Se você já se perguntou por que o Xbox 360 e o PlayStation 3 foram lançados tão distantes um do outro, um grande motivo foi a falta de um componente muito pequeno que custa à Sony apenas cerca de $0,05 por unidade.

No episódio deste mês da IGN Unfiltered, Ryan McCaffrey conversou com o ex-executivo da PlayStation (e atual vice-presidente do Google) Phil Harrison para falar sobre o lançamento do PlayStation 3, além do tempo de Harrison na Sony, Microsoft, Google e muito mais.

Enquanto o Xbox 360 foi lançado originalmente em novembro de 2005, o PlayStation 3 não chegou às lojas até um ano depois, em novembro de 2006, deixando muitos fãs se perguntando por que a Sony daria à Microsoft um ano de vantagem sobre a geração de consoles em HD.

Será que a Sony estava confiante de que manteria a liderança que ganhou durante a vida útil do PlayStation 2 e a data de lançamento foi intencional, ou será que havia mais nessa história? "O que realmente desacelerou a produção no hardware foi um pequeno componente", disse Harrison, "era o diodo laser na unidade de Blu-ray. Era um componente de $0,05".

Harrison elaborou, "Nesse caso em particular, a mudança do laser vermelho para o laser azul foi uma mudança bastante sofisticada na forma como o cabeçal óptico de uma unidade funcionava, e era um pouco de física e um pouco de química misturados juntos, porque é realmente um cristal que você está fazendo. E eles simplesmente não conseguiram fazer o bastante."

De acordo com Harrison, isso fez com que o PlayStation 3 fosse lançado "mais tarde do que desejávamos". A demanda pelos diodos simplesmente superou o suprimento, levando a um atraso na data de lançamento, embora a data de lançamento planejada fosse originalmente um flexível "Inverno".
Catos
Catos
Colaborador do site, 29 anos, Goiânia
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.