.

Brasil pode aumentar o PIB em até 7,1% ao ano com IA, indica pesquisa

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


A Microsoft realizou a segunda edição do AI + Tour em São Paulo, evento que percorre oito países da América Latina, incluindo o Brasil, para apresentar o potencial da Inteligência Artificial (IA) no futuro dos negócios e da sociedade. Durante o evento foi divulgada a pesquisa "O impacto da IA no mercado de trabalho", realizada pela consultoria americana DuckerFrontier a pedido da Microsoft. O estudo analisa os impactos que a IA pode trazer ao Brasil, até 2030, na economia, sociedade e mercado de trabalho em cenários de mínimo e máximo benefício da adoção de IA.

As simulações, que consideram as áreas de serviços públicos, prestação de serviços corporativos, comércio varejista, atacadista, hotelaria e alimentação, construção, manufatura, mineração, água e energia, e agricultura e pesca, mostram que a adoção máxima de IA no país pode aumentar a taxa composta anual de crescimento (CAGR) do Produto Interno Bruto (PIB) para 7,1% ao ano até 2030, considerando um cenário de máximo impacto pelos benefícios da IA. Esse é um aumento superior à projeção de 2,9% de crescimento do PIB feita pelo Banco Mundial e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) no mesmo período.

Com uma apresentação sobre como a evolução da IA vai modificar a sociedade em que vivemos, Tim O'Brien, diretor geral de programas de IA da Microsoft, ressaltou a importância de desenvolver essa tecnologia de forma transparente, ética e responsável. Segundo ele, a IA tem potencial para nos ajudar a resolver alguns dos maiores desafios do mundo.

IA e mercado de trabalho


O estudo conduzido pela DuckerFrontier também trouxe uma análise específica sobre o impacto da IA no mercado de trabalho. Segundo a pesquisa, no cenário ideal, as empresas no país fariam um investimento maior na incorporação de IA, permitindo a criação de novos produtos e serviços. Neste contexto, o setor de serviços corporativos seria o mais beneficiado, com 26 milhões de empregos novos criados. Teria um aumento de 103% em postos de trabalho até 2030 em comparação com as estimativas base feitas pelo Banco Mundial e o FMI.

Outro ponto destacado pelo estudo introduzir IA no mercado de trabalho não resulta em demissões ou perda de postos de trabalho, isso porque as empresas podem alocar novas tarefas a seus empregados ou até reduzir a carga horária deles. Também neste cenário de benefício máximo de IA, haverá uma grande demanda por mão de obra altamente qualificada, que beneficiaria a todos os setores da economia, totalizando uma demanda adicional de 17,7 milhões de empregos para esse perfil profissional (+50% de crescimento em emprego de alta qualificação em relação aos prognósticos atuais). As vagas com maior demanda serão concentradas entre profissionais liberais, técnicos de nível médio, e gerentes. Neste cenário, a participação total de empregos de alta qualificação aumentaria de 34% para 54% do emprego total do país.

Segundo a presidente da Microsoft Brasil, adotar inteligência artificial no Brasil é uma oportunidade única de dinamizar a economia brasileira, ela acredita que a tecnologia tem o poder de transformar a economia e endereçar os grandes problemas da atualidade.

A DuckerFrontier, responsável pela pesquisa, explica que para analisar se o Brasil está preparado para alcançar os potenciais benefícios trazidos pela IA, elaborou o Índice de Preparação para a IA (AI Readiness Index), um indicador que cruza as variáveis de desenvolvimento e disseminação da IA e une todos os fatores relacionados à sua implementação. Na análise, foram considerados sete países da América Latina: Brasil, México, Chile, Colômbia, Peru, Argentina e Costa Rica.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label