Publicado por kreiton2019, em .
Clique para ver a imagem em tamanho original


Para aumentar a arrecadação, o governo do Líbano propôs uma medida que taxava a utilização de serviços com tecnologia VoIP, como as chamadas do WhatsApp, Skype ou FaceTime. No entanto, a população se revoltou, fez um grande protesto e o país desistiu da cobrança no mesmo dia do anúncio.


A medida proposta pelo ministro libanês das Telecomunicações cobraria um imposto no valor de 20 centavos de libra libanesa – cerca de R$ 0,83 – por dia de uso de serviço VoIP.

Libaneses se reuniram na sede do governo em Beirute e bloquearam estradas com barricadas de pneus queimados. Como aponta a Reuters, o protesto lembra bastante as manifestações de 2013 em São Paulo contra o aumento de R$ 0,20 na passagem de ônibus.

A polícia disparou bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes. As escolas foram fechadas por ordem do governo, e mesmo após o cancelamento da cobrança, o clima ainda é tenso no Líbano, onde a população está descontente com a política e a crise econômica.

Em alguns países, serviços de VoIP são proibidos por lei. É o caso do Catar, Emirados Árabes Unidos, Líbia e outros países do Oriente Médio.
kreiton2019
Kreiton2019
Colaborador do site
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.