.

Riot Games entra em acordo sobre processo contra desigualdade de gênero

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


A Riot Games entrou em um acordo extra-corte a respeito de um dos processos que sofreu no início do ano. A ação judicial abordava a desiguladade de pagamento e promoções de funcionários baseada em seu gênero, além de assédio sexual e retaliação contra mulheres. Os detalhes do acordo ainda não foram divulgados, pois ainda há alguns ajustes a serem feitos.


"Nós acreditamos que o acordo permitirá que nós continuemos nosso momento em fazer a Riot uma líder em locais de trabalho inclusivos", afirmou a empresa em declaração oficial.


Essa foi apenas uma das cinco ações judiciais contra a Riot no início do ano. A turbulência jurídica foi consequência de uma grande reportagem do Kotaku, denunciando o ambiente tóxico e machista que dominava a Riot Games.

Desde então, a empresa tem demonstrado sua preocupação com melhorar a inclusividade. E março de 2019, a Riot anunciou a contratação de Angela Roseboro, que já exercia função similar no Dropbox.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label
1568674424