.

Gods & Monsters traz fórmula de Breath of the Wild à mitologia grega

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Criado por parte do time responsável por Assassin's Creed Odyssey, Gods & Monsters é a mais nova empreitada da Ubisoft pela mitologia grega clássica: um RPG singleplayer de mundo aberto que combina exploração, narrativa, combate e puzzles e troca a brutalidade da série de assassinos por um visual cartunesco amigável a um público maior.

A forma com que o jogo faz isso, no entanto, vai parecer um tanto quanto familar para jogadores - em especial, entre entusiastas de The Legend of Zelda: Breath of the Wild. A nova IP da Ubisoft tem vários elementos em comum com o título da Nintendo - alguns deles, assustadoramente similares.

A convite da Ubisoft, o site The Enemy assistiu a alguns minutos de gameplay do título, rodado em um smartphone Pixel através do Google Stadia. Durante a sessão, o jogo sofreu com alguns engasgos notáveis de frame rate, mas o problema foi atribuído a conexão do local e ao fato de termos visto apenas um build de desenvolvimento do título.

Assim como Breath of the Wild, jogadores terão uma série de habilidades especiais à disposição para explorar o mundo a sua volta, planando, escalando e interagindo com elementos da natureza para chegar onde deseja.

Durante a demo, por exemplo, pudemos ver o protagonista cortando uma árvore do cenário de forma bastante semelhante ao jogo da série Zelda e, na sequência, usando uma habilidade especial para carregar o tronco pesado.

Assim como Link, o protagonista também pode escalar qualquer elementos do cenário - há inclusive um círculo indicador de estamina que aparece nesses momentos, e a energia do personagem pode ser recuperada com poções.

Ao menos no build mostrado ao The Enemy, o jogo também oferece uma interface bastante minimalista ao usuário, dando ênfase aos cenário coloridos criados com tons de parecidos com aquarela - elementos que também foram marcantes no título anterior da franquia da Nintendo.

Não tivemos muita chance de ver o combate de Gods & Monsters em ação, mas a promessa é de uma experiência propositalmente exagerada e que abusa das habilidades sobre-humanas do protagonista para lançá-lo em batalhas contra criaturas míticas. Entre as habilidades disponíveis estará uma flecha "teleguiada", que poderá ser controlada pelo jogador.

Gods & Monsters, no entanto, não se limita aos elementos que podem ser comparados à Breath of the Wild. Um dos pontos fortes do novo título da Ubisoft que não existia no game da Nintendo, por exemplo, é a presença de um narrador omnisciente.

O responsável por conduzir a história do jogo será Homero, figura histórica da Grécia antiga e autor da Ilíada e da Odisseia, duas das maiores da literatura mundial.

No jogo, Homero irá narrar trechos da aventura do jogador, apresentando eventos na forma de histórias contadas para seus próprios netos - com histórias que irão do drama à comédia. As histórias e a narração, é claro, estarão relacionadas às regiões que o jogador explorar no mapa, que pode ser atravessado livremente.

Outra característica que também diferencia o jogo de Breath of the Wild é a possibilidade de customização do personagem, que permitirá ao jogador criar seu próprio protagonista - um herói que escolhido pelos Deuses para enfrentar Typhon e seus lacaios.




Gods & Monsters será lançado em 25 de fevereiro para PlayStation 4, Xbox One, Switch, Stadia e PC.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label
1568651894