.

Ser casual ou hardcore é coisa do passado; estudo lista 8 novos perfis de gamers

Enviado por Catos, , 45 visualizações, 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Antigamente, era comum os jogadores se dividirem entre casuais ou hardcore. De maneira simples, os que se identificavam com o primeiro grupo jogavam apenas casualmente enquanto que as pessoas do segundo eram consumidores mais ávidos.

Conforme e indústria evoluiu muitas coisas mudaram e o gamer, para bem ou para o mal, acompanhou essa transformação. Hoje em dia existem os jogos como serviços, plataformas em nuvem, e-sports, transmissões e muitas variáveis.

Levando isso em conta, a Newzoo, companhia que fornece pesquisas globais sobre videogames e e-sports, fez uma pesquisa para entender que tipos de personalidades os gamers estão refletindo, de acordo com o mercado atualmente (via PC Gamer).

O estudo, intitulado Gamer Segmentation levou o último ano inteiro e teve como objetivo analisar os jogadores da atualidade e seus hábitos referentes a videogames, englobando diferentes aspectos de consumismo: assistir, comprar e, claro, jogar.

A resposta vem em 8 novos tipos de jogadores. Esses perfis receberam uma definição e levam em conta estatísticas como faixa etária e situação de vida. Confira:


Clique para ver a imagem em tamanho original


  1. Passa-tempo (27% dos entrevistados): joga para passar o tempo (quando tem tempo) e prefere consoles a PCs.
  2. Jogador de nuvem (19%): prefere aderir a jogos de serviços por streaming e gastaria dinheiro em hardware apenas se/quando necessário;
  3. Jogador pipoca (13%): não joga muito, mas curte assistir outras pessoas jogando;
  4. Jogador extremo (13%): é o jogador que ama mais do que tudo passar tempo jogando e investe muito dinheiro em jogos;
  5. Entusiasta de tudo e todos (9%): alguém que consegue equilibrar o tempo fora dos videogames, mas ainda tem o hábito de comprar jogos;
  6. Entusiasta de hardwares (9%): está por dentro das novidades referentes a hardwares e provavelmente investiu em uma máquina personalizada;
  7. Telespectador (6%): costumava jogar muito antes e agora gosta de assistir e-sports e/ou outras pessoas proximas jogando;
  8. Jogador convencional (4%): prefere jogar do que assistir outras pessoas jogando e possui muitos hardwares;


As estatísticas também revelam que os jogadores convencionais têm em média 32 anos, enquanto que os que passam-tempo são mais velhos, com uma média de 38 anos para mais (e geralmente eles têm filhos).

Os jogadores convencionais também costumam ouvir menos músicas do que outros perfis e os que passam-tempo viajam mais. Mais dados sobre a pesquisa podem ser acessados clicando neste link. Também é possível fazer o teste clicando aqui.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label