.

Riot quer impedir que empregados e ex-funcionários processem a empresa, diz site

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


De acordo com documentos obitidos pelo Kotaku, a Riot Games está movendo uma ação para invalidar processos movidos por duas funcionárias contra a empresa. Segundo a Riot, qualquer problema entre funcionário e a companhia deveriam ser resolvidos de acordo com a cláusula arbitral de seus contratos, e não por vias legais.

Tudo começa com outra reportagem do Kotaku, denunciando a cultura machista que dominava a empresa. Desde então, quatro processos, feitos tanto por funcionárias quanto ex-funcionárias, foram movidos contra a Riot. São justamente duas dessas ações que estão sendo bloqueadas pela companhia.

As cláusulas abritrais, como o nome indica, estão incluídas em contratos de emprego e previnem que empresas sejam processadas por seus próprios funcionários. Qualquer tipo de atrito seria resolvido pela própria coorporação, por meio de um sistema que não envolve um júri, juiz ou qualquer outro tipo de mecanismo legal - e é isso que a Riot quer forçar com sua nova ação.

Recentemente, essa prática passou a ser abertamente criticada e, consequentemente, abandonada em grandes empresas da tecnologia, como Google, Facebook e Uber.

A Riot, por outro lado, segue usando as cláusulas arbitrais, colocando em xeque a política de punições da empresa: vários dos funcionários acusados de abuso e machismo retornaram à empresa.


"Nós estamos avaliando todos os nossos procedimentos e políticas, incluindo aqueles relacionados às cláusulas arbitrais. Todo esse trabalho está bem encaminhado, e no futuro, não hesitaremos em implementar mudanças uma vez que nós concluímos que essas mudanças é um passo na direção correta para a Riot e os Rioters", disse um porta-voz quando questionado sobre a ação.


A ação judicial entra em contradição com ações que a Riot tomou desde a exposição de sua cultura tóxica. A empresa afirmou repetidamente que está trabalhando para tornar o ambiente mais saudável e diverso, chegando a contratar pessoas para trabalharem especificamente nesse aspecto.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label