.

Ibm Compra A Red Hat Por Us$ 34 Bilhões

Enviado por okardec, , 882 visualizações, 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original

Uma das estratégias no mercado de TI é adquirir o know-how que você não tem, é mais rápido e mais barato do que reinventar a roda. Isso permite que empresas com bolsos profundos mudem suas estratégias rapidamente, e pouca gente tem bolsos mais profundos que a IBM.

A empresa que viabilizou a revolução dos PCs e tem em sua estante nada menos que seis prêmios Nobel deu uma derrapada para acompanhar a última tendência de mercado, a Nuvem. Chega a ser irônico, já que computação em nuvem é um termo marketeiro pra algo que basicamente a IBM inventou, a estrutura cliente-servidor com conexões remotas.

De qualquer jeito eles fizeram as contas, cataram as moedas atrás dos sofás (e a IBM tem um monte de sofás) e decidiram reverter a situação, adquirindo uma das maiores empresas disponíveis no campo de cloud e servidores: a Red Hat.

Com 25 anos de idade a Red Hat surgiu como mais uma distro Linux, ela cresceu, diversificou e hoje é um monstro com receita em 2017 de US$ 2,9 bilhões, e lucro operacional de US$ 288 milhões em 2018.

A IBM não está brincando e vai comprar TODAS as ações da Red Hat por US$ 190 cada, no total de US$ 34 bilhões. As ações fecharam no sexta a US$ 116,68. Será nada menos que a terceira maior aquisição da história do mercado de tecnologia nos EUA, só perdendo pra fusão Dell-EMC em 2016 (US$ 67 bilhões) e a aquisição da SDL pela JDS Uniphase em 2000 (US$ 41 bilhões). A compra do GitHub pela Microsoft por US$ 7,5 bilhões parece troco de pinga.

Com a base de clientes da IBM, mais o nome e a credibilidade a Red Hat vai vender como nunca, e a possível integração com o portfólio da gigante azul tornará as soluções de nuvem deles imensamente atraentes. Agora é esperar algumas horas e ver o mercado reagir
okardec
Enviado por okardec
Membro desde
33 anos, Luziânia, Goiás, Brasil
label