.

Cientistas conseguem reverter o envelhecimento de células humanas

Enviado por Frocharocha, , 5367 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cDovL3MyLmdsYmltZy5jb20vMXFzYTJxbDFTTFpSV3IwZE9wYjRMbEVJNFlJPS9lLmdsYmltZy5jb20vb2cvZWQvZi9vcmlnaW5hbC8yMDE1LzA1LzI4LzU1MzQ1MjIzMTNfMGNkMmI5YTRhMF9iLmpwZw==[/img]
Japoneses desmentem a teoria mitocondrial do envelhecimento

Encontrou umas rugas no rosto? Calma, nem tudo está perdido. Cientistas descobriram a fonte da juventude (brincadeira).

O Professor Jun-Ichi Hayashi, da Universidade de Tsukuba, no Japão descobriu uma forma de retardar o processo de evelhecimento das células humanas. Hayashi regulou a produção de aminoácidos, que é, em parte, responsável por algumas das características de envelhecimento.

A teoria mitocondrial do envelhecimento propõe que o envelhecimento é causado pelos defeitos mitocondriais associados de mutações no DNA. A acumulação destas alterações é associada ao início precoce de características relacionadas com o envelhecimento, tais como perda de cabelo, curvatura da coluna vertebral e osteoporose.

Há, no entanto, várias evidências conflitantes que levantam dúvidas sobre a validade dessa teoria. A equipe de Hayashi tem realizado algumas pesquisas convincentes, que os levou a propor que os defeitos mitocondriais associadas à idade não são controlados pelo acúmulo de mutações no DNA, mas por outra forma de regulação genética.

A pesquisa analisou a função das mitocôndrias em linhas de células humanas de jovens (com idade variando de um feto de 12 anos de idade) e idosos (com idade variando de 80-97 anos de idade). Os pesquisadores compararam a respiração mitocondrial e a quantidade de danos no DNA nas mitocôndrias dos dois grupos. Enquanto o grupo idoso tinha reduzido a respiração, de acordo com a teoria atual, não houve diferença na quantidade de danos no DNA entre os grupos de idosos e jovens. Isso sugere que uma outra forma de regulação genética (a regulação epigenética) pode ser responsável ​​pelos efeitos do envelhecimento.

A regulação epigenética se refere a alterações de estruturas químicas e proteínas que alteram a estrutura física do DNA. Ao contrário de mutações, estas mudanças não afetam a própria sequência de DNA. Se essa teoria estiver correta, então é possível reprogramar geneticamente as células para um estado de células estaminais embrionárias.

Para testar esta teoria, os investigadores reprogramado linhas celulares derivadas de fibroblastos humanos de jovens e idosos para um estado semelhante a célula estaminal embrionária. Incrivelmente, os defeitos associados à idade tinham sido revertidos - todos os fibroblastos (de jovens e idosos) tinham taxas de respiração comparáveis ​​aos da linha celular de fibroblastos fetais. Isto indica que o processo de envelhecimento na mitocôndria é controlada por regulação epigenética, não por mutações.

Os pesquisadores buscaram genes que podem ser controlados epigeneticamente resultando em esses defeitos mitocondriais associadas à idade. Dois genes que regulam a produção de glicina nas mitocôndrias, CGAT e SHMT2, foram encontrados. Segundo os pesquisadores, alterando a regulação destes genes, eles poderiam induzir defeitos ou restaurar a função mitocondrial nas linhas de células de fibroblastos.

Estes resultados revelam que, ao contrário da teoria mitocondrial do envelhecimento, a regulação epigenética controla defeitos associadas à idade em linhas de células de fibroblastos humanos. Os estudos ainda são muito escassos, mas é um grande início para a descoberta da fonte da juventude!
Frocharocha
Enviado por Frocharocha
Membro desde
37 anos, São Paulo
label