Itagaki confessa que esteve para deixar de fazer jogos

#Notícia Publicado por Anônimo, em .

Tomonobu Itagaki, famoso por ter criado a série Ninja Gaiden, contou que quase teve para desistir de criar videojogos quando a Tecmo o enganou lançando um jogo inacabado.

Itagaki que está agora a liderar o estúdio de videojogos independente, Valhalla, contou durante o evento DICE 2012, que tinha apenas dois meses e meio para adaptar o jogo de luta Dead or Alive 2 para a PlayStation 2 para tê-lo pronto a tempo de ser um jogo de lançamento da consola.

"Toda a equipa liderada por mim lutou por uma vitória com todas as suas energias," disse Itagaki. "Mas infelizmente o resultado não foi o esperado."

À medida que a data de lançamento da PS2 foi-se aproximando, o gestor de vendas da companhia foi ter com Itagaki.

"Posso levar uma copia disto para poder jogar um pouco?" relembrou Itagaki as palavras do gestor. "Eu disse claro, leva, e dei-lhe um disco que ainda estava em desenvolvimento. Mas esse disco nunca foi jogado por eles," disse ele.

Itagaki contou que esse disco, "foi levado para uma fábrica para ser produzido nesse dia sem que eu soubesse."

"A Tecmo fez um lucro enorme," contou Itagaki, confessando que após o lançamento do jogo incompleto começou a entrar numa fase de grande depressão.

"Pensei que ia deixar de fazer jogos," disse ele acrescentando que bebia de manhã à noite, e que chorava quando via repetidas vezes, na companhia da sua filha de três anos, o filme Armageddon enquanto ouvia a música dos Aerosmith "I Don't Want to Miss a Thing".

Meses mais tarde ele recompôs-se, ganhou forças e voltou ao trabalho com o propósito de criar o jogo que ele e a sua equipa queriam que fosse lançado. Esse jogo foi Dead or Alive 2: Hardcore.

"Não importa o que as pessoas dizem, os Aerosmith e o filme Armageddon foram aqueles que salvaram a minha vida, a minha companhia, os meus amigos e a minha família," concluiu Itagaki.

Anônimo
Anônimo
Publicações em Destaque