.

NFS Pro Street: "Os automóveis são compostos de 21 mil polígonos"

Enviado por Ismaelpotter, , 220 visualizações, 0 comentários
"Os automóveis são compostos de 21 mil polígonos, que podem se desintegrar facilmente..."

"Need for Speed" nasceu no 3DO e, desde então, trilhou bons e maus momentos pelas pistas de um sem número de plataformas, até encontrar no tuning e na cultura das corridas de rua uma espécie de "renascimento". "Pro Street" quer mudar tudo novamente, adicionando à série uma aproximação mais realista.

As corridas de rua continuam em voga, só que desta vez, ao invés de fugir da lei (a polícia ficou de fora em "Pro Street"), o foco está muito mais direcionado à performance. Por isso, a experiência está mais realista que em "Underground" e "Most Wanted", por exemplo. As provas acontecem em eventos de final de semana em locais icônicos ao redor do globo.

Nestes eventos, estão modalidades conhecidas de "Need for Speed", como o Drift, além de outras inéditas. O objetivo do jogador é manter-se sempre na dianteira, até se tornar o "rei das ruas". O modo Story, com diversas animações, pretende acrescentar motivação e contexto às corridas, algo que a série ainda não conseguiu realizar direito. O modo multiplayer concentra-se na personalização de veículos - por isso, a ferramenta Autosculpt foi reformada - e na formação de uma comunidade online.

Ao invés de informar ao jogador como as mudanças estão afetando a performance do bólido, o Autosculpt possibilita criar ou colocar uma espécie de "impressão digital" no carro, antes que você o envie a amigos, por exemplo.

Os automóveis são compostos de 21 mil polígonos, que podem se desintegrar facilmente, dependendo dos acidentes que acontecem na pista - e um modelo de danos decente, cá entre nós, é essencial para um jogo que persegue o realismo.
Ismaelpotter
Enviado por Ismaelpotter
Membro desde
label