.

Falsificações vendem mais que legítimos na China

Enviado por GameVicio, , 392 visualizações, 0 comentários
A falsificação chinesa, já famosa no mundo inteiro, está ficando cada vez mais avançada, de acordo com recentes anúncios na mídia internacional.
A evolução chegou a tal nível que produtos falsificados têm sido lançados antes mesmo de seus originais. O telefone celular Chocolate, da LG, por exemplo, foi reproduzido completamente, incluindo seu teclado sensível ao toque e seu sistema de deslizamento.

A demora da companhia em lançar a versão oficial na China foi tanta que, quando lançado, o produto foi visto como cópia da versão "original" chinesa. "A população da China acredita que a LG Electronics é que fabricou as falsificações. Estamos realmente surpresos em ver a imitação do telefone Chocolate", um funcionário da empresa teria declarado.

O videogame portátil da Sony, PSP, também passou por processo semelhante. Após rumores de que uma versão do aparelho com capacidades GSM para telefonia celular surgiria, uma fabricante chinesa criou um telefone com design semelhante ao aparelho, que possuía uma série de jogos emulados da Nintendo.

A falsificação foi considerada real e levou a diversos rumores online de que a Sony havia lançado um telefone PSP, e começou a ser vendido por aproximadamente US$ 650, o preço dos aparelhos originais mais caros da Samsung Electronics e Sony Ericsson no país (fotos aqui).

Para diversas companhias coreanas pouco pode ser feito para combater a falsificação de seus produtos. Dezenas de pequenas fabricantes na China contratam engenheiros especialistas para reproduzir os circuitos de produtos recém lançados. Este novo circuito é encaminhado para pequenas fabricantes que produzem cerca de 20 a 30 mil unidades falsificadas e somem do mercado.

Recentemente a Samsung descobriu uma das companhias falsificadoras e ofereceu aos seus funcionários empregos legais. Porém, estes responderam que não aceitariam, porque poderiam ganhar muito mais dinheiro (entre US$ 100 mil e US$ 200 mil) com suas cópias.

Posteriormente não se sabe se a Samsung abriu algum processo ou fez qualquer tipo de pressão contra a companhia ilegal e seus funcionários.

Desde a década de 90 a China vê um aumento considerável na falsificação de produtos. Pelas ruas e lojas da cidade é possível encontrar roupas, bolsas, canetas, jóias, calçados, brinquedos, CDs, DVDs, todos os tipos de eletrônicos. Até carros podem ser encontrados, embora com maior dificuldade.

Muitos destes produtos também são distribuídos por diversos canais em outros países asiáticos e não encontram muita dificuldade para chegar a territórios ocidentais, entre eles o Brasil, onde é possível encontrá-los com grande facilidade.
Fonte: Geek
GameVicio
Enviado por GameVicio
Membro desde
32 anos, Curitiba
label