Publicado por eneas, em .
De acordo com o site português G4mers, o mercado de jogos usados na Inglaterra tem incomodado algumas produtoras de jogos, preocupadas com o crescimento dessa modalidade de comércio que, na realidade, já é conhecida há décadas.

A primeira empresa a manifestar seu descontentamento foi a Electronic Arts britânica, cujo responsável, Keith Ramsdale, que afirmou que alguns vendedores chegam a desvalorizar os novos jogos para conseguir vender os seus títulos usados.
De acordo com o site, outras produtoras afirmaram que "a questão dos jogos usados é bem maior do que se pensa e está crescendo cada vez mais". O receio gira em torno de uma possível estagnação do mercado e da falta de espaço para novos lançamentos.

Agora, as empresas procuram os meios legais para impor limite ao mercado de games usados. Embora ainda não saibam exatamente o que fazer, todas admitem que o tema é prioritário.


Fonte: UOL
eneas
Eneas
Colaborador do site, 39 anos, Curitiba
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.