.

Trio é processado por adulterar Xbox nos EUA

Enviado por eneas, , 3 visualizações, 0 comentários
Dois proprietários de uma loja e um terceiro homem foram acusados nesta terça-feira (20/12) de infração de direitos autorais por terem vendido consoles Xbox modificados que permitiam ao usuário rodar jogos pirata copiados em um disco rígido instalado no videogame.


Os três foram acusados na corte federal de Los Angeles de conspiração para o tráfico de tecnologia usada para driblar sistemas de proteção de direitos autorais e conspiração para cometer crime de infração aos direitos autorais.


Jason Jones, 34, e Jonathan Bryant, 44, são donos da loja ACME Game Store e Pei "Patrick" Cai, 32, instalava os chips e discos rígidos no Xbox que permitiam ao usuário copiar jogos alugados ou emprestados para jogarem no futuro.


De acordo com o processo, Jones e Bryant faziam demonstrações do console adulterado em sua loja e cobravam de 225 dólares a 500 dólares pelas modificações, dependendo das configurações e do número de jogos pré-carregados no disco rígido.


Durante as investigações, agentes disfarçados pagaram 265 dólares por um chip modificado e um disco rígido com 77 jogos.


Se condenados, os acusados podem pegar até cinco anos de prisão.

Fonte: IDG Now!
eneas
Enviado por eneas
Membro desde
36 anos, Curitiba
label