.

Mac ganha processador dois-em-um

Enviado por Anônimo, , 9 visualizações, 0 comentários
A Apple lançou nos EUA, na semana passada, um PowerMac com processadores dual core (núcleo duplo). Os chips dois-em-um são a grande tendência do mercado e já estão disponíveis na plataforma PC.

O destaque do novo PowerMac é que ele tem dois chips dual core, ou seja, na prática são nada menos do que quatro núcleos de processamento, todos operando a 2,5 GHz e 64 bits.

Por isso, a máquina promete altíssima performance. A Apple fala em até 69% de aceleração sobre o PowerMac G5 antigo, que tem dois chips convencionais, single core. A rigor, tudo depende do software: com programas otimizados para o processamento paralelo, é possível conseguir ganhos reais, mas os chips múltiplos só brilham de verdade quando o usuário roda vários softwares ao mesmo tempo (faz multitarefa).

Apesar de sua potência, o micro dual core deverá ser o último PowerMac a empregar o processador G5 (também conhecido como PowerPC 970). A Apple já divulgou que, em 2006, vai mudar para os chips da Intel.

Nos Estados Unidos, a nova máquina vai custar US$ 3.299 (sem monitor). O preço no Brasil não foi divulgado, mas o atual topo de linha custa, por aqui, R$ 17.590.

Os novos PowerBooks, também anunciados na semana passada, ganharam telas de maior resolução, mas desapontaram os usuários: ainda não foi desta vez que os notebooks da Apple receberam o processador G5 (continuam estacionados no G4).

Já o iPod Video começa a criar polêmica na internet. Segundo comentários publicados em vários sites, ele realmente não toca vídeos nos formatos DivX e Xvid, os mais comuns na rede. Isso é ruim para o consumidor, mas é bom para a Apple: já começam a aparecer, em redes de troca de arquivos (P2P), vídeos especialmente formatados para o iPod Video. Se eles se popularizarem, o formato H.264, da Apple, pode tomar mercado do DivX.
label