Sinopse de Tom Clancy's Splinter Cell Chaos Theory
A Electronic Arts traz ao mercado brasileiro o jogo para PC Splinter Cell: Chaos Theory, terceiro capítulo da série de ação e espionagem criada pelo escritor best-seller Tom Clancy exclusivamente para os games. Desenvolvido e produzido pela empresa francesa Ubisoft.

O enredo de Chaos Theory se passa no ano de 2008, diante de um cenário mundial caótico formado por sabotagens ao mercado financeiro, golpes a transações eletrônicas e contrabando de informações. Na pele de Sam Fisher, um agente de alto ranking da NSA, a missão do jogador é impedir o terrorismo eletrônico, se infiltrando na Coréia do Norte e China para investigar ataques cibernéticos que colocam em risco a estabilidade política do planeta.

Os avançados aspectos técnicos contribuem para enriquecer ainda mais a intensa experiência interativa proporcionada por Chaos Theory. Os gráficos realistas e a altíssima tecnologia sonora se combinam para produzir uma impressionante sensação cinematográfica, enquanto os novos mecanismos de física e partículas promovem uma interação mais realista dos objetos com os cenários. A Inteligência Artificial também foi aprimorada em relação aos dois games anteriores, de modo a apresentar reações e comportamento de inimigos mais próximos à realidade.

Chaos Theory também apresenta avanços em sua jogabilidade, expandindo o já consagrado estilo de jogo da série Splinter Cell e trazendo novos movimentos furtivos e acessórios, que acrescentam variedade e o diferenciam dos demais games da franquia. Além da nova opção de usar facas e outras armas brancas, também torna-se possível quebrar o pescoço dos inimigos ou deixá-los desacordados com coronhadas. E assim como já acontecia no jogo anterior, Splinter Cell: Pandora Tomorrow, os estágios não se limitam a caminhos únicos, trazendo opções de rotas e objetivos secundários.

Além do intenso modo para um jogador, Chaos Theory mostra toda sua força na opção para múltiplas pessoas simultâneas através da internet. O jogo traz um modo multiplayer cooperativo online no qual a missão de infiltração deve ser coordenada entre dois jogadores em cada equipe. O destaque é a aclamada modalidade 'Espiões vs. Mercenários', criada em Pandora Tomorrow e que faz um retorno triunfal com novos itens, mais habilidades cooperativas e elementos dinâmicos (como paredes destrutíveis e alavancas acionáveis), tudo para garantir que nenhuma partida seja igual à outra.

As diversas contribuições de profissionais consagrados em outros segmentos contribuem para os altos padrões de qualidade alcançados em Chaos Theory. O personagem principal, Sam Fisher, é dublado pela terceira vez pelo ator Michael Ironside. A trilha sonora eletrônica foi composta pelo cultuado músico Amon Tobin, nascido no Rio de Janeiro e radicado em Londres. Já as cenas de animação entre cada estágio foram criadas por Andy Davis, que dirigiu filmes de ação de sucesso como O Fugitivo, com Harrison Ford, e Efeito Colateral, com Arnold Schwarzenegger. Não por coincidência, o estúdio Paramount divulgou recentemente a aquisição dos direitos para a produção de filmes baseados na franquia Splinter Cell, com provável estréia em 2006.
Trailers e GamePlays de Tom Clancy's Splinter Cell Chaos Theory
Vídeo do YoutubeZ3VKZmhJTVotZDA=
Datas de Lançamento de Tom Clancy's Splinter Cell Chaos Theory
PlataformaRegiãoData
ComputadorMundialmente28 de Março de 2005
XboxMundialmente28 de Março de 2005
PlayStation 3Europa27 de Setembro de 2011
PlayStation 2Mundialmente28 de Março de 2005
Nintendo DSMundialmente28 de Março de 2005
GameCubeMundialmente28 de Março de 2005
N-GageMundialmente28 de Março de 2005
Classificação Indicativa de Tom Clancy's Splinter Cell Chaos Theory
Adulto
Adulto (M)
Títulos classificados como M "Mature" (Adulto) possuem conteúdo adequado a pessoas de 17 anos ou mais velhas. Títulos nesta categoria podem conter violência intensa, sangue e ferimentos, conteúdo sexual e/ou linguagem vulgar.