Sinopse de The Lord of the Rings: The Battle for Middle-Earth II
Produzido pela mesma equipe que fez "Command & Conquer: Generals" e baseado no filme de "O Senhor dos Anéis", "Battle for Middle-earth" trouxe para a tela do PC as batalhas épicas do mundo criado pelo escritor J. R. R. Tolkien. Agora, a continuação ganha o reforço da obra literária e de todos os seus detalhes.

O game continua a seguir a fórmula dos jogos de estratégia em tempo real, mas, nesta versão, as facções sofreram mudanças. Algumas foram mantidas, como é o caso dos Orcs de Mordor e os Uruk-Kai de Isengard. Os humanos formam um único grupo, com o agrupamento dos soldados de Gondor e Rohan. E há novas forças, como os goblins, elfos e anões.

Os fortes anões, por exemplo, podem cavar minas para explorar um metal chamado "Mithril" e usar a complexa rede subterrânea para viajar para diversos locais da Terra-Média. Eles também podem construir catapultas, tanto para defender seu território quanto como uma artilharia contra as instalações inimigas.

Já os goblins têm os gigantes como aliados, que são ainda maiores e fortes que os Trolls, além de possuir uma cavalaria, mas montados em aranhas. E os goblins podem construir estátuas para proteger suas edificações. Essas imagens soltam criaturas conhecidas como Fire Drakes.

Agora, os heróis podem ser criados pelo próprio jogador, que pode moldar o personagem em sua aparência, características e habilidades. Assim como os heróis predefinidos, eles ganham experiência, nível e novos poderes à medida que vão combatendo. E as construções podem ser instaladas em qualquer parte do mapa e as recompensas são melhores quando se faz uma exploração mais agressiva, ao mesmo tempo em que fica suscetível a ataque dos oponentes. Mas o sistema de "maturação" das instalações, que permitia criar guerreiros cada vez mais fortes à medida que usava as construções, foi cortada nesta versão.

As estratégias passarão a ser mais importantes em "Battle for Middle Earth II". Agora, atacar pelos flancos pode dar uma vantagem decisiva nos combates. As tropas ganharam uma inteligência melhor, fazendo formações inteligentes sem a ajuda do jogador. Por exemplo, a infantaria se posiciona na frente dos arqueiros, a fim de protegê-los e garantir distância para o seu ataque.
Screenshots de The Lord of the Rings: The Battle for Middle-Earth II
Slide https://i.imgur.com/5JMb1eb.jpg
Trailers e GamePlays de The Lord of the Rings: The Battle for Middle-Earth II
Vídeo do YoutubeRXBEZEpYek5Bbmc=
Datas de Lançamento de The Lord of the Rings: The Battle for Middle-Earth II
PlataformaRegiãoData
ComputadorAmérica do Norte2 de Março de 2006
ComputadorEuropa3 de Março de 2006
Xbox 360América do Norte5 de Julho de 2006
Xbox 360Europa14 de Julho de 2006
Classificação Indicativa de The Lord of the Rings: The Battle for Middle-Earth II
PEGI 12
PEGI 12
Neste game o jogador pode ser exposto a violência de natureza ligeiramente mais explícita, desde que seja direccionada para personagens fantasiosas. Contudo, qualquer violência contra personagens de aspecto humano ou contra animais reconhecíveis deve continuar a ser não explícita. Poderá ser apresentada nudez de natureza ligeiramente mais explícita. Eventual linguagem inapropriada tem de ser suave e não pode conter expletivos sexuais.
Jovens
Jovens (T)
Títulos classificados como T "Teen" (Jovens) têm conteúdos adequados para as idades de 13 anos ou mais. Títulos nesta categoria podem conter violência, temas sugestivos, humor negro, sangue mínimo, apostas simuladas, e/ou uso de linguagem pesada.