Uma única montaria que a Blizzard fez para WoW gerou mais dinheiro que StarCraft II

Uma única montaria que a Blizzard fez para WoW gerou mais dinheiro que StarCraft II

Ex-desenvolvedor de StarCraft II: WoL brinca que a situação é praticamente um 'meme'.
#Curiosidades Publicado por Bully Maguire, em

Jason Hall, atualmente desenvolvedor independente e ex-funcionário da Blizzard, já há algum tempo compartilha algumas histórias realmente interessantes de sua longa carreira na indústria. Algumas são verdadeiramente perspicazes, enquanto outras podem parecer deprimentes.

Como Hall disse em um de seus vídeos, ele trabalhou dois anos extras em StarCraft 2: Wings of Liberty. E o jogo inteiro acabou rendendo menos dinheiro para a Blizzard do que uma única montaria no World of Warcraft.

[...] Uma microtransação de montaria de US$ 15 rendeu mais dinheiro do que StarCraft 2.”, disse Hall.

Não está claro a qual montaria ele se referiu especificamente, mas dada a data de lançamento de Wings of Liberty (27 de julho de 2010), este é provavelmente o infame Celestial Steed, também conhecido como Sparkle Pony, que foi introduzido em abril de 2010.

SUhacnUtNk04Qlk=

A montaria, no entanto, custou US$ 25 no lançamento, e não US$ 15, mas definitivamente causou rebuliço (e controvérsia) na comunidade WoW. Apenas três horas após seu lançamento, o Celestial Seed gerou um engajamento de 140 mil pessoas, resultando em uma receita de milhões de dólares.

Sem falar em todo o dinheiro que a montaria ganhou desde então.

“Esse é o meme completo, cara”, disse Hall. “Você está se perguntando por que essas empresas fazem microtransações, é porque os idiotas continuam comprando todas elas."

StarCraft 2: Wings of Liberty vendeu 1,5 milhão de cópias nos primeiros dois dias, ultrapassando a marca de 6 milhões no final de 2012. Em 2017, a Blizzard tornou o jogo gratuito para jogar, e a receita vitalícia do jogo permanece não revelada (como com Celestial Steed).

Jason Hall dá sua opinião sobre a pirataria global de jogos

IMAGEaHR0cHM6Ly9jZG4uY2xvdWRmbGFyZS5zdGVhbXN0YXRpYy5jb20vc3RlYW0vYXBwcy81NjczODAvc3NfNmQ2Yzk0YTI3ZDIzOTUyNjMyN2VmMDRmNTI0MTFmMGNkNGE4OWM1NS4xOTIweDEwODAuanBnP3Q9MTY3MTE4NDc0OQ==

Todo desenvolvedor independente sabe da importância dos preços regionais, e Hall provou que é melhor localizar seu jogo e seu preço usando 'Heartbound' como exemplo.

No Brasil, atualmente custa US$ 4,06, bem abaixo do preço base dos EUA de US$ 9,99 (via SteamDB). Como resultado, o país foi responsável por 20-25% do rendimento global do estúdio Pirate Software.

“Se você tiver um problema com a pirataria, e for generalizada, será uma questão de custo ou de distribuição”, disse Hall. “Se você tem problemas com pirataria, são alguns caras [que] geralmente são apenas idiotas.

O que é mais engraçado para mim é que a grande maioria das pessoas que pirateiam o jogo e depois entram em contato comigo são dos Estados Unidos.”

Bully Maguire
Bully Maguire #macmi

Ele é foda, ele toma leite e come biscoitos, uma fera enjaulada, uma máquina, ele é Bully Maguire.

Usuário do Site
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.