Microsoft busca aprovação no Reino Unido ao vender direitos de jogos em nuvem da Activision Blizzard para a Ubisoft

Microsoft busca aprovação no Reino Unido ao vender direitos de jogos em nuvem da Activision Blizzard para a Ubisoft

A CMA bloqueou o acordo entre Microsoft e Activision Blizzard nos termos originais.
#Games Publicado por coca, em

Nos últimos meses toda a indústria acompanhou de perto a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft e como não é segredo, diversos mercados já aprovaram a compra, no entanto, outros são contra.

Um desses mercados é o próprio CMA do Reino Unido, que está tentando a todo custo melar essa compra. Agora, saíram as novas informações e a Microsoft busca aprovação no Reino Unido ao vender direitos de jogos em nuvem da Activision para a Ubisoft.

Leia Também:

  1. Vaza a data de lançamento de Tekken 8
  2. Alone in the Dark - Novo game da franquia reimagina a história original e será lançado em outubro

Desde Abril deste ano a Microsoft está tentando fazer com que o CMA reconsidere sua decisão original em Abril, que foi bloquear a aquisição. Mas hoje o CMA declarou o seguinte: "As alegações da Microsoft não forneceram qualquer base para uma alteração na decisão original de proibição. Estamos impondo uma Ordem Final (Final Order) que proíbe o acordo original em base mundial."

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy82OC9hLWNvbXByYS1kYS1hY3RpdmlzaW9uLWJsaXp6YXJkLXBvZGUtc2VyLXVtLWdyYW5kZS1wcm9ibGVtYS1wYXJhLW9zLWpvZ29zLWluZGllcy1uby14Ym94LWdhbWUtcGFzcy0wNjcyNzEuanBn

A Microsoft respondeu:

"Hoje, estamos dando mais um passo importante em relação a essa transação. Para lidar com as preocupações sobre o impacto da aquisição proposta no streaming de jogos em nuvem levantadas pela Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido, estamos reestruturando a transação para adquirir um conjunto mais limitado de direitos."

"Isto inclui a execução de um acordo efetivo no fechamento de nossa fusão que transfere os direitos de streaming em nuvem para todos os jogos atuais e futuros da Activision Blizzard para PC e consoles lançados nos próximos 15 anos para a Ubisoft Entertainment, uma das principais editoras de jogos globais. Os direitos serão perpétuos."

"Como resultado do acordo com a Ubisoft, a Microsoft acredita que sua proposta de aquisição da Activision Blizzard representa uma transação substancialmente diferente sob a lei do Reino Unido em comparação com a transação que a Microsoft submeteu para a consideração da CMA em 2022."

"Sendo assim, a Microsoft notificou hoje à CMA a transação reestruturada e espera que os processos de revisão da CMA possam ser concluídos antes do prazo de 90 dias de prorrogação em seu acordo de aquisição com a Activision Blizzard expirar em 18 de outubro."

"Na transação reestruturada, a Microsoft não estará em posição de lançar jogos da Activision Blizzard exclusivamente em seu próprio serviço de streaming em nuvem - Xbox Cloud Gaming - nem de controlar exclusivamente os termos de licenciamento dos jogos da Activision Blizzard para serviços concorrentes."

Em um comunicado divulgado hoje, a CMA reiterou que estava bloqueando a proposta original e agora consideraria a nova proposta.

"A CMA confirmou hoje que a aquisição da Activision pela Microsoft, conforme originalmente proposta, não pode prosseguir", disse Sarah Cardell, CEO da CMA.

"Separadamente, a Microsoft notificou um novo e reestruturado acordo, que é substancialmente diferente do que foi apresentado anteriormente. Como parte deste novo acordo, os direitos de streaming em nuvem da Activision fora do EEE serão vendidos a um concorrente, a Ubisoft, que poderá licenciar o conteúdo da Activision para qualquer provedor de jogos em nuvem."

"Isso permitirá que os jogadores acessem os jogos da Activision de diferentes maneiras, incluindo por meio de serviços de assinatura multigames baseados em nuvem. Agora, analisaremos esse acordo por meio de uma nova investigação da Fase 1."

"Isto não é um sinal verde. Analisaremos cuidadosa e objetivamente os detalhes do acordo reestruturado e seu impacto na concorrência, incluindo os comentários de terceiros."

"Nosso objetivo não mudou - qualquer decisão futura sobre este novo acordo garantirá que o mercado crescente de jogos em nuvem continue se beneficiando de concorrência aberta e eficaz, impulsionando inovação e escolha."

Como podemos ver na resposta do CMA, essa mudança por parte da Microsoft em vender os direitos para a Ubisoft foi bem recebida, mas eles deixam bem claro que vão continuar analisando.

Fonte: VGC
coca
coca

Me segue lá no Twitter.

[email protected]

Equipe do Site, Narnia do oeste ao lado sul do norte meio oeste
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.
Publicações em Destaque