Haddad pretende voltar a cobrar impostos de videogames no Brasil

Haddad pretende voltar a cobrar impostos de videogames no Brasil

A medida é apoiada por Lula.
#Games Publicado por coca, em

Fernando Haddad, disse nesta quarta-feira (1º) que deve iniciar ainda neste mês a reversão da política de desoneração de jogos eletrônicos no Brasil. A medida, implementada pelo governo de Jair Bolsonaro, tinha como objetivo agradar o eleitorado jovem.

Haddad disse que a medida tem o apoio do presidente Lula e que depende de uma estimativa mais precisa do montante que pode ser arrecadado com a tributação dos jogos e componentes eletrônicos. O ex-prefeito não revelou o valor que o país deixa de arrecadar, mas afirmou que é um valor expressivo, na casa dos bilhões.

Leia Também:

  1. Produtor de Final Fantasy XVI explica por que eles assinaram um contrato de exclusividade com a Sony
  2. Terceira temporada de Demon Slayer chega em Abril e novo trailer foi divulgado

IMAGEaHR0cHM6Ly9zdGF0aWMuZ2FtZXZpY2lvLmNvbS9pbWFnZW5zX3VwL2JpZy84Ny8wODY0MDUuanBn

"A gente manda pra Casa Civil em março e evidente que a Casa Civil vai chamar os ministérios envolvidos — mas é uma prerrogativa da Fazenda”
"Já falei com o presidente e ele se disse a favor, porque em lugar nenhum lugar no mundo os jogos não são tributados", disse ele.

Em 2018, o governo de Bolsonaro reduziu as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre consoles, jogos e acessórios de 50% para 40%, com o objetivo de agradar os gamers e fãs de jogos eletrônicos. A medida foi anunciada como a quarta redução do tipo pelo governo.

Fonte 1: Oantagonista
Fonte 2: Noticias
coca
coca

Me segue lá no Twitter.

[email protected]

Equipe do Site, Narnia do oeste ao lado sul do norte meio oeste