Bobby Kotick garante que aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft não é prejudicial a concorrência

Bobby Kotick garante que aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft não é prejudicial a concorrência

Confiante de que a compra será concluída, o executivo enviou uma carta ao seus funcionários na última segunda-feira falando sobre a transação
#Games Publicado por Billy Butcher, em

A Comissão Europeia lançou a fase 2 da investigação sobre o acordo entre a Microsoft e a Activision Blizzard durante a tarde dessa terça-feira, 8 de novembro, após a dona do Xbox ter divulgado sua resposta as questões trazidas sobre a exclusividade de Call of Duty nas suas plataformas.

Bobby Kotick, o atual CEO da Activision Blizzard que esteve na tempestade nos últimos meses pelo escândalo relacionado a casos de assédio e discriminação dentro da empresa, diz estar confiante de que o negócio será concluído dentro do atual ano fiscal.

Em carta aos membros da Activision durante o fim da segunda-feira de ontem, 7 de novembro, Kotick disse que a aquisição, embora seja muito crucial para o crescimento e futuro da empresa, não prejudicará a concorrência do setor, como o antitruste brasileiro já apontou:

"Equipe, eu queria tirar um momento desse período agitado para fornecer uma atualização sobre nosso progresso para concluir nossa fusão com a Microsoft. À medida que a concorrência aumenta globalmente de empresas com grandes pools de talentos e recursos, torna-se parte de uma empresa com acesso para talentos mundiais nos ajudará a preencher as milhares de vagas abertas que teremos nos próximos anos."

"Estamos e estaremos em forte competição para atrair e reter o talento de que precisamos para criar conteúdo que atenda às demandas de nosso crescente público. Juntar-se à Microsoft nos ajudará a realizar melhor nossas ambições e atender aos altos padrões de nosso público."

"Como dissemos quando anunciamos nossa fusão, este é um processo longo. Já recebemos aprovações de países como o Brasil. Após uma análise cuidadosa da transação, a Autoridade Brasileira chegou à conclusão de que operamos em um setor altamente dinâmico e competitivo, e que nossa incorporação ao Microsoft Gaming não prejudicará a concorrência de forma alguma."

"Continuamos a trabalhar com reguladores em outras jurisdições e o processo está progredindo conforme planejado. Nós entendemos o negócio de videogames. Esta semana, a Comissão Europeia anunciou que entramos na segunda fase de nossa revisão na região."

"Trabalhamos em estreita colaboração com a Microsoft para envolver ativamente os reguladores em outros países importantes para responder às suas perguntas e fornecer informações úteis para sua análise. [...] Quero agradecer a cada um de vocês por seu trabalho incansável e compromisso para concluir esta fusão, que continuamos esperando fechar no atual ano fiscal que termina em junho de 2023."

As respostas finais de meios como a Comissão Europeia, CMA e FTC deverão ser divulgadas em março de 2023, com a conclusão da compra sendo finalizada em junho de 2023, mês no qual o novo fiscal da Microsoft será iniciado.

Kotick e as principais mentes da Activision Blizzard compartilharam estarem trabalhando lado-a-lado com a Microsoft para que a compra seja efetivamente completada, com as novidades sobre o futuro da união entre a editora de Call of Duty com o Xbox sendo compartilhados em eventos especiais que serão realizados ao longo do segundo semestre de 2023.

Fonte: MP1ST
Billy Butcher
Billy Butcher #BillyButcher

Um grande fã de jogos e filmes dos gêneros Stealth e Ficção-Científica.

Tenho uma paixão imensa pela franquia Metal Gear Solid, na qual considero a minha favorita, porém também sou um grande amante das sagas Halo e StarCraft.

Moderador do Site, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Publicações em Destaque
#Games, Por coca,
#Games, Por coca,
#Games, Por VSDias55,