As histórias secundárias da franquia Yakuza | Parte 1

As histórias secundárias da franquia Yakuza | Parte 1

Se você busca por situações estranhas em jogos, este é o lugar
#Artigos Publicado por Sr Ori, em

A série de jogos Yakuza aborda temas sérios de certos períodos do Japão, principalmente em relação ao crime organizado que deu nome ao jogo. Apesar de possuir história fictícia, tanto a cidade quanto diversos temas abordados na história referenciam muito a cultura e história da região, sendo um dos jogos com maior capricho nesse aspecto. No entanto, como todos sabem, existe aquele humor exagerado e situações totalmente sem sentido dentro do jogo, o que inclusive gerou diversos memes da franquia e que são conhecidos até por quem não jogou sequer um jogo.

Essa descontração estranha e às vezes exagerada é mostrada algumas vezes na missão principal, meio que quebrando aquele clima tenso da história. Porém, a maior parte desse humor é encontrado nas missões secundárias opcionais e que são distribuídas pela cidade. A partir daí, a criatividade japonesa é o limite para o que será mostrado, porque mesmo o jogo abordando um tema sério e com mecânica focada em lutas, as missões bem humoradas podem sequer ter uma luta e abordar um tema completamente aleatório e sem sentido.

Com isso em mente, irei abordar algumas dessas histórias que contam com situações bizarras e que muitas vezes causam até desconforto/estranheza para quem está jogando. Então caso estejam jogando ou ainda queiram jogar a franquia e acompanhar as histórias secundárias, e se você se preocupar com spoilers, talvez seja melhor pular os contos relatados logo abaixo.

Emiri, Mach Bowl Receptionist

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS9GYUZFNlVHLnBuZw==

Começando por essa história e que inclusive gerou diversos memes pela internet, ela se passa em um mini jogo de boliche dentro do Yakuza 0. No prédio, Kiryu conversa com a recepcionista do local e joga boliche bem ao estilo de jogos arcade, escolhendo direção e força para rolar a bola e tentar um strike.

Conforme Kiryu for jogando diversas partidas de boliche, o relacionamento com a recepcionista vai crescendo até chegar ao ponto de que, caso o jogador consiga um turkey (no boliche, isso significa acertar 3 strikes seguidos), Kiryu ganhará um prêmio que está reservado para o ganhador.

Após o jogador conseguir essa façanha, a recepcionista conversa com Kiryu e explica que o prêmio para quem conseguiu realizar um turkey é um turkey (turkey em inglês significa peru). Porém, a recepcionista coloca no balcão uma galinha, explicando que o pessoal entregou o pedido cru e nem sequer era um peru.

Kiryu sem entender o que fazer com uma galinha viva, a recepcionista se oferece para criar uma refeição com aquela galinha, já que ela tinha experiência de vida com isso. Porém, Kiryu não quer matar a pobre galinha e decide ficar com ela dessa forma, nomeando-a de "Nugget". A Nugget pode então ser utilizada no minijogo de administração de agências, trabalhando como gerente.

Akiyama Revelations (ladrão de roupas íntimas femininas)

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS84U2pGaHJKLnBuZw==

Em Yakuza 4, Akiyama é um dos protagonistas do jogo e inclusive possui suas próprias missões secundárias. Porém as Akiyama Revelations não são exatamente histórias comuns que vemos durante o jogo, mas são pequenos trechos de ação que são mostrados para que Akiyama aprenda novos golpes. Para que essa situação ocorra, o jogador terá que ligar a câmera do celular para gravar um momento específico de intrigas entre alguns NPC's.

O jogo possui uma missão inicial para mostrar como utilizar essa mecânica, mas logo de início ela se mostra bem estranha. Ao colocar para gravar o momento, o jogo muda para uma cena de ação onde uma mulher está correndo atrás de um pervertido que roubou suas peças íntimas. O pervertido faz diversos malabarismos absurdos para escapar com estilo, mas por conta de um deslize acaba caindo.

Na queda ele até consegue ficar pendurado no soutien que roubou, mas o objeto não aguenta muito tempo. Em sua queda final até o chão o jogo começa a tocar uma música e tudo fica em câmera lenta, criando uma cena que alguns irão achar engraçado mas outros acharão bem bizarro.

M2V3cEdYNFdKcEE=

A ação começa em 2:25

Por fim, como explicado acima qual seria o objetivo dessas Revelations, Akiyama aprende novos golpes assistindo os malabarismos feitos por aquele pervertido e que podem ser utilizados em combates futuros.

Kazuma Kiryu, Professional Voice Actor

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS9ONjd5S3pBLnBuZw==

Essa história acontece em Kiwami 2, onde Kiryu foi convidado para dublar um jogo por conta de sua voz. Após aceitar o desafio, Kikuichi, diretor do jogo que receberá a dublagem, explica que o jogo se trata de um drama adolescente, abordando temas como humanidade, amizade, traição e laços que homens formam ao longo do caminho. Até aí talvez nada parecesse suspeito, até que o nome do jogo é descrito pelo diretor como "Amigo Picante".

Após as devidas explicações, Kiryu ficou encarregado do papel de protagonista e o outro ator, chamado Ryuzaki, dublará o amigo de infância do protagonista. Apesar de relutante sobre ser o protagonista, Kiryu acaba aceitando o desafio.

Quando a parte de dublagem se inicia, ambos os atores (Kiryu e Ryuzaki) interpretam a relação entre os dois amigos que finalmente conseguiram ficar sozinhos em um local. A conversa se desenrola de forma estranha como se um garoto estivesse apaixonado pelo outro, mas a conversa avança mais rápido do que o esperado. Não demorou muito para toda essa conversa já se tornar algo erótico, porém ficando bem explícito quando Kiryu diz: "Sim. Mas é minha primeira vez. Seja gentil comigo".

Como se isso já não fosse estranho o suficiente, a última fala de Kiryu são basicamente alguns gemidos, já não mais insinuando o que todos imaginavam, por outro lado, deixando isso bem claro.

Após o término da dublagem, Kiryu contesta que aquilo não era um drama adolescente, mas sim algum tipo de "jogo sexual". Porém o diretor explica que isso é amado por garotas de todo o país, tratando-se do gênero de jogo "Boys Love", que também pode ser conhecido como Yaoi. Esse gênero tem como foco a relação homoafetiva e até homoerótica entre dois homens.

A história termina com o diretor explicando como esse tipo de gênero é popular entre as garotas e agradece ao Kiryu pela ótima dublagem.

Rising from the Shadows

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS9xWFA1SWpxLnBuZw==

Ainda em Kiwami 2, Kiryu encontra um homem desolado que chama sua atenção. O homem ao vê-lo tenta de toda forma entregar uma fita cassete para ele, dizendo até que se trata de um vídeo erótico. Ao conseguir empurrar de alguma forma a fita para Kiryu, o homem sai correndo sem se explicar.

Kiryu então procura um local específico para assisti-la. Ao encontrar o local e inserir a fita, o conteúdo contido nela parece bastante com aqueles pequenos vídeos aleatórios que possuem um jump scare (susto) no final. O vídeo mostra uma mulher mudando de um lugar para o outro no parque, no fim aparecendo bem próxima a TV. Assustado, Kiryu sai do prédio que tinha entrado para assistir o vídeo.

Na saída do prédio, uma pessoa que se diz Médium pergunta se Kiryu foi amaldiçoado, pois ele consegue ver um espírito de uma garota em seu ombro direito. Com o andamento dessa conversa, o Médium consegue convencer que Kiryu precisa de sua ajuda para expulsar aquele espírito, sendo necessário pagá-lo 100 mil yenes. Antes de Kiryu se direcionar para o local do exorcismo, o homem que o entregou a fita aparece e pergunta se assistiu o vídeo, ficando feliz logo em seguida com a resposta de Kiryu e dizendo que a sua maldição teria acabado. Nesse momento, nada demais acontece e Kiryu segue para o local do exorcismo.

Chegando perto do local, ele vê a mulher que aparecia no vídeo e tenta correr atrás dela, mas perdendo ela de vista bem rapidamente. Então o Médium aparece, cobra aquele valor e começa a sessão de exorcismo. Essa parte do exorcismo se resume a sons e gestos bem estranhos, mas que acabam bem rápido e até mesmo Kiryu chega a contestar isso. Porém o Médium é tão "cara de pau" que além de enganar ainda explica que a maldição, apesar de ter sido desfeita, pode ter deixado aberturas para que outros espíritos o possuíssem, tentando assim vender uma pedra por 300 mil yen para que ele ficasse protegido.

Mas antes de Kiryu pagar por essa pedra, a mulher fantasma que se mostrou para Kiryu anteriormente aparece atrás dele, sendo vista apenas pelo médium. Assustado, o médium explica que aquilo tudo era armação e sai correndo.

Finalizando, a fantasma aparentou querer agarrar Kiryu pelas costas, mas acidentalmente ele deixou cair a fita e nada aconteceu. A história termina assim, sem uma conclusão e de forma bem estranha.

Knee Deep in Trouble

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS9vbTAwaWZULnBuZw==

Para finalizar essa primeira lista, ainda em Kiwami 2, existe uma história que se passa no banheiro do parque, na parte noroeste de Kamurocho. Ao se aproximar do banheiro, é possível ler alguns textos vindo da cabine trancada, indicando gemidos de alguém.

Aproximando-se da cabine em que a pessoa está trancada, ela implora para alguém a ajudar. Kiryu estranha o pedido e pergunta se está tudo bem ali dentro, mas o homem acaba dizendo que não está nada bem. Primeiramente Kiryu pensa que ele está preso por conta da porta, mas o homem confirma que não seria isso.

Kiryu então imagina que isso possa ser algum problema de saúde e inicia uma ligação para chamar a ambulância para o local. Porém, quando ele começa a falar ao telefone, o homem pede para desligar e finalmente admite que sujou as calças. O homem ainda complementa com "parece que acabei de atravessar um rio de pudim de chocolate na altura do joelho". Então finalmente Kiryu entende o motivo do cheiro e desliga o telefone.

Após ficar claro o que aconteceu ali, o homem pede para Kiryu comprar uma nova cueca que "não esteja marcada como uma zona de guerra com pitadas de milho". Nessa parte, o jogador deve ir a uma loja, comprar a peça íntima para o homem e levar até o banheiro que ele está trancado.

Ao entregar a peça íntima ao homem, ambos saem do banheiro e finalmente se cumprimentam. O homem explica que é o zelador do local e nesse dia, de repente, sentiu uma forte dor no estômago e tentou correr para o sanitário. Porém correr fez as coisas ainda piores e ele acabou se sujando todo.

Depois de toda essa explicação, Kiryu como um bom homem que é, explica que cagar é uma coisa natural. Ele acrescenta que "você não é a primeira pessoa que passou por isso e não será a última". O zelador fica muito agradecido pelas palavras de Kiryu e entende que até mesmo os adultos se cagam às vezes.

Finalizando, o zelador pergunta se Kiryu já passou por isso alguma vez, mas ele responde que não. Um pouco triste com a resposta de Kiryu, o zelador ainda assim agradece a ajuda e diz que, se algum dia ele passar por uma "situação de merda", basta apenas ligar que ele irá ajudar.

Concluindo...

Essas foram algumas das histórias que são contadas em missões secundárias da franquia, trazendo muito humor e estranheza ao mesmo tempo. É bem legal inclusive de ver um contraste que o estúdio Ryu Ga Gotoku (criador da franquia Yakuza) consegue dar aos seus jogos, criando uma história e personagem totalmente sérios ao mesmo tempo que o mesmo personagem consegue participar de histórias completamente absurdas.

Obviamente que a franquia composta por um total de 8 jogos não possui apenas essas histórias absurdas, mas para não ficar muito extenso o texto citei apenas algumas delas. Provavelmente existirá uma próxima parte com novas citações de histórias estranhas que Kiryu e talvez o novo protagonista da série, Kasuga Ichiban, passaram em seus jogos.

Sr Ori
Sr Ori #luhckaz100

Fã de yakuza e jogos que trazem experiências criativas e diferentes das que já tive.

Colaborador do Site
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.
Publicações em Destaque