História da franquia Minecraft

História da franquia Minecraft

Um dos jogos mais amados e jogados do mundo
#Artigos Publicado por Sr Ori, em

Minecraft é um fenômeno no mundo dos jogos e continua sendo um sucesso até hoje. Mesmo sendo "lançado" em meados de 2009 e tendo diversas alterações com o passar do tempo, ainda continua sendo muito jogado. O jogo hoje em dia se encontra como um dos jogos mais vendidos da história e sempre aparece em algum momento na lista dos mais vendidos da semana ou do mês de algum país. Todo esse sucesso se deve muito a ótima ideia que o jogo abordou, gerando mundos procedurais consistentes, sempre tendo conteúdos novos e incentivando a criação de conteúdo de jogadores para outros jogadores. Por isso, é interessante conhecer um pouco da história e mudanças do jogo que o fizeram ser o que é hoje, principalmente na parte de ser tão amado pelos jogadores ao longo dos anos.

Iniciando em maio de 2009, Markus Notch Persson, o criador de Minecraft e mais conhecido como Notch, lançou a primeira versão de testes para seu jogo nomeado Minecraft, contendo alta inspiração em Infiniminer como dito por ele. A partir daí, o jogo foi altamente comentado pelo público e bastante elogiado, além é claro de realizarem perguntas sobre o jogo e seu futuro. E uma das respostas interessantes do Notch naquela época é que ele gostaria que o jogo tivesse 4 modos: sobrevivência e criativo que todos já conhecem, e um modo de sobrevivência com times e outro focado na interação entre jogadores com minijogos.

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS8yaDNjNU1oLnBuZw==

A primeira versão do jogo foi chamada de classic, onde Notch desenvolvia elementos como os modos sobrevivência, criativo e o multiplayer entre jogadores enquanto a comunidade auxiliava nos testes. Isso se desenrolou até junho de 2010 quando finalmente ele decidiu lançar a versão alpha onde as pessoas poderiam contribuir financeiramente comprando o jogo e acreditando no projeto, juntamente com a promessa de que essas mesmas pessoas que compraram teriam uma cópia vitalícia do jogo mesmo que houvessem atualizações futuras e o lançamento oficial. Por conta disso, Notch conseguiu trabalhar em tempo integral no projeto por causa das altas vendas e assim agilizar diversas melhorias para o jogo.

No fim de 2010, 6 meses após o lançamento da versão alpha do jogo, Notch decidiu já lançar sua versão beta e aumentar o valor do jogo para novos jogadores que quisessem embarcar nos testes do projeto e até se divertir com o que já tinha criado. Essa fase beta foi focado na estabilidade (pois no início haviam muitos crashes) e em novos conteúdos para o jogo. Para se ter uma ideia, em algumas versões da beta sequer víamos alguns elementos que hoje em dia são básicos no jogo, como alguns mobs, fome, itens dourados e muitas outras melhorias que ajudaram o jogador a ter mais interesse no Minecraft.

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS8wbWZCSTduLnBuZw==

Outro ponto importante sobre a beta é que foi nela que começaram as criações da comunidade, como skins dos personagens, mapas e mods que adicionam conteúdos. Apesar de que na maior parte das vezes esses conteúdos eram bem simples por ser um jogo muito novo e por provavelmente haver limitações da época. A parte interessante é que com esses mods, a comunidade basicamente entregava indiretamente ideias para o Notch e que foram implementadas oficialmente durante vários anos dentro do jogo, dando os devidos reconhecimentos ao criador original da ideia. Mas não apenas sendo implementados nos jogos originais, esses conteúdos criados por outros jogadores (ou pessoas que gostavam apenas de criar) movimentaram tanto a comunidade do jogo que tiveram mods e mapas famosíssimos e bastante memoráveis por conta disso. Os mods e mapas incluíram ideias nunca antes pensadas para o jogo, como armas de fogo, necromancia, exploração espacial, dungeons, cuidar de animais e muito mais.

Slide https://i.imgur.com/WXQRpaI.png;;;https://i.imgur.com/JRzXj9o.png;;;https://i.imgur.com/s4EbNXC.png;;;https://i.imgur.com/2OAbAaj.png;;;https://i.imgur.com/D2NCYr8.png

Voltando ao assunto da versão beta, ela se encerrou em novembro de 2011 e finalmente o jogo pôde ser lançado e receber críticas sobre sua qualidade. Além disso, o jogo sofreu outro aumento após o lançamento, mas não sendo necessário comprar novamente para quem já o tinha adquirido nas etapas alpha ou beta, assim como prometido.

Menos de um mês após o lançamento do jogo, Notch perdeu a direção criativa do jogo e Jens Peder Bergensten assumiu. Pouco tempo depois a Mojang anunciou a contratação de pessoas que trabalharam no Bukkit (uma plataforma popular de servidor) com o objetivo de melhorar o suporte a mods e implementações no servidor. Isso facilitou muito para a criação dos famosos mods que citei anteriormente e também popularizou bastante a instalação conjunta de vários mods ao mesmo tempo.

A partir daí, Minecraft basicamente foi recebendo apenas melhorias de conteúdo, auxiliando a comunidade a fazer suas próprias criações e jogar as criações de outras pessoas. Porém, ainda em 2011, eles decidiram lançar Minecraft Pocket Edition, que era basicamente uma versão de Minecraft para celulares Android. Ele não tinha vínculo algum com o Minecraft de computador feito em java, e ainda era muito limitado, possuindo apenas o modo criativo em seu lançamento. E assim, eles foram melhorando ambas as versões com o passar dos anos, mas com foco no seu maior sucesso que era até então nos computadores.

RDJaOW9LVHp6ck0=

Em 2013, Minecraft recebeu uma versão específica para Xbox 360 e PlayStation 3, sendo uma versão semelhante a do PC mas mais antiga e com as devidas limitações. Como em 2013 sabemos que também houve o lançamento do PlayStation 4 e Xbox One, o jogo recebeu uma nova versão para esses videogames em 2014 e que foi sendo atualizada com o tempo até ser igual a do PC. No fim de 2015 o Wii U também recebeu uma versão de Minecraft própria em 2015 e igualmente o 3DS em 2017, mas o Nintendo Switch recebeu a mesma versão do Xbox One e PlayStation 4 pouco tempo após ser lançado e continua recebendo atualizações até hoje.

Após anos de melhorias para o jogo, Minecraft foi comprado pela Microsoft em 2014 por 2,5 bilhões de dólares, fazendo com que o Notch basicamente se aposentasse após a venda do seu trabalho de anos. E apesar de pertencer a Microsoft e principalmente a sua divisão Xbox, a Mojang tinha e tem até hoje total autonomia para decidir o que fazer com o jogo. Esse foi um contrato bem diferente do convencional e certamente houve influência direta do Phil Spencer, que se tornou chefe da divisão Xbox meses antes da compra ser feita. A partir daí, o jogo continuou melhorando em quantidade de conteúdo seguindo uma metodologia um pouco parecida com a que já era utilizada antes da compra. Mas além disso, o jogo também passou por alguns testes de desenvolvimento e mudanças, principalmente por ter uma grande corporação de tecnologia por trás para auxiliar, como por exemplo:

  1. Adaptação do jogo para o dispositivo Hololens (realidade aumentada) da Microsoft, mas que provavelmente falhou por conta do seu preço absurdo;
  2. Grandes melhorias na versão Pocket Edition para dispositivos móveis;
  3. Criação da versão Windows do Minecraft para PC e unificação com a versão de dispositivos móveis e videogames;
  4. Aluguéis para criar seu próprio servidor com 1 clique e chamar amigos facilmente;
  5. Criação da loja para compra de conteúdos extras para o jogo.

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS9tRDhOQng0LnBuZw==

Além dessas mudanças que houve no jogo, Minecraft acabou se tornando uma franquia nas Mãos da Microsoft por conta de ter lançado e continuar lançando o mesmo jogo mas de diferentes gêneros, mantendo a temática que caracteriza Minecraft (personagens, design, monstros, itens etc). Minecraft Story Mode foi um exemplo de jogo que segue essa lógica, tendo sido feito pela Telltale e não mais se tratando de um jogo sobre sobrevivência e criação de construções, mas sim sobre decisões na história e mecânicas de point-and-click.

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS9vVzlxWnpHLnBuZw==

Mas claro que a franquia não parou por aí, tendo um novo jogo de realidade aumentada para celulares em 2019 mas que acabou sendo descontinuado pela Mojang em 2021. Outro jogo lançado por ela foi Minecraft Dungeons que, apesar de não fazer tanto sucesso quanto o jogo original, ao menos conseguiu seu público e continua recebendo atualizações excelentes. Minecraft Dungeons segue uma ideia bem parecida com Diablo e outros jogos do estilo, mas mesclando a mecânica desse gênero com os itens e toda a temática de Minecraft para ser um diferencial em relação aos outros, principalmente para o público que é fã de Minecraft ou ao menos já jogou o jogo.

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLmltZ3VyLmNvbS9lSkxvdGVPLnBuZw==

Não parando por aí, no mais recente evento do Xbox, foi anunciado que Minecraft também será um jogo de estratégia em tempo real com o mais novo lançamento de Minecraft Legends, em 2023. Isso mostra que a franquia pode abranger diversos gêneros e se manter relevante ainda por muitos anos ao mesmo tempo que é altamente lucrativa. Também já existem rumores de que além desse jogo, outros novos jogos estão em desenvolvimento e poderão utilizar essa temática de Minecraft como complemento.

TUtiZlRGdi14UkE=

Então dá pra notar pelo histórico que essa franquia foi uma surpresa para a indústria de jogos e influenciou diversos outros jogos a criarem algo parecido ou até melhorarem o que foi criado. Pelo sucesso de alguns projetos e planejamento do futuro, poderemos ver essa franquia sendo ainda um sucesso por diversos anos à frente, principalmente ao abranger diversos gêneros com essa temática já conhecida e amada por muitos.

Sr Ori
Sr Ori #luhckaz100

Fã de yakuza e jogos que trazem experiências criativas e diferentes das que já tive.

Colaborador do Site
Publicações em Destaque
#Descontração, Por coca,
#Games, Por coca,
#Games, Por VSDias55,