Josef Fares: O homem do momento

Josef Fares: O homem do momento

Indo de F*ck the Oscars até o grande Game of the Year.
#Artigos Publicado por ZeroJimmy, em
Um sonho frustante

O mundo dos jogos é recheado de figuras curiosas e únicas. Pessoas incríveis, que trazem diferentes visões para a arte dos jogos. Aqui, podemos encontrar Josef Fares, o homem que não mede palavras na hora de falar e entrega todo amor e carinho ao mundo que escolheu seguir como carreira. Criando jogos únicos e com mensagens poderosas.

Josef Fares é um ex-cineasta da indústria do cinema nascido em Beirute, Libano em 19 setembro de 1977 mas se mudando para Suécia aos 10 anos. Jose ficou famoso por seguir uma linha única de filmes, Josef sempre se mostrou esperançoso na arte do cinema querendo trazer felicidade aos outros e criar cosias diferentes. Com clássicos filmes suecos como Zozo que conta a história de um garoto tentando sobreviver em meio a guerra. Kopps, uma divertida comédia com policias atrapalhados, a comédia Jalla! Jalla! o filme de estreia de Josef na carreira como diretor, e seu último filme, Balls.

IMAGEaHR0cHM6Ly93d3cubW9udGFnZW1mb3Rvcy5jb20uYnIvdG1wLzE3LzE2MzkxNTY3Mjc0NDYzLkpQRw==

Pouco tempo depois de entrar nesse ramo, Josef não se sentia confortável nessa que um dia foi sua carreira dos sonhos. Pouco reconhecido, muitas obras foram deixadas de lado e até mesmo o descaso com alguma delas foram feitas. Mesmo ganhando alguns prêmios por seus longa-metragem, Josef queria mais, sentia necessidade de contar suas histórias de outro jeito, uma forma que fizesse seu público participar do que acontecia na tela.

Brothers: A Tale of Two Sons
Um homem e seu sonho que poucos acreditavam

IMAGEaHR0cHM6Ly9jZG4wMi5uaW50ZW5kby1ldXJvcGUuY29tL21lZGlhL2ltYWdlcy8xMF9zaGFyZV9pbWFnZXMvZ2FtZXNfMTUvbmludGVuZG9fc3dpdGNoX2Rvd25sb2FkX3NvZnR3YXJlXzEvSDJ4MV9OU3dpdGNoRFNfQnJvdGhlcnNBVGFsZU9mVHdvU29uc19pbWFnZTE2MDB3LmpwZw==

Uma nova jornada e um novo e um novo horizonte. Josef Fares se distanciou da carreira de cineasta e se aprofundou no mundo dos jogos.

P13, esse era o nome do seu primeiro projeto, algo novo para Fares, que na época tinha uma ambição de fazer o novo. Trazer uma mensagem profunda de modo único e que tocasse as pessoas. Quase nenhum estúdio achou interessante a ideia proposta por Josef, alguns diziam que o jogo não iria fazer sucesso e não daria certo. Mas astuto diretor continuou persistindo no seu sonho, até que encontrou alguém que apoiasse sua visão. Junto a Starbreeze Studios e a editora 505 Games, Josef colocou toda sua imaginação e ideias pra fora, tentando algo novo e trazendo uma nova perspectiva aos jogos.

Brothers: A Tale of Two Sons nasceu no dia 7 de agosto de 2013, uma obra que recebeu aprovação de todos logo de cara. Um jogo lindo, profundo e diferente do que estávamos acostumados. Trazendo dois irmãos controlados por uma pessoa. Sim, você usa um controle para movimentar os dois irmãos, com cada lado do controle fazendo a movimentação e a interação de cada irmão. Um irmão mais velho cuidado de seu irmão mais novo, passando por diversos desafios e usando suas características pra isso. O irmão mais velho podia puxar ou empurrar coisas enquanto o mais novo se esgueirava em buracos pequenos ou de difícil acesso.

O jogo tinha um diálogo incomum e que para muitos, parecia de outro mundo. O Árabe Libanês foi usado para as falas, o que casou estranheza em muitas pessoas por não entenderem a historia do jogo. Mas o foco não era esse, mas sim que o jogador entendesse o que acontecia, com as ações dos personagens e o tudo que acontecia em volta deles.

Brothers: A Tale of Two Sons rapidamente recebeu notas altas em todas plataformas que foi lançado, recebendo altíssima aprovação tanto da mídia especializada como dos jogadores. Isso foi essencial para que Josefcontinuasse sua jornada no novo mundo.

Hazelight Studios e A Way Out
A jornada continuava

IMAGEaHR0cHM6Ly9leHRlcm5hbC1wcmV2aWV3LnJlZGQuaXQvRTFtN3VHNlUzOVBnbzFEUmJ6YkQ1V19uX0RFOFVlekZfYW1ZYXdoTmRGWS5qcGc/YXV0bz13ZWJwJnM9OGI4ZjUzNTIwMDY2ODU1NGYwYzBmZWU3NjcwM2E3ZTg0MTEzYmJiYQ==

Após seu primeiro sucesso no mundo dos games, Fares queria mais, queria surpreender mais e inovar mais. No dia 7 de agosto de 2014 (sim 7 de agosto de novo haha), Josef Fares fundou o que vem a ser seu novo mundo, a Hazelight Studios.

Esssa é uma companhia de desenvolvimento de jogos com a ambição de sempre melhorar o que já é bom. Após uma fracassada tentativa de parceria com a Microsoft Studios para seu primeiro projeto em 2015, a Hazelight se juntou com a Electronic Arts por meio do seu selo de publicação de jogos independentes, EA Originals, para trazer jogos com uma jogabilidade inovadora e que tragam mensagens que toquem as pessoas.

IMAGEaHR0cHM6Ly9tLm1lZGlhLWFtYXpvbi5jb20vaW1hZ2VzL1MvYXBsdXMtbWVkaWEvdmMvMjczZWI0M2ItM2Y3Yi00ZWZkLWJmZjktYTk4MDdlYTZhMjQ4LmpwZw==

23 de março de 2018 nascia A Way Out, um jogo considerado estranho no começo, mas que provocou a curiosidade de muitos. Contando com a tela é dividida em duas, mudando seu formato conforme a história é contada e os jogadores interagem com o mundo a sua volta, uma historia entre dois detentos que planejam uma fuga da cadeia mas precisam trabalhar juntos para conseguir. No começo o jogo parecia ter uma história considerada mais do mesmo, mas com o desenrolar da trama, vai se desenvolvendo algo único e cativante. A proposta aqui é a mesma de Brothers, mas agora você depende de outra pessoa para ajudar na jornada.

Josef Fares viu ali, que finalmente tinha alcançado o que sonhava e de vez, decidiu sair dos filmes e embarcar cada vez mais no mundo dos jogos. A Way Out foi um sucesso mesmo recebendo algumas criticas negativas mas cumpriu o que prometia Fares. Um jogo imersivo, profundo, que unia as pessoas e trazia uma mensagem única. Um sistema cooperativo único e distinto de outros do gênero.

Uma curiosidade é que o Vice-presidente executivo (EVP) da Electronic Arts naquele período, Patrick Söderlund, foi atrás de Fares depois de ter amado sua obra Brothers. Na época, Josef ficou cético por conta da má fama da Electronic Arts, mas Patrick Söderlund deixou claro que Josef teria controle absoluto da sua obra e receberia um grande financiamento para por em pratica suas ideias.

F$CK THE OSCARS

Josef Fares já era considerado um visionário no seu ramo, sempre tentando trazer coisas novas e com propostas parecidas mas únicas. Um homem que falava com o coração, sem se prender em pensar duas vezes antes de falar. Deu seu discurso provocativo mas inteligente no The Game Awards (TGA) 2017 onde falou da sua parceira EA e suas práticas nada amigáveis de micro-transações e DLC's abusivas e também de seus projetos ao lado da mesma. Falou do seu amor pela arte dos jogos e que era apaixonado pelo que fazia. No mesmo discurso, Josef falou de como o Oscar tratava com descaso o mundo dos jogos e mandou um belo "F$UCK THE OSCARS" ao vivo para milhões de espectadores. Geoff Keighley, apresentador e criador da TGA, ficou perplexo com o discurso emotivo e as palavras mapeadas de Fares.

O diretor, com seu discurso, acabou se tornando um mito, mas além disso, ele se tornou um grande meme na internet, sendo considerado um homem talentoso e com ideias bastante originais, mas o melhor, ele foi descrito como um homem sem qualquer tipo de pudor na hora de falar o que pensa.

IMAGEaHR0cHM6Ly9pLnl0aW1nLmNvbS92aS9aVnl5dHYwSGRZZy9tYXhyZXNkZWZhdWx0LmpwZw==

IT TAKES TWO vs Take-Two Interactive
O sucesso que causou inveja em um "deus"

Quem diria, um homem, um sonho, uma frustração e um novo caminho. Josef Fares conseguiu o que muitos querem, se reinventar e nunca desistir. Após dois sucessos, Fares decidiu que não era hora de parar, mas sim de ir mais longe, buscando ainda mais inovações. Ao lado da EA e seu estúdio Hazelight, Fares, a parceria continuou a fluir com toda liberdade criativa e recursos para uma nova jornada.

Nascia então o nosso querido e amado It Takes Two, um jogo lindo, comovente e que mostrou que alta qualidade está nos mínimos detalhes.

IMAGEaHR0cHM6Ly9kYXRhMi5vcmlnaW4uY29tL2Fzc2V0L2NvbnRlbnQvZGFtL29yaWdpbngvd2ViL2FwcC9nYW1lcy9pdC10YWtlcy10d28vaXQtdGFrZXMtdHdvL3ByZW1pZXJmZWF0dXJlL0lUVF9wZHBfcHJlZmVhdHVyZV9hY2NvbGFkZXNfZW5fd3dfdjIuanBnLzk0NmNiN2NhLTE5NTUtNDE1NC1hMjI3LTEwYjIyYmIyMTJlZi9vcmlnaW5hbC5qcGc=

Josef Fares queria levar seu potencial criativo com jogos cooperativos a outro nível, trazendo uma dinâmica nova e ainda mais próxima do jogador. It Takes Two deu as caras em junho de 2020 na transmissão do EA Play Live, causando curiosidade em muitos, mas sendo considerado um projeto ambicioso. Por conta disso, a EA continuou a acreditar em Josef, dando total liberdade para que ele pudesse trazer o novo a todos.

It Takes Two foi lançado em março de 2021, causando espanto a todos pela sua incrível qualidade e seu jeito fofo mas profundo de contar uma historia. A critica logo de cara se apaixonou pelo jogo, notas altas e ate mesmo os usuários céticos e que não acreditavam, depois de jogar tiveram outro pensamento sobre a obra. O jogo era sucesso absoluto.

Na historia, temos May e Cody um casal que está com sérios problemas em sua relação, prestes a se separar. Com isso sua filha Rose, uma menina de coração puro e inocente, pega suas duas bonecas feitas a mão e começa a encenar uma peça tentando reatar a relação dos pais e concertar tudo que tem de errado. Rose começa a chorar, suas lágrimas caem nas bonecas e seus pais acabam presos nos corpos delas. Um livro de terapia chamado Dr. Hakim aparece e diz que veio ajudar May e Cody na sua jornada.

O jogo trás novamente a proposta cooperativa entre pessoas que devem se unir, se ajudando em meio a desafios e uma historia comovente e fantástica.

Take-Two Interactive, inveja ou apenas ganancia?

No começo de 2020, está que um dia já foi considerada uma das maiores e melhores editoras e holdings de jogos, Take-Two Interactive Software, ou simplesmente T2, entrou com um pedido de processo contra várias marcas, empresas e pessoas. Pelos direitos autorais de diversas marcas e nomes como Bully, Mafia e até mesmo do jogo It Takes Two. Sim, ela queria os direitos autorais da marca Take-Two dentro do nome do jogo It Takes Two. Pouco se soube sobre esse processo ou o que aconteceu. Algumas semanas antes da TGA 2021, um comunicado da Hazelight Studios confirmava a desistência do processo, o que levava a crer que a Take-Two havia vencido. Um documento comprovava a desistência do nome It Takes Two, mas a Hazelight Studios e nem Josef Fares deram declarações com mais detalhes sobre o ocorrido.

O sonho que o levou a realização
A ganancia não vence o amor.

Mesmo após sofrer esse soco no estomago com o processo da Take Two, Josef Fares não se deixou abalar. Muitos ficaram ao lado dele, torcendo por sua vitória pois não era só uma vitória dele e sim de todos. Ver uma empresa gananciosa tentar derrubar alguém que faz com amor o seu trabalho, é duro pra qualquer um.

Josef Fares finalmente teve o seu esforço recompensado. No dia 9 de dezembro de 2021, no The Game Awards 2021, sua obra feita com amor e carinho recebeu o prêmio dos prêmios. It Takes Two foi o Game of the Year (GOTY).

MmNVVXA5YklOczg=

IMAGEaHR0cHM6Ly90aGVnZWVrLmdhbWVzL3dwLWNvbnRlbnQvdXBsb2Fkcy8yMDIxLzEyL3RoZWdlZWstZ2FtZS1hd2FyZHMtMjAyMS13aW5uZXItam9zZWYtZmFyZXMuanBn

Um homem, um sonho de transmitir uma mensagem e de inovar. Você pode falar que ele é louco, que fala de mais, ou que é muito sonhador, mas sabemos que ele conseguiu, que ele chegou lá, e que foi com amor e paixão pelo que faz.

ZeroJimmy
ZeroJimmy

YEAH RIGHT

Moderador do Site, Porto Alegre
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.
Publicações em Destaque
#Games, Por VSDias55,
#Games, Por T1cT4c,
#Games, Por BillyButcher,