BLUR: Um jogo injustiçado pelo tempo

BLUR: Um jogo injustiçado pelo tempo

O caos em meio ao balé da destruição
#Artigos Publicado por ZeroJimmy, em
BLUR
Elegante mas mal executado

Lançado no dia 25 de maio de 2010 nos consoles PlayStation 3 e Xbox 360 seguido por seu lançamento no PC, Blur trouxe uma mistura entre corridas ao estilo Need for Speed, a destruição da serie Burnout e os "power-ups" usados em alguns jogos bem conhecidos como Mario Kart.

Com muita adrenalina, velocidade e destruições, vemos marcas famosas de carros se enfrentando em corridas frenéticas que fazendo uso de uma jogabilidade mais arcade e simples, transformavam uma simples corrida em uma batalha entre veículos de deixar qualquer um pulando no sofá.

IMAGEaHR0cHM6Ly9jZG4uZGlzY29yZGFwcC5jb20vYXR0YWNobWVudHMvNDAwNzk3MzcwNjA4MjU0OTg2Lzg4MzE2ODM3MTg2NzI3NTI5NC83MWE2UVFDQjEwTC5fQUNfU0wxMjgwXy5qcGc=

Blur possuí diversas pistas representando lugares no mundo real. Lindos gráficos, os efeitos das luzes, explosões e destruições dos veículos faziam com que pilotar em volta do globo se tornasse algo satisfatório. O jogo tenta de tudo para fornecer um fator replay agradável mas peca por ser repetitivo em algumas partes.

IMAGEaHR0cHM6Ly9jZG4uZGlzY29yZGFwcC5jb20vYXR0YWNobWVudHMvNDAwNzk3MzcwNjA4MjU0OTg2Lzg4MzE2ODczNzg5NTc4ODU2NC85X2JsdXIuanBn

A trilha sonora do game não deixava a desejar. Com uma mistura de eletrônica, rap, instrumental e muitos outros gêneros, Blur conseguia manter um ritmo acelerado onde tudo se tornava caótico e harmonioso.

X0ZGM2pkeGpnN0U=

Com carros licenciados, Blur fez algo impensável para os dias de hoje. Dar liberdade ao jogador para destruir esses carros durante as corridas, coisas que quase todas as marcas famosas repudiam hoje em dia. Com carros de grandes marcas como Ford, Nissan, BMW, Toyota e muitos outras marcas contando ate mesmo com carros únicos modelados pela própria Bizarre Creations para uso único no game. Cada carro tinha seu próprio sistema de destruição e também com sonoridade única e todas características do modelo real.

IMAGEaHR0cHM6Ly9jZG4uZGlzY29yZGFwcC5jb20vYXR0YWNobWVudHMvNDAwNzk3MzcwNjA4MjU0OTg2Lzg4MzE2OTA2MTAwODIwNzg4Mi9CbHVyX3NjcmVlbnNob3RfMDAyLmpwZw==

O game contava com alguns modos de corrida. Os principais eram: Corrida única, Multplayer e o modo Carreira o qual vou me aprofundar agora. No modo Carreira o jogador enfrentava diversas corridas e oponentes. Buscando chegar nas corridas finais onde o desafio era enfrentar um "chefe" que sendo vencido pelo jogador, dava acesso a modificadores únicos e ate mesmo o carro do "chefe" derrotado, o problema é que alguns chefes eram difíceis de mais e tornavam o jogo um pouco frustrante por conta disso. A IA do jogo não era um ponto forte e isso era algo comum na época para jogos de corrida.

Um detalhe legal do jogo era o sistema de progressão o que funcionava da seguinte maneira: O jogador ganhava pontos de "fã", esses pontos eram usados para adquirir novos veículos e peças e assim vencer os próximos desafios. Era um sistema de progressão simples mas que mantinha um grande desafio entre o jogador e o jogo. Não bastava só vencer corridas, sendo necessário mostrar um grande desempenho pilotando e fazendo uso de diversos "power-ups" contra seus oponentes.

Os "power-ups" variavam entre ofensivos e defensivos. Kit de reparo para reparar o veiculo, Nitro para ganhar velocidade, Escudo para defesa, Mina explosiva, "Shock" que era como uma granda EMP em forma de domo que diminuía drasticamente a velocidade do inimigo e vários outros "power-ups".

IMAGEaHR0cHM6Ly9jZG4uZGlzY29yZGFwcC5jb20vYXR0YWNobWVudHMvNDAwNzk3MzcwNjA4MjU0OTg2Lzg4MzE3NTYyODM5OTA1MDgwMi91bmtub3duLnBuZw==

Já seu modo Multplayer era bem pratico mas muito divertido. Podendo ser jogado em tela dividida entre até quatro jogadores ou tendo máximo de aproveitamento pela internet com corridas de ate vinte jogadores se enfrentando ao mesmo tempo.

Tendo diversos meios de personalizar as corridas e tornar eventos únicos, Blur tinha um Multplayer viciante e que se aproveitava ao máximo disso.

IMAGEaHR0cHM6Ly9jZG4uZGlzY29yZGFwcC5jb20vYXR0YWNobWVudHMvNDAwNzk3MzcwNjA4MjU0OTg2Lzg4MzE3MDI3NTY3NDQyMzMyNi9tYXhyZXNkZWZhdWx0XzUuanBn

Mas nem tudo era positivo. Sua jogabilidade arcade de mais, fazia com que o carro parecesse uma barra de sabão escorregando no chão molhado, as vezes o jogo apresentava gráficos datados, a falta de jogadores logo no começo fez com que o modo Multplayer ficasse obsoleto e por conta do pouco suporte que o jogo teve, diversos bugs ainda se mantem até hoje,

Não quero me aprofundar nessa parte do jogo, ate mesmo por levar em consideração as fracas vendas que o jogo teve e com seu modo Multplayer abandonado pela falta de apoio vindo da Activision.

Bizarre Creations x Activision
Amor x Ódio

Quero agora contar um pouco da historia antes, durante e depois do jogo Blur e dos envolvidos Activsion e a Bizarre Creations.

Blur foi considerado um jogo incrível em todos sentidos e elogiado tanto pela critica quanto pelo publico em geral. Mas contou com um Marketing muito estranho por parte da Activision. Vídeos visando o publico 18+, conteúdo cortado e ate mesmo seu lançamento conturbado em meio a concorrentes do gênero.

Blur, Split/Second, ModNationRacers e outros jogos tiveram seus lançamentos conturbados e vendas fracas por terem seus lançamentos próximos ao Red Dead Redemption o qual se saiu muito bem nas vendas.

Activision também não soube administrar o pouco sucesso que o jogo teve e nem mesmo quis fazer um esforço para dar continuidade ao mesmo.

Quase um ano após o lançamento de Blur, Activision anunciava o encerramento e fechamento da Bizarre Creations. 18 de fevereiro de 2011 marcou o fim de uma historia de amor e ódio entre Nick Davies (Produtor e diretor da Bizarre Creations) e a Activision.

Activison se pronunciou sobre:

"Nos últimos três anos desde a nossa compra da Bizarre Creations, os fundamentos do gênero de corrida mudaram significativamente. Embora tenhamos feito um investimento substancial na criação de uma nova Propriedade Intelectual, o Blur, ele não encontrou um público comercial. Bizarreé uma equipe muito talentosa de desenvolvedores, no entanto, devido aos fatores econômicos mais amplos que afetam o mercado, estamos explorando nossas opções em relação ao futuro do estúdio, incluindo uma possível venda do negócio."

A historia da Bizarre Creations é algo até comum na indústria dos jogos. Uma desenvolvedora de jogos apaixonada por seu trabalho, fundada em 1988 por Martyn R. Chudley. Foi nomeada primeiramente como "Raising Hell" mas por pressão da SEGA e Sony por uso da palavra "Hell" parecer inapropriada, teve seu nome trocado temporariamente para "Weird Concepts" e logo após isso, veio o nome "Bizarre Creations" por meio de uma brincadeira dos funcionários usando o Microsoft Word na busca por sinônimos para "Weird Concepts".

IMAGEaHR0cHM6Ly9jZG4uZGlzY29yZGFwcC5jb20vYXR0YWNobWVudHMvNDAwNzk3MzcwNjA4MjU0OTg2Lzg4MzE3MDY4MDczOTM0MDMxOC8xMjgweDcyMC5qcGc=

Com cinco pessoas e um projeto intitulado "Slaughter", teve um contrato assinado com a Psygnosis colocando os a frente do jogo "Formula 1" para PlayStation. Em 1996, Formula 1 foi um sucesso de vendas na Europa e muito elogiado pela critica.

Bizarre Creations teve vários outros jogos famosos positivamente ou negativamente, como o sucessor Formula 1 Championship edition, fur Fughters, a série de jogos Project Gotham Racing feita com a Microsoft Game Studios e até mesmo um jogo da série James Bond, o "007: Blood Stone" o qual teve uma recepção mista e contava com muitos problemas os quais estão presentes ate hoje na versão final do jogo. Activisiondisse não ter interesse em reparar por meio de patchs.

IMAGEaHR0cHM6Ly9jZG4uZGlzY29yZGFwcC5jb20vYXR0YWNobWVudHMvNDAwNzk3MzcwNjA4MjU0OTg2Lzg4MzE3MTEyODU2NTE5ODg5OC9KYW1lcy1Cb25kLTAwNy1CbG9vZC1TdG9uZS1QQy1Db21wbGV0by5qcGc=

Após enfrentar alguns problemas internos, anunciava no dia 26 de setembro estar sendo adquirida pela Acitivisona qual 4 anos mais tarde, após tentar achar um comprador para Bizarre Creations, decidiu fechar as portas da desenvolvedora.

A única franquia da Bizarre que ainda continuou "viva" depois de ter sido fechada, foi Geometry Wars, uma série de jogos arcade originalmente publicada pela Microsoft Game Studios que segue no estilo fliperama, e que já tinha 2 jogos de grande sucesso (o segundo tendo até 90/100). No seu 3° jogo, o desenvolvimento ficou a cargo da Lucid Games, estúdio fundado com cerca de 50 ex-funcionários da Bizarre Creations após ter sido fechada.

Esse estúdio desde o princípio usa o lema que vai criar jogos usando tudo o que deu certo nos seus tempos de Bizarre Creations, e em 2021 a Lucid lançou Destruction AllStars, um jogo online com muita ação onde usamos carros com armas pra destruir os adversários, reforçando a ideia de que Blur ainda vive dentro do estúdio. Ele foi publicado pela Sony Interactive Entertainment para o PS5, mas infelizmente não caiu nas graças da crítica ou do público, sendo criticado por sua falta de conteúdo e problemas técnicos.

Após alguns anos do encerramento da Bizarre Creations, foram encontrados alguns vídeos do que parecia ser um protótipo de Blur 2.

OW9YVC1INnVlTGc=

Blur ainda teve um ultimo suspiro com sua versão Mobile "Blur Overdrive" lançado em 25 de outubro de 2013, desenvolvido pela Nottingham e distribuído pela Marmalade que obteve a licença para uso da marca Blur por meio de um acordo com a Activison. Blur Overdrive não foi bem recebido e caiu no esquecimento por ser genérico e fraco.

UWNJVVIyNG1xM3M=

Blur tinha tudo para dar certo e deu certo com sua formula equilibrada e bem feita, era um jogo inovador, brilhante e viciante mas por conta de escolhas mal feitas, não vimos o uso total de seu potencial e assim a morte de uma IP que ainda hoje é lembrada.

8.0
favorite
Nota
Uma obra de arte abandonada
Prós
  1. Visualmente incrível para época
  2. Muitos veículos de grandes marcas
  3. Divertido e viciante
  4. Multplayer é o maior atrativo
Contras
  1. Sem novos conteúdos desde o lançamento
  2. IA desbalanceada, em certos momentos pode ser injusta ou totalmente fraca
ZeroJimmy
ZeroJimmy

YEAH RIGHT

Moderador do Site, Porto Alegre
Publicações em Destaque
#Games, Por ricklek550,
#Games, Por taffarelkupkovski,
#Games, Por Frocharocha,