AcerAcer
AcerAcerAcerAcerAcerAcer
Netflix está tentando recrutar diversas mentes famosas na indústria de videogames

Netflix está tentando recrutar diversas mentes famosas na indústria de videogames

Para ter sua própria divisão de jogos eletrônicos AAA para PC e Console
#Games Publicado por Billy Butcher, em

Não é segredo que a Netflix já domina o mercado de streaming há algum tempo, mesmo com a forte concorrência de serviços como Disney+, mas um novo relatório revela que a empresa também deseja entrar na indústria de videogames.

O relatório da The Information, citando "pessoas familiarizadas com a situação", revela que a Netflix tem abordado figuras-chave e veteranos da indústria de jogos para recrutar um executivo para supervisionar uma expansão em videogames.

Algumas das figuras que a empresa entrou em contato incluem Ken Levine (Thief, System Shock, BioShock), Cliff Bleszinski (Unreal, Bulletstorm, Gears of War), Hideo Kojima (Metal Gear Solid, Death Stranding), Joseph Staten (Halo, Destiny) e Dave Anthony (Call of Duty: Black Ops 1 e 2, Call of Duty: World at War).

A abordagem sugerida parece ser o modelo de negócios do Apple Arcade, que permite aos consumidores pagar uma taxa fixa para acessar e fazer streaming de uma série de jogos por meio do serviço, porém voltado ao mercado AAA.

Aparentemente, ainda não foi decidido se a Netflix irá desenvolver jogos por conta própria, tendo estúdios First-Party como subsidiárias, ou com editoras externas. No entanto, ele confirmou internamente que esses jogos não incluirão publicidade.

A Netflix tornou público o seu desejo de trazer mais conteúdo da Netflix para o mercado de videogames, até mesmo hospedando um painel sobre isso na E3 2019.

A gigante do streaming já lançou jogos baseados na licença Stranger Things, mas esta é a primeira vez que discutiu jogos de streaming de sua própria plataforma própria. Em resposta ao relatório, um porta-voz da Netflix disse ao The Information:

"Nossos membros valorizam a variedade e a qualidade de nosso conteúdo. É por isso que expandimos continuamente nossa oferta, de séries a documentários, filmes, originais no idioma local e reality shows."

"Os membros também gostam de se envolver mais diretamente com as histórias que eles amor, por meio de programas interativos como 'Bandersnatch' e 'You v. Wild' ou jogos baseados em 'Stranger Things', 'La Casa de Papel' e 'To All the Boys'. Portanto, estamos animados para fazer mais com entretenimento interativo (videogames)."

Em uma teleconferência de resultados de 2020 (transcrito pela The Motley Fool), o co-fundador, presidente e CEO da Netflix, Reed Hastings, discutiu seu desejo de entrar na indústria de videogames. Reed afirmou que:

“Os videogames são uma área ótima e interessante, tem uma série de aspectos em termos de Multiplayer que estão mudando, e-Sports que estão crescendo, e jogos para PC em constante variáveis."

A Netflix tem buscado agressivamente licenças de videogames para fazer conteúdo original da Netflix recentemente, após o sucesso de séries como The Witcher.

Os próximos da Netflix baseados em licenças de videogame incluem: Resident Evil: Infinite Darkness, Assassin's Creed, Tom Clancy's Splinter Cell, Beyond Good and Evil, Sonic Prime e Cyberpunk: Edgerunners.

Fonte 1: CB Gaming
Fonte 2: IGN
Billy Butcher
Billy Butcher #BillyButcher

Um grande fã de jogos e filmes dos gêneros Stealth e Ficção-Científica.

Tenho uma paixão imensa pela franquia Metal Gear Solid, na qual considero a minha favorita, porém também sou um grande amante das sagas Halo e StarCraft.

Moderador do Site, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.
Publicações em Destaque
#Artigos, Por meganinja,
#Games, Por PuraMaldade,
#Games, Por VSDias55,