Jason Kilar, CEO da WarnerMedia, está negociando sair da empresa após notícia de que irão se fundir com o Discovery

Jason Kilar, CEO da WarnerMedia, está negociando sair da empresa após notícia de que irão se fundir com o Discovery

Sua saída pode gerar graves problemas gerais a Warner Bros. e suas divisões de jogos, animação e derivados
#Entretenimento Publicado por Billy Butcher, em

Se há uma palavra que da para descrever o momento atual entre AT&T, Warner e Discovery, só conseguimos definir em uma palavra, confusão.

Do nada fomos pegos de surpresa que a AT&T, com menos de 3 anos depois de comprar a Time-Warner (hoje chamada WarnerMedia) pela exótica quantia de US$ 85,6 Bilhões decidiu "se livrar" da empresa fundindo-a com a gigante Discovery, recebendo US$ 43 Bilhões por seder 29% da empresa, bem como deixando de controla-lá majoritariamente.

O que isso signifca? Apesar da AT&T ainda possuir a maior parte da futura "Warner Discovery", com 71%, toda a administração, gerenciamento e cuidados da nova empresa resultante ficará sob os domínios da Discovery, com o CEO da empresa, David Zaslav, assumindo papel máximo da nova gigante.

Então, o que acontece com Jason Kilar, o atual CEO da WarnerMedia que conseguiu esse papel há menos de 1 ano atrás (em Julho de 2020)? Bem, segundo a Deadline e o The Hollywood Reporter, o mesmo nem mesmo estava sabendo que sua empresa ia ser fundida.

Tal anúncio parece ter chocado bastante toda a WarnerMedia, incluindo divisões como Warner Bros., HBO, CNN e Rooster Teeth, que não haviam sido informados ou em algum momento relatados diretamente sobre a fusão, com esse assunto correndo inteiramente entre o CEO da AT&T com o CEO da Discovery.

O que acontece com a Warner Bros. Games

Caso tenha acompanhado os últimos eventos que datam desde 2020, a AT&T tem interesse de "se livrar" da sua divisão de videogames que fica dentro da Warner Bros. Home Entertainment, que fica dentro da AT&T Sports and Network.

Na época de 2020, a empresa colocou a divisão e seus 11 estúdios a venda pela quantia de US$ 4 Bilhões, onde compradores como Take-Two Interactive, Electronic Arts e Activision Blizzard logo expressaram interesse em comprar a divisão, e logo em seguida, também foi confirmado o interesse da Microsoft (Team Xbox).

O negócio acabou falhando por circunstâncias da mudança de CEO dentro da WarnerMedia, onde o atual Jason Kilar havia dito que era de grande importância manter a Warner Bros. Games como parte central dos negócios de Sports and Network.

Também foi relatado que o futuro Hogwarts Legacy também foi um jogo que eles viram ter um potencial de grande sucesso, por isso quiseram manter a divisão para ver o resultado do jogo.

Agora com a saída de Kilar como CEO da WarnerMedia, fica muito mais difícil saber o que vai acontecer com a WB Games, especialmente após já termos sido informados que nem toda a empresa irá ir para a nova Warner Discovery, com uma parcela dos estúdios sendo vendidos.

O que acontece com a Rooster Teeth

A Rooter Teeth é outro dos negócios que a AT&T pretendia ou ainda pretende se livrar em breve, sendo parte da WarnerMedia como um todo.

Sendo centralizado na produção de animação, animes em específico, mas tendo braços na indústria de videogames, filmes e outros meios do entretenimento, a empresa passou por várias mudanças administrativas entre os anos de 2018 a 2019.

Foi relatado que ela pode sim estar sendo emergida dentro da nova Warner Discovery, porém sendo uma divisão autônoma de riscos, ou seja, a empresa irá se autogerenciar e financiar, não tendo um papel de grande importância após a fusão.

O que acontece com a DC

Desde que a DC Comics foi comprada pela Time-Warner, muitas mudanças e polêmicas aconteceram, com a maior delas sendo quando a empresa foi fragmentada, nascendo assim a atual DC Entertainment, uma espécie de holding geral, e a DC sendo adaptada para DC e-Commerce, DC Films, DC Animation e a própria DC Comics.

O resultado deu certo e nem tanto, com muitas lacunas de altos e baixos sendo visíveis e deixadas de forma bem transparente, mostrando que havia algo de errado na DC como empresa.

Agora com a fusão, foi relatado que a gerência e administração da DC Entertainment ficará a cargo da Discovery, porém sua divisão de produção ao cinema, DC Films, ainda terá afiliações gerais com a Warner Bros., devido a distribuição de filmes e animações da empresa.

Alguns selos e outras divisões no entanto, serão mortas nesse processo, como a Vertigo, divisão da DC conhecida pela franquia Fables, que ganhou muito carinho e renome após ser adaptada para os jogos pela Telltale Games em 2013, com The Wolf Among Us.

Não sabemos se a Vertigo, agora morta, terá algum papel na produção ou distribuição do próximo The Wolf Among Us 2, sendo feito pela nova Telltale Games, e que tem previsão de chegada para PC e Consoles no próximo ano.

Fonte 1: The Wrap
Fonte 2: Deadline
Billy Butcher
Billy Butcher #BillyButcher

Um grande fã de jogos e filmes dos gêneros Stealth e Ficção-Científica.

Tenho uma paixão imensa pela franquia Metal Gear Solid, na qual considero a minha favorita, porém também sou um grande amante das sagas Halo e StarCraft.

Moderador do Site, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Publicações em Destaque