4 games ótimos que tiveram continuações péssimas

4 games ótimos que tiveram continuações péssimas

A lista de jogos que passam por esse tipo de problema é realmente enorme
#Curiosidades Publicado por MarK, em

Os games, assim como os filmes, muitas vezes contam com continuações péssimas para ótimos títulos. E isso é um ponto comum, infelizmente, para alguns jogos de grande sucesso. Muitos games são incríveis e fazem parte de franquias de total respeito do público.

No entanto, algumas continuações deixam a desejar por completo, fazendo com que os gamers fiquem totalmente órfãos de um título que era perfeito em sua versão original.

E a lista de jogos que passam por esse tipo de problema é realmente enorme. Vamos conhecer então hoje 4 games ótimos que tiveram continuações péssimas e ilustrar um pouco esse lado negro das continuações.

Resident Evil 6

Todo mundo sabe que Resident Evil é um franquia de sucesso absoluto e que tem uma legião de fãs, arrebatados pelo sucesso de seus três primeiros títulos.

Precursor do gênero de Survivor horror, a série de jogos que trazia a temática de um vírus capaz de transformar humanos em zumbis aterrorizantes faz sucesso até hoje e conta com diversos bons títulos no catálogo.

A mudança de estilo em Resident Evil começou no quarto título da série, que acabou por levar mais o jogo para uma temática de ação ao invés de terror e sobrevivência.

No quinto game da franquia em sua linha principal de jogos, houveram ainda mais mudanças e o game rendeu ainda mais uma pegada de aventura e ação com notas de terror.

Já em Resident Evil 6 a fórmula acabou sendo totalmente modificada pelos desenvolvedores, tornando-se então um título repleto de campanhas até mesmo sem pé nem cabeça e nada que remetesse aos games originais.

Alguns pedaços da história chegam até mesmo a beirar ao non sense, sendo totalmente repudiados pelos fãs mais religiosos de Resident Evil.

O game conta com ação em demasia e pouco foco no que realmente importa, trazendo assim uma narrativa muito mais vazia e com poucos elementos que lembrem o que o jogo já foi.

As parte de Leon tentam salvar um pouco o que o jogo acabou virando, mas nem isso foi suficiente para livrar Resident Evil 6 de ser uma continuação péssima.

Devil May Cry 2

Uma das maiores decepções para quem ama a franquia Devil May Cry é o segundo título do game, um dos maiores erros lançados pela Capcom juntamente com Resident Evil 6.

Apesar de o primeiro título ter sido um grande sucesso e, assim, ter conseguido uma legião de fãs, o segundo quase colocou tudo a perder com uma jogabilidade nada parecida com a do primeiro e inimigos sem nenhuma personalidade.

O game em si tem uma história rasa e nada interessante, além de jogabilidade que deixa totalmente a desejar em relação ao primeiro e a títulos mais recentes.

Ao contrário do que houve com a franquia Resident Evil, que vive sendo reinventada pela Capcom e gerando assim diversas controvérsias em relação a seus rumos, a empresa acertou o prumo em Devil May Cry 3 e se redimiu.

A franquia de jogos hoje permanece um sucesso total, com títulos recebendo lançamentos de forma recorrente.

No entanto, Devil May Cry 2 merece realmente ser totalmente esquecido pelos fãs.

The Sims 4

The Sims é uma série de simulação de vida criada por Will Wright, desenvolvida pela Maxis e publicada pela EA Games desde o início dos anos 2000.

A série apresenta sim sucesso até os dias de hoje e uma evolução constante em diversos aspectos técnicos e de jogabilidade.

O primeiro título, apesar de suas limitações que já deixam o game datado nos dias de hoje, foi um verdadeiro sucesso e virou um verdadeiro marco, deixando um legado que praticamente criou um novo estilo de jogo.

O segundo título trouxe todas as mudanças que os fãs tanto pediram e que fizeram dele um dos melhores games da franquia, extremamente bem avaliado pelos gamers e pela imprensa especializada.

Até mesmo o terceiro título apresentou inovações únicas e novas maneiras de jogar que propiciaram um novo horizonte para todos os fãs de The Sims.

No entanto, com a chegada do esperado quarto título da série, diversas coisas saíram do controle e o game é um dos mais detestados pela comunidade.

Apesar de muitas pessoas ainda jogarem The Sims 4 – até por ser o título mais atual e tecnicamente melhor – sua jogabilidade parece ter regredido de uma forma que ninguém imaginava.

Além de expansões sem graça e novidades que mostraram não fazer tanta diferença assim, The Sims 4 é sim uma continuação péssima dos outros três títulos anteriores que tem qualidade muito superior.

O que resta é esperar e ver se ainda há como melhorar o game ou se o melhor é partir para o The Sims 5.

Dead Island Riptide

O primeiro Dead Island teve ótima recepção pelos gamers justamente por trazer uma temática que é muito bem vista pela maioria dos jogadores: zumbis, sobrevivência e violência.

É uma questão comum e é fácil perceber como esse tipo de coisa realmente faz sucesso entre os mais diversos grupos de jogadores.

Mesmo com o sucesso, é inegável reconhecer que Dead Island tinha sim seus defeitos e precisava, com isso, de uma mudança em diversos pontos e correções de bugs urgentes.

O que os fãs esperavam de Riptide era um jogo novo, com a mesma temática, mas com história diferente, mais ação, novas coisas, novos mapas, e menos erros. Mas o “novo” não veio.

Dead Island Riptide é basicamente o mesmo game, sem nada a acrescentar, que apenas manteve os mesmos bugs e erros e apenas adicionou uma ou outra arma diferente.

O resultado é um game repleto de pontos negativos e que parece uma reciclagem de algo que já vimos antes e que precisava ser melhorado.

A verdade é que, assim como Riptide e outros games como os que mencionamos, às vezes, um game é bom o suficiente do jeito que está.

As mudanças são bem vindas e fazem parte da vida. O processo criativo na hora de criar um game também faz toda a diferença e novas ideias podem surgir.

No entanto, é importante que os desenvolvedores entendam que nem sempre mexer em time que está ganhando é realmente uma opção boa e viável.

MarK
MarK #mark

Só mais um entre tantos!

Gosto de compartilhar algumas coisas interessantes.

Usuário do Site