Game é recheado de puzzles interessantes, ambiente de cair o queixo e uma perspectiva de mundo incrível!
Publicado por Allan Kardec, em .
Tive o prazer de conhecer estes dias Manifold Garden e mais ainda ter tido a chance de testa-lo, então resolvi trazer aqui uma análise do que achei desse incrível indie produzido por um único e visionário desenvolvedor, William Chyr.

Vídeo do YoutubealpfeXhad0FvQ2c=
Manifold Garden é um produto da paixão do desenvolvedor por obras de arte, inspirado por seu trabalho com esculturas de balão, ele teve como referencia vários artistas e arquitetos, como Frank Lloyd Wright e Tadao Ando, também por filmes como Inception, Blade Runner e 2001: Uma Odisseia no Espaço. Também não posso deixar de mencionar as inspirações em clássicos dos games e puzzles como Portal, Fez, The Witness e Antichamber.

William Chyr conseguiu de uma forma única criar um mundo onde as leis da física se embaralham, aqui, tudo é chão ao mesmo tempo que não é. De uma forma simples você consegue mudar a direção da gravidade, podendo usar as 6 direções do espaço, para poder reposicionar a gravidade e cumprir os objetivos. Ele também criou uma forma de se ver o mundo infinitamente, com sequencias do mesmo ambiente em sua perspectiva... é difícil de explicar, mas você consegue ver a sua frente, a parte de trás/ou baixo, do local que você está, assim, você consegue pular de uma encosta, e cair nela novamente, num loop dimensional, mecânica essa muito usada para se resolver os problemas propostos.

Estes elementos únicos de Manifold Garden lhe trazem uma sensação de estranhamento ao mesmo tempo que proporciona a curiosidade para saber o que está acontecendo é o que pode vim a acontecer. Por vezes o ambiente se move em movimentos fractais, gerando as estruturas do nada, em animações que misturam tons de arte surrealista, cubismo e abstrata.

Slide https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/25/manifold-garden-024755.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/25/manifold-garden-024756.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/25/manifold-garden-024757.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/25/manifold-garden-024762.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/25/manifold-garden-024761.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/25/manifold-garden-024760.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/25/manifold-garden-024759.jpg;;;https://static.gamevicio.com/imagens_up/big/25/manifold-garden-024758.jpg
Os desafios no jogo iniciam de forma simples e gradativamente irão aumentando sua dificuldade, partindo de posicionar elementos que interagem somente com a gravidade certa, a modificar a gravidade corretamente para saltar por encostas quase infinitas em posições impossíveis para assim se chegar ao ponto certo. O jogo consegue de forma muito criativa espremer cada gota de seu raciocínio lógico para executar tarefas aparentemente simples. E com o passar do tempo os puzzles que eram simples adicionam elementos colossais e complexos incrementando o desafio e o ambiente de forma espetacular.

É difícil explicar Manifold Garden sem o mostrar, mas mostrar daria a soluções para os problemas quebrando um pouco a imersão dele. E falando em imersão... o jogo consegue te dar a sensação de estar naquele local, por vezes senti tontura com as mudanças das salas, e olha que eu que não tenho problema com altura, consegui sentir calafrios ao realizar alguns saltos. Joguei parte dele em live, e por vezes tive que dar uma parada pois a mão estava suando frio, mas acabou que tive que parar a live, e jogar mais devagar dando pausas para respirar e ver até onde iria.

O problema em Manifold Garden não é a claustrofobia, e sim a agorafobia (medo de espaço aberto), pelo modo que os ambientes foram criados, com a visão infinita das salas em um ambiente também infinito, você se sente inseguro em prosseguir em alguns pontos, não nego que para mim foi difícil descer algumas escadas em uma coluna sem fim e ver a lateral que não "dava pra nada". Fiquei em vários momentos desejando uma fase que fosse toda em uma sala fechada ou ao menos com paredes para ter mais segurança para ir a diante.

Mas e a história? Bom, você deverá jogar para sentir a vibe desse mundo impressionantemente belo e devastado, e no fim, se perguntar: Ele queria contar uma história ou passar um sentimento?

Manifold Garden é uma obra de arte, um game incrível e consegue prender seu interesse e mesmo após parar de jogar, faze-lo ficar pensando sobre ele. Este é um daqueles games que aparecem a cada década, e como sempre digo em minhas análises, sei que não é um game para qualquer um!
8.5
Nota
Puzzles interessantes, ambiente de cair o queixo e uma perspectiva de mundo incrível!
Prós
  1. Ambientação incrível
  2. Puzzles com dificuldade gradativa
  3. Mecânica simples de se entender
  4. Trilha sonora incrível
  5. Muito Imersivo
Contras
  1. Dá bastante desconforto com os ambiente em vários momentos
  2. Por vezes, a solução não é clara, e não é difícil pensar que é impossível completar alguns dos desafios propostos
okardec
Allan Kardec #okardec
Analista e Administrador de Sistema vulgo Programador
Amante de artes, com gostos peculiares e até duvidosos!
Todo dia [ou quase] criando uma análise ou indicando um indie interessante ou desconhecido.
Vem me ver passar vergonha em algum joguim aleatório https://www.twitch.tv/okardec
Administrador do Site, 35 anos, Luziânia, GO, Brasil
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.