Cerca de 170 pessoas trabalharam no jogo
Publicado por Catos, em .
Prince of Persia: The Sands of Time Remake foi revelado oficialmente ontem no Ubisoft Forward, com data de lançamento marcada para 21 de Janeiro de 2020 no PC, PS4 e Xbox One.

A revelação oficial chegou após o jogo ter surgido em uma loja digital em agosto e de uma revelação acidental no Uplay ontem de manhã. As primeiras imagens reveladas através do Uplay geraram muita discussão sobre o aspecto adotado para o jogo e surgiram teorias sobre um desenvolvimento apressado ou afetado pela Covid-19. No entanto, a Ubisoft diz que não é o caso e não existiram quaisquer transtornos no desenvolvimento, tudo correu como previsto.

Na primeira entrevista após a revelação do jogo, Pierre Sylvain-Gires, diretor do jogo, revelou que a Ubisoft India teve todo o tempo do mundo para desenvolver o jogo até sentir que está pronto para o lançamento e que a estética visual é propositada, não apressada.

Sylvain-Gires diz que o mais importante foi conseguir acertar na sensação do gameplay para um jogo tão icônico quanto Prince of Persia e que a forma como o personagem se move é um detalhe que tiveram de diferenciar de outros jogos. Seja os seus movimentos acrobáticos e a velocidade, tudo foi pensado para respeitar a marca e a sensação da série.

Além disso, Sylvain-Gires explicou que o motor de jogo, o Anvil e que é usado na grande maioria dos jogos da Ubisoft, foi pensado para jogos em mundo aberto, o que não é o caso deste jogo e que também não foi pensado para a mecânica de recuar no tempo. Foram desafios que os estúdios da Ubisoft India enfrentaram para conseguir um resultado que respeita a propriedade Prince of Persia.

Syed Abbas, director de gestão que ajuda a liderar os trabalhos na Ubisoft Pune e Ubisoft Mumbai, esclareceu ainda que o aspecto do jogo que foi tão criticado inicialmente "não foi um problema de tempo ou orçamento".

"Para nós na Ubisoft, a qualidade é da máxima importância e isto é algo que tivemos em mente desde o início. O projeto está em desenvolvimento há dois anos e meio. Tivemos um pico de 170 membros a trabalhar neste projeto, sem mencionar outros investimentos na infraestrutura e preparação para criar um jogo moderno. Não, não foram feitos cortes no orçamento ou calendário do jogo."

Perante isto, apenas podemos esperar para ver mais do jogo e de como esta estética resultará em uma interpretação mais moderna do clássico de 2003.
Catos
Catos
Usuário do Site, 29 anos, Goiânia
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.