Empresa de pesquisa de mercado, mostra números interessante de um dos principais mercados da Ásia
Publicado por Nightcrowley, em .
Setenta e cinco por cento dos 720 milhões de gamers na China vivem longe dos grandes centros, segundo um novo estudo da Niko Partners.

A empresa descobriu que os gamers representam aproximadamente 51,3% da população chinesa, um marco que prova o quão rápido a audiência China tem crescido. Isso representam um aumento de 6,45% em relação a 2019 que foi de 48,9%. Para efeito de comparação, 65% da população dos Estados Unidos joga. A crescente industrialização e a modernização é mais perceptível nas grandes cidades, mas as cidades pequenas já são grandes para o padrão ocidental e uma grande fonte de jogadores hoje em dia.

Outro fato interessante é que 48% dos jogadores na China são mulheres, disse a Niko. E pessoas entre 18 e 35 anos representam mais de 90% dos gamers. Esses dados sugerem que a China mudou tão rapidamente que não vai levar muito tempo até ele alcance as taxas demográficas dos EUA, Niko prevê que a China chegará a 772 milhões em 2024 - mais que o dobro da população americana.

A matéria coloca jogadores chineses em evidência, não só nas grandes cidades, é a primeira [matéria] da Niko com uma análise detalhada do comportamento e consumo por região, gênero e plataforma. Cidades são separadas em cinco níveis, e o relatório insta as empresas de jogos captam usuários em cidades menores onde cidades de nível três a cinco chegam a representar 70% das receitas.

Os gamers na China gastam mais tempo jogando que praticando qualquer outra atividade pesquisada. Dezoito porcento jogam mais do que 30 horas por semana. E eles gastam muito mais tempo com entretenimento online do que offline. Por exemplo, 45,2% vão ao cinema, mas 91,8% assistem filmes online, e 68,9% vão as compras, enquanto 86,8% compram online.

A presidente da Niko, Lisa Cosmas Hanson, disse em um e-mail que a empresas globais vêem a China como um grande mercado, porém de difícil penetração, ainda assim elas enxergam as cidades grandes como dignas do esforço.

"Uma das coisas mais importante é se alguma empresa for se emprenhar para promover e prospectar jogadores em potencial, eles devem cuidadosamente examinar as diferenças no comportamento e as diferenças de cada cidade, nível, para se certificar que o esforço feito, adquiriu o máximo de usuários possível," disse Cosmas Hanson. "A Niko Partners tem monitorado o mercado de jogos na China por 18 anos. Para gente, não há nenhuma surpresa que o comportamento, gastos e preferências dos jogadores sejam diferentes em cidades grandes e cidades pequenas. Nossos dados claramente apresentam que a taxa da população que joga vem crescendo, e o crescimento dos jogadores nas cidades pequenas vem crescendo por causa do acesso, infraestrutura e evolução das preferências de jogos."

Há dezoito anos atrás, cidades no nível cinco não possuíam água encanada ou eletricidade, mas agora eles são responsáveis por uma grande parte das receitas. Cosmas Hanson disse que os jogos estão liderando a forma de entretenimento social na China. Pode ser barato e prontamente disponível - principalmente em smartphones.

"Várias mulheres jogam no celular, e como o segmento de jogos para dispositivos móveis expande no sentido de gênero, modelos de monetização, mais [mulheres] se juntam a base de jogadores e a incorporam como parte do seu sistema de entretenimento social," disse Cosmas Hanson. "Com uma população enorme (1.4 bilhão de pessoas), uma pequena mudança na indústria pode resultar em um grande aumento de jogadores e consumo."
Nightcrowley
Nightcrowley
Usuário do Site, 26 anos
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.