Isso é falta do que fazer.
Publicado por coca, em .
David Jaffe, conhecido por ser o criador de várias sagas como God of War, Twisted Metal e Calling All Cars!, criticou a "guerra dos consoles" via Twitter por um tweet que foi excluído.

Há quinze anos, veio a saga God of War, lançada na época para o PS2. Quase dois anos depois, sua sequência, God of War II, chegou e três anos depois, God of War III, só que desta vez para o PS3. O jogo foi remasterizado e lançado no PS4.

Há pouco mais de dois anos, God of War foi lançado, o reinício das aventuras de Kratos, que desta vez seriam ambientados na mitologia nórdica com seu filho Atreus. Mas isso já é outra questão, porque dessa vez não estamos falando de Cory Barlog, mas de David Jaffe.

O criador escreveu em um tweet: "Excluí meu tweet onde - Deus não permita! - Expressei meu amor por QUALQUER outra empresa de criadores de videogame que não seja a Sony", diz ele. Mais tarde, o criador afirma que esqueceu que era inaceitável fazê-lo e que isso me expôs a vários homens que o levaram ao debate diante da "guerra dos consoles".

Mas isso não é tudo, já que ele parece um pouco cansado de tudo isso, em torno da circulação dessas opiniões e outras de vários tipos. Jaffe termina seu tweet afirmando: "Deus, há momentos em que odeio a cultura dos jogos."


Cory Barlog, diretor do último God of War respondeu a Jaffe no Twitter: "É uma pena, desculpe Dave. Adoro jogar no meu PS, Xbox, Switch e no meu PC muito caro. Dane-se o Console War."
coca
coca
Tamo ai.
Administrador do Site, 90 anos, Narnia do oeste ao lado sul do norte meio oeste
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.

Notícias Relevantes

Quem leu essa notícia também pode gostar dessas.