O jogador acabou multado.
Publicado por coca, em .
Desde ontem, várias empresas e organizações deixaram uma mensagem de apoio aos protestos realizados a propósito da luta contra o racismo, depois do incidente do abuso policial que terminou na morte de um cidadão americano que tinha sido detido pela polícia. Entre as organizações estava a MIBR, conhecida pela sua equipe brasileira de Counter-Strike: Global Offensive.

Entretanto, e depois do comunicado do grupo, alguém compartilhou um clip de uma stream de fer, um dos jogadores profissionais da equipe de CS, exibindo uma reação racista com um dos viewers, que criou uma onda de revolta com o jogador e exigindo que a organização tomasse medidas.


Pouco depois o jogador utilizou o Twitter para compartilhar um outro clip da sua stream onde dá a sua opinião a tudo o que está a acontecendo nos Estados Unidos, pedindo desculpa por aquele comportamento.


Como seria de esperar a organização comunicou logo de seguida, deixando uma mensagem de repreensão ao jogador, dizendo que decidiu multar fer pelo seu comentário em live. O valor da multa não foi revelado, mas os MIBR asseguraram que todo o dinheiro vai reverter a favor de uma instituição solidária.

coca
coca
Quer ajudar esse lindo colaborador? clique aqui, não custa nada :) obrigado.
Administrador do Site, 90 anos, Narnia do oeste ao lado sul do norte meio oeste
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.