Código foi roubado por funcionários durante mudanças e possibilitou ao menos 25 mil transações fraudulentas com prejuízo de até R$ 17 milhões aos clientes
Publicado por Allan Kardec, em .
Foi revelado pelo jornal Sunday Times da África do Sul, após ter acesso ao relatório de uma pericia de 2019 realizada no banco Postbank, que a instituição terá que substituir 12 milhões de cartões de seus clientes, o motivo: Um vazamento da chave mestra de segurança do sistema de controle do banco. O código de 36 dígitos que dá acesso ao sistema teria sido armazenado desprotegido e possibilitado a realização de 25 mil transações fraudulentas.

Segundo o relatório, o caso ocorreu em 2018 após a infraestrutura do banco ter sido transferida de um centro de dados para outro. O roubo da chave teria sido realizada por um dos funcionários da instituição, que teria desviado pagamentos de benefícios sociais dos correntistas, já que o Postbank é o serviço bancário da empresa de correios da África do Sul, a movimentação pode ter gerado o prejuízo de até 56 milhões de rands (cerca de R$ 17 milhões).

Segundo o jornal, entre 8 a 10 milhões de clientes utilizam a instituição para receber benefícios, e que a troca dos cartões pode custar 1 bilhão de rands (cerca de R$ 300 milhões) ao banco estatal.

Ainda segundo o jornal, em setembro de 2018, o Banco Reserva da África do Sul, que atua como um Banco Central no país, exigiu que o PostBank trocasse os cartões em um prazo de até 12 meses.

O relatório não indica se os clientes serão reembolsados, ou como os criminosos realizaram a fraude a a dimensão do ataque sofrido no banco.
okardec
Allan Kardec #okardec
Analista e Administrador de Sistema vulgo Programador
Amante de artes, com gostos peculiares e até duvidosos!
Todo dia [ou quase] criando uma análise ou indicando um indie interessante ou desconhecido
Administrador do Site, 35 anos, Luziânia, GO, Brasil
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.