Nathan Drake e seus amigos em uma aventura para ler.
Publicado por Billy Butcher, em .
Uncharted é uma franquia de jogos de Ação e Aventura concebida e desenvolvida pela Naughty Dog, com alguns títulos sendo produzidos pela Bend Studio, e publicados pela Sony Interactive Entertainment para os consoles PlayStation. A franquia conta a história e jornada do nosso grande protagonista, Nathan Drake, chamado principalmente de Nate. Nathan também conta com a ajuda e apoio de seus amigos, Elena Fisher, do seu grande amigo e mentor, Victor Sullivan, conhecido como Sully, e de seu irmão, Sam Drake.

A franquia é famosa e destacada principalmente pela sua forte inspiração nos filmes de Indiana Jones, além de vários elementos dos jogos originais da Lara Croft. Ação e aventura em terceira pessoa, um grande foco narrativo em caçar tesouros, descobrir mistérios, explorar países, escalar montanhas, tudo em um humor mais amigável e com piadinhas, sendo as principais características que definem a franquia, que possuí no total 6 jogos principais, além de 2 jogos menores para Smartphones e um de cartas para o PS Vita.

Estúdios da franquia


Naughty Dog


Clique para ver a imagem em tamanho original

Naughty Dog LLC, fundada originalmente com o nome JAM Software, é um estúdio norte-americano de jogos, fundado em 1984 por Andy Gavin e seu amigo, Jason Rubin. O estúdio era dedicado principalmente na construção de jogos de plataforma e puzzle, como Math Jam, Dream Zone, Rings of Power, Jake and Dexter e Crash Bandicoot, quando ainda pertencia a uma subdivisão da Electronic Arts.

Após o período de parceria entre a empresa quando produziu os jogos de Crash Bandicoot em colaboração com o PlayStation, a Sony, dona do console, adquiriu a empresa, isso em 2001, já nesse período a empresa continha o nome de Naughty Dog, e como foco evolutivo da marca, sua primeira IP para o recém lançado console PS3 foi Uncharted: Drake’s Fortune, o primeiro título da franquia Uncharted, que daí em diante criou a franquia que construiu todo o seu legado até aqui, sendo os produtores principais de todos os jogos da série.

Bend Studio


Clique para ver a imagem em tamanho original

Bend Studio, conhecida como SIE Bend, é uma empresa norte-americana de jogos, antes subsidiária da Sony após ser comprada pela mesma em 2000, junto da sua empresa-mãe, 989 Studios. O estúdio é focado principalmente na franquia Syphon Filter, além de jogos para PSP e PS Vita, sendo desenvolvedores de spin-offs para portatéis das franquias Killzone e Resistance, além da própria franquia, Syphon Filter.

Em Uncharted, a Bend Studio atuou na produção de dois jogos, o título Uncharted: Golden Abyss, para PS Vita em 2011, e Uncharted: Fight for Fortune, um jogo de multiplayer de cartas, também para o PlayStation Vita. O último projeto da empresa foi o jogo de PS4 Days Gone, e atualmente há rumores de que eles possam assumir a franquia Uncharted devido já seu histórico de participação na franquia, pois a Naughty Dog pretende criar uma Nova IP e manter apenas The Last of Us como IP principal no momento.

Jogos da franquia


2007 - Uncharted: Drake’s Fortune


Clique para ver a imagem em tamanho original

Primeiro jogo da franquia, e lançado para o PlayStation 3, Uncharted: Drake’s Fortune inicia essa saga de grande sucesso, um jogo de Ação e Aventura na qual é protagonizado por Nathan Drake, pelo grande dublador Nolan North. Foi um dos principais título de destaque para o PS3 por ser lançado muito próximo da data de lançamento do console, e foi um dos grandes fatores de salto de vendas para a Sony com uma franquia depois de muitos anos.

Oficialmente, o desenvolvimento de Uncharted: Drake’s Fortune foi iniciado em 2005, e desde então houve graves mudanças no jogo, que fizeram a Naughty Dog alterar sua abordagem ao desenvolvimento, enquanto tentavam criar um jogo mais humanizado que era distinto de suas outras obras, sendo principalmente afetado pelo lançamento de Gears of War, do Xbox 360. Posteriormente, foi adiado várias vezes durante o seu desenvolvimento, pois a equipe atualizava regularmente ou mudava completamente vários aspectos relacionados à história, codificação e design do jogo.

A história de Drake’s Fortune começa quando o caçador, Nathan Drake, acompanhado pela repórter Elena Fisher, recupera o caixão de seu autoproclamado ancestral Sir Francis Drake, que ele localizou a partir de coordenadas inscritas na herança de uma família: um anel que Nate usa no pescoço. O caixão contém o diário de Sir Francis Drake, que fornece a localização de El Dorado. Piratas atacam e destroem o barco de Nate, mas o amigo e mentor de Nate, Sully, resgata os dois. Quando Sully e Nate seguem o diário até o local indicado, eles descobrem um pedestal vazio destinado a segurar uma estátua e percebem que El Dorado não é uma cidade que os espanhóis tentaram remover da ilha séculos atrás, mas sim uma grande estátua de ouro, um ídolo, pesando quase 500 libras e provavelmente vale milhões. Depois de encontrar um submarino nazista, mercenários liderados pelo criminoso Gabriel Roman e seu tenente Atoq Navarro interceptam Nate e Sully. Sully aparentemente é morto por um tiro no peito, mas Nate consegue escapar para uma ilha onde o diário de Sir Francis Drake afirma que o ídolo está localizado.

A gameplay em Uncharted é uma combinação de elementos de ação e aventura e algumas de Plataformes 3D com uma perspectiva de terceira pessoa. Os elementos de plataforma permitem que Nate pule, nade, agarre e se mova ao longo das bordas, suba e balance das cordas e execute outras ações acrobáticas que permitem aos jogadores percorrer as ruínas nas várias áreas da ilha que Drake explora. Ao enfrentar inimigos, o jogador pode usar ataques corpo a corpo e combo à queima-roupa para derrotar inimigos ou optar por usar armas. Os ataques corpo a corpo compreendem uma variedade de socos únicos, enquanto os ataques combinados são ativados através de sequências específicas de pressionamentos de botão que, quando cronometrados corretamente, oferecem muito mais danos, o mais prejudicial é o combo brutal específico, que força os inimigos a jogarem o dobro da munição que normalmente deixariam.

Drake’s Fortune também inclui seções de veículos, onde Drake deve proteger o jipe em que ele e Elena estão usando uma torre montada, e onde Drake e Elena andam de jet-ski por rotas cheias de água, evitando o fogo inimigo e barris explosivos. Enquanto os jogadores orientam Drake a dirigir o jet-ski, eles também podem mudar para Elena apontando a arma para usar sua arma, o lançador de granadas ou a Beretta, dependendo do capítulo, em defesa, ou para limpar os canos de suas armas no caminho.

Uncharted: Drake’s Fortune recebeu críticas ligeiramente positivas tanto da mídia quanto dos fãs. Muitos elogios vieram principalmente da evolução e refinação da fórmula de jogos de Ação e Aventura para uma nova geração, em que Uncharted conseguiu captar bem essas essências e aos mesmos aperfeiçoou-as, com grandes melhorias necessárias, conquistando uma média de 88 no Metacritic, e pouco mais de 2.6 milhões de unidades vendidas.

2009 - Uncharted 2: Among Thieves


Clique para ver a imagem em tamanho original

Sequência direta de Drake’s Fortune, sendo também considerado por mim e pela maioria dos fãs como o melhor jogo da franquia, U2: Among Thieves surge para revitalizar todo o mercado de jogos cinematográficos e de aventura. A Naughty Dog usa toda a sua proatividade e magia para além de melhorar os defeitos de Drakes’s Fortune, criar uma das experiências mais marcantes da última década, com um jogo emocionante, explosivo, e com cenas de ação de cair o queixo para o ano em que foi lançado, no caso, em 2009, para PlayStation 3.

No quesito de gameplay, Among Thieves traz os mesmos elementos que vieram de seu jogo original, com melhorias e refinamentos na mira de Drake, mais opções de plataformas, além de momentos com Quick Time Events e Ações cinematográficas em que o jogador tem de agir para Nate sobreviver. Um dos adendos mais interessantes adicionados nesta sequência fica por conta do componente multiplayer, onde Uncharted 2 contém componentes competitivo e cooperativo. O multiplayer cooperativo permite que um máximo de três jogadores assumam o papel de Nathan e outros dois companheiros heróis e apresenta missões que envolvem tiroteios, plataformas e objetivos baseados em trabalho em equipe. Os jogadores também podem ajudar seus companheiros se forem gravemente feridos ou se forem agarrados por um inimigo. Já o multiplayer competitivo permite que um máximo de dez jogadores joguem um contra o outro em duas equipes de cinco. Seis modos competitivos são apresentados: Deathmatch, Plunder, Elimination, Turf War, King of the Hill e Chain Reaction.

A história do jogo se passa dois anos após os eventos do primeiro jogo, o explorador Nathan Drake é abordado por seu antigo associado, Harry Flynn e pela namorada de Flynn, Chloe Frazer, para ajudar a roubar uma lâmpada de óleo mongol conectada a viagem de Marco Polo em 1292 na China. O grupo planeja enganar o cliente de Flynn e levar o tesouro de Polo para si. Sem o conhecimento de Flynn, Chloe convence Nathan a sair com ela quando receberem suas ações. Nathan e Flynn invadem um museu em Istambul para encontrar a lâmpada. Ele contém um mapa e resina inflamável que ilumina uma mensagem, revelando que a frota de Polo naufragou em Bornéu e estava carregando a Pedra Cintamani, uma enorme safira da lendária cidade de Shambhala. Pegando o mapa, Flynn cruza Nate, deixando-o preso.

Três meses depois, Chloe ajuda a libertar Nate com seu amigo de longa data Victor Sullivan. Ela revela que Flynn está trabalhando para Zoran Lazarević, um criminoso de guerra sérvio que procura a pedra. Nathan e Sully se infiltram no acampamento de Lazarević em Bornéu, com Chloe no grupo de Lazarević como toupeira. Nathan descobre que a pedra nunca saiu de Shambhala e localiza o templo onde a tripulação de Polo se matou. Nathan encontra um Phurba e um mapa com a mensagem de que sua transportadora ganhará passagem para Shambhala através de um templo localizado no Nepal. Nathan e Sully escapam depois de serem encontrados por Flynn e seus homens.

Sully recua, então Nathan e Chloe continuam no Nepal, que foi devastada pelos mercenários de Lazarević em busca do templo. Eles encontram a ex-jornalista de Nathan, Elena Fisher, e o cinegrafista Jeff, seguindo Lazarević. No templo, Nathan e Chloe usam o Phurba como chave para descobrir a localização de Shambhala no Himalaia. Depois que Jeff é baleado em uma emboscada, Chloe insiste em abandoná-lo. Nathan e Elena o ajudam, mas são pegos por Lazarević. Chloe muda de lado para se proteger enquanto Lazarević mata Jeff e consegue a localização de Shambhala de Nathan, que foge com Elena.

Among Thieves também é marcado por muito mais coisas além de seu enredo e melhorias de gameplay. O jogo apresenta uma evolução voraz do motor gráfico ICE Engine da Naughty Dog, em que consegue fazer uma recriação fiel de cenários foto-realistas e ainda conta com o sistema de Motion Capture, trazendo fidelidade nas texturas e expressões dos personagens, tanto quanto em seus movimentos, que ficaram mais suaves e realísticos, trazendo uma visão mais natural ao jogo, com imersão e profundidade. Além disso, Among Thieves recebeu um Remake em 2015 dentro da coletânea que engloba os três primeiros jogos da franquia para o PlayStation 4, mas isso abordaremos quando chegarmos nesta parte.

Uncharted 2: Among Thieves foi lançado em outubro de 2009, e é considerado o Game of the Year daquele ano, dado pela Spike Video Game Awards, além de ser considerado pela maior parte dos fãs da franquia como o melhor jogo da série. Com evoluções naturais e brutais frente ao último capítulo, Among Thieves conquistiu uma média de 96 pela crítica, e vendeu cerca de 3.5 milhões de unidades até 2012, e 6 milhões até 2015, sendo o estopim da franquia até o lançamento de Uncharted 4 em 2016.

2011 - Uncharted 3: Drake’s Deception


Clique para ver a imagem em tamanho original

O capítulo amargo da franquia Uncharted, ao menos pra mim e para muitos. Drake’s Deception é o último jogo da franquia dirigido pela sua criadora, Amy Hening, quando ainda estava trabalhando como Diretora Criativa da Naughty Dog, e é considerado com opiniões muito mistas pelos jogadores no geral. O jogo foi lançado em 2011, e é o último capítulo de Uncharted no PlayStation 3, com seu próximo título sequencial vindo somente 5 anos após este.

Em Drake’s Deception, Nathan agora pode enfrentar adversários de mais maneiras do que antes: combate corpo a corpo com vários oponentes, ataques corpo a corpo contextuais e novas opções furtivas. Uncharted 3 também apresenta movimentos transversais ampliados e diversos, com tiros profundos. Drake pode ser equipado com até duas armas de fogo, uma de uma mão e outra de duas mãos, e quatro granadas. Drake pode pegar armas, substituindo automaticamente a arma existente que estava usando e munição adicional de inimigos abatidos.

O jogador pode instruir Drake a se esconder atrás de cantos ou muros baixos, usando mira ou isca para matar seus inimigos. O jogador também pode disparar Drake enquanto se move. Se Drake não for detectado por seus inimigos, o jogador pode tentar usar furtividade para eliminá-los, como se escondendo atrás deles e matando-os com um golpe, ou caindo sobre um inimigo enquanto Drake está pendurado em uma borda. O mecânico furtivo foi simplificado e aprimorado. Algumas áreas do jogo exigirão que o jogador resolva quebra-cabeças com o uso do diário de Drake, que fornece pistas para as soluções dos quebra-cabeças. Quando ativado, um sistema de dicas fornece dicas de gameplay, como a direção do próximo objetivo.

Da mesma forma que Uncharted 2, Drake’s Deception inclui um componente multiplayer separado com jogos em rede, apresentando modos de jogo competitivos e cooperativos. A versão beta apresenta várias opções de personalização, como diferentes skins de personagens, máscaras de palhaço, boosters de habilidades, medalhas de habilidade a serem alcançadas e um sistema de classificação progressiva. Uncharted 3 apresentará modos gratuitos para todos, como deathmatch padrão, modelo de personagem e modificação de arma e eventos ambientais dinâmicos nos mapas multiplayer, semelhantes aos cenários da campanha do jogo, como um avião hostil voando acima de todos os jogadores pega no fogo cruzado.

Se passando dois anos após os eventos do jogo anterior, Nathan Drake e Victor Sullivan entram em um pub em Londres para conhecer um homem chamado Talbot, que está interessado em comprar o anel de Nathan que pertencia ao seu ancestral Sir Francis Drake. A dupla acusa Talbot de lhes dar notas falsas, e ocorre uma briga. Lá fora, eles são subjugados pela coorte de Talbot, Charlie Cutter, e a empregadora de Talbot, Katherine Marlowe, rouba o anel de Drake e Cutter atira em Nathan e Sully.

Um flashback mostra que, 20 anos antes, o adolescente Nate procura em um museu em Cartagena, Colômbia, o anel. Ele vê Sully, então desconhecido para ele, trabalhando com Marlowe para recuperar o anel. Embora ele roube a carteira de Sully, o homem a recupera, mas Nate usa o anel em um artefato de museu. Ele é quase baleado pelos capangas de Marlowe, mas Sully o resgata e o assume como seu protegido. No presente, Nathan e Sully sobreviveram, Cutter é, de fato, seu aliado, que trabalhou com eles para rastrear Marlowe. Com a ajuda de Chloe Frazer, eles seguem o carro de Marlowe até uma biblioteca subterrânea. Eles recuperam o caderno de TE Lawrence e um mapa mostrando a viagem secreta de Francis Drake à Arábia, onde ele foi contratado pela rainha Elizabeth I e John Dee para encontrar a cidade perdida de Ubar.

Drake’s Deception é conhecido pela sua brilhante trilha sonora, muito mágica e repleta de momentos mais emotivos e cativantes. Quanto a tecnologia de captura e engine, o jogo utiliza do mesmo Motor Gráficos sem alterações para este jogo, a Naughty Dog preferiu ré utilizar todos os componentes pois um time novo no estúdio estava responsável por criar a evolução daquele motor gráfico para utilizar em sua Nova IP, denominada The Last of Us, o que fez com que Uncharted 3 não tivesse o mesmo brilho evolutivo que os outros jogos da franquia tiveram.

Uncharted 3: Drake’s Deception veio a ser lançado em 1 de novembro de 2011, caindo direto contra Call of Duty Modern Warfare 3, o que fez ele sofrer gravemente de vendas mais baixas que o antecessor, sem contar o fator do jogo não ter caído tão bem na boca dos fãs, pois o jogo tem uma trama que não agradou ou passou a mesma explosão e ação do jogo anterior, sendo considerado um título mais morno, mas que contém muita qualidade e ideais próprios. O jogo conquistou uma média de 92 pela Crítica especializada, e vendeu cerca de 3.9 milhões de unidades.

2012 - Uncharted: Golden Abyss


Clique para ver a imagem em tamanho original

Lançado em 2012 para todo o mundo e em dezembro de 2011 apenas no Japão, Uncharted: Golden Abyss é o primeiro título da franquia a ser produzido pela Bend Studio, uma outra subsidiária da Sony Interactive Entertainment, ele foi lançado exclusivamente para o PS Vita, e conta uma história que se passa antes dos eventos dos outros três jogos da franquia Uncharted.

A gameplay de Golden Abyss se mantém quase idêntica a dos outros jogos da franquia, com exceção de algumas limitações de hardware devido ao próprio aparelho em si, Nathan pode pular, atirar, se manter em Stealth, realizar socos em inimigos, achar tesouros, escalar, e uma nova adição com ajuda do Sensor Touch do PlayStation Vita, realizar momentos de ação onde você toca na tela e o personagem realiza movimentos, sendo usado em momentos de desfecho e em Quick Time Events.

Na trama, como falei o jogo antecede os outros jogos da franquia Uncharted, portanto, ele começa com Nathan Drake seguindo o explorador rival Jason Dante através de um complexo de templos no Panamá. Dante ordenou que seus mercenários matassem Drake à vista e, após uma série de tiroteios, a plataforma que Drake está subindo é atingida por uma granada lançada por foguetes.

O jogo relembra duas semanas, quando Drake e Dante, revelados velhos amigos, chegam a um local de escavação no Panamá, liderado pela parceira de Dante, Marisa Chase, que não confia nele. No local, eles encontram cadáveres de conquistadores espanhóis aparentemente envenenados e um marcador grave com um símbolo visigodo. Chase mostra a Drake um amuleto que ela escondeu de Dante. A escavação é interrompida pelo verdadeiro parceiro de Dante, o guerreiro Roberto Guerro. Ele captura Drake e Chase, no entanto, eles escapam da base de Guerro depois que Chase inicia um incêndio diverso.

Eles vão para a casa de seu avô, Vincent Perez, que encontrou o amuleto no local. Perez contratou Dante para realizar mais pesquisas depois de ser diagnosticado com câncer terminal, e Dante pagou a Guerro pelo acesso ao site em troca de uma parte do tesouro que Guerro usará para financiar seu conflito. Chase chegou ao local esperando terminar o trabalho de Perez. Ao voltar ao estudo de Perez, eles descobrem que o marcador se refere às Sete Cidades, uma antiga seita cristã dedicada a encontrar as Sete Cidades de Ouro. O frei Marcos de Niza, membro da seita, havia liderado a expedição de coronado para encontrar a cidade de Cíbola, também conhecida como Quivira, apenas para encontrar as aldeias dos Zuni.

Golden Abyss foi recebido de forma muito positiva pelos jogadores e pela mídia, foram elogiados muitas técnicas de gameplay e mecânicas únicas no console que mostram o porquê dele ser exclusivo do Vita, além de conter um ótimo balanço de duração e jogabilidade, com uma trama forte e bem construída, encaixando para os acontecimentos que se iniciam em Drake’s Fortune. Uncharted: Golden Abyss conquistou uma média de 80 pela crítica, e obteve pouco mais de 1.5 milhões de unidades vendidas.

2015 - Uncharted: The Nathan Drake Collection


Clique para ver a imagem em tamanho original

A chegada de Uncharted ao PlayStation 4 em uma nova geração não podia ser de forma melhor, com uma belíssima coletânea que engloba os primeiros três jogos da franquia, sendo Uncharted 2 na coletânea um Remake completo. Foi desenvolvido pela Bluepoint Games em colaboração com a Bend Studio, publicado pela Sony e lançado em 2015 para a nova geração do PlayStation.

Ela coloca os 3 primeiros jogos da franquia rodando na resolução Full HD no PlayStation 4, além de implementar os 60 fps, porém não contém os componentes Multiplayer desses jogos. E em Uncharted 2, a Bluepoint utilizou seu motor gráfico proprietário para reconstruir o jogo com uma qualidade acima e que utilize do poder do novo console da Sony.

A coletânea foi recebida de forma muito positiva pelos jogadores com uma média de 87 pela crítica e vendendo pouco mais de 4 milhões de unidades, esse foi um impulso e incentivo para quem não pôde conhecer a franquia no PS3, e serviu de estratégia para o lançamento a seguir que veio a ser lançado no PS4, o Uncharted 4.

2016 - Uncharted 4: A Thief’s End


Clique para ver a imagem em tamanho original

O desfecho da história de Nathan Drake. A Thief’s End é o último capítulo da franquia com o personagem, foi desenvolvido novamente pela Naughty Dog e foi publicado pela Sony em 2016 para o PS4. O jogo foi anunciado oficialmente em 2013 durante o evento de lançamento mundial do PS4 ao mundo, quando ainda se chamava apenas 'Uncharted for PlayStation 4', e durante a E3 2014 foi revelado seu título completo como Uncharted 4: A Thief’s End.

O desenvolvimento de Uncharted 4 foi iniciado oficialmente em 2011, logo após o lançamento do U3 para o PS3. Ele era liderado pelo Time 1 da Naughty Dog onde os Diretores da franquia estavam liderando o projeto, Amy Hening e Just Richmond, mas ambos deixaram o estúdio em 2014 após uma grande onda de problemas internos na empresa. Com isso, U4 ficou a cargo dos Diretores do Time 2 da Naughty Dog, Neil Druckmann e Bruce Straley, que dirigiram The Last of Us e estavam partindo para outro projeto, mas tiveram de abandoná-lo para cuidar de A Thief's End.

Este foi o primeiro jogo da Naughty Dog feito, pensando, e usando todo o hardware do PlayStation 4, com isso, quiseram ousar e tratar de criar uma experiência completamente imersiva e que ousasse nas possibilidades de Gameplay, foi aí que veio a entrada do Gancho e do sistemas de Shoot-in-Cover deslocado no meio das cenas de ação cinematográficas, e claro, graças ao poder do PS4 também puderam incluir mundos e ambientação dinâmica, para trazer mais realidade e fidelidade gráfica como nunca antes vista.

Em Uncharted 4, os jogadores atravessam vários ambientes, movendo-se por locais, incluindo cidades, prédios e regiões selvagens para avançar na história do jogo. Os jogadores usam armas de fogo, combate corpo a corpo e furtividade para combater inimigos inimigos. Na maior parte do jogo, os jogadores controlam o nosso querido Nathan Drake, que agora além de ser um caçador de tesouros que é fisicamente hábil, ele também consegue ser capaz de pular, balançar corda, fazer acobracias, saltar em veículos inimigos, nadar em profundidades maiores e escalar montanhas com mais facilidade. Neste jogo, Nathan também é capaz de dirigir veículos, portanto, uma dose extra de adrenalina foi colocada.

Embora os jogadores possam atacar inimigos diretamente, eles têm a opção de usar táticas furtivas para atacar sem serem detectados ou esgueirar-se por eles. Enquanto o jogo é linear, os ambientes apresentam vários caminhos para os jogadores explorarem, os mapas são significativamente maiores que as entradas anteriores da série, dando um aspecto muito mais possibilitivo para os jogadores, criando um aspecto que conhecemos como Mundo Semi-Aberto.

O jogo apresenta um sistema de inteligência artificial no qual inimigos hostis reagem a qualquer situação de combate em que são colocados, eles respondem às ações dos jogadores, coordenam táticas e cooperam entre si. Os companheiros dos jogadores também são controlados pela inteligência artificial. Filtros e modos visuais extras, como um modo de gravidade zero, jogabilidade com bala e um estilo de arte sombreada por cel, podem ser desbloqueados usando pontos que os jogadores coletaram no jogo principal.

Falando agora do Multiplayer, Uncharted 4 permite que até dez jogadores participem de uma jogabilidade competitiva em recriações de várias configurações para um jogador. Os jogadores controlam personagens diferentes da série e têm a tarefa de derrotar seus oponentes, muito similar ao que já vimos nos 3 jogos anteriores da franquia, com uma evolução que U4 adiciona um modo extra em contrapartida aos já 5 modos incluídos nos Uncharteds passado.

Finalmente, agora falando de enredo, anos antes dos eventos de Uncharted: Drake's Fortune, Nate e Sam caçam o tesouro do infame pirata Henry Avery, que saqueou o equivalente a 400 milhões de dólares durante o assalto à Gunsway em 1695. Ao lado de Rafe, os Drakes se infiltram em uma prisão panamenha para acessar a antiga cela do primeiro companheiro de Avery, onde Nate descobre um ídolo oco de St. Dismas. Rafe impulsivamente mata o diretor da prisão quando ele exige um corte, desencadeando uma fuga frenética que vê Sam morto por guardas e Nate fugindo, acreditando que seu irmão estava morto.

Quinze anos depois, Nate se aposentou com sua esposa Elena, mas sente falta da emoção de sua antiga vida. Ele é visitado por Sam, que sobreviveu a seus ferimentos e passou o tempo preso. Ele explica que escapou com o traficante Hector Alcazar, que exigiu que Sam encontrasse o tesouro de Avery ou fosse morto. Embora relutante em voltar a se aventurar, Nate concorda em ajudar Sam, mas diz a Elena que aceitou um emprego de salvador.

Eles são ajudados por Sully, os Drakes então roubam um ídolo duplicado do Dismas de um leilão ilegal na Itália, colocando-os em conflito com a chefe mercenária Nadine Ross e seu empregador, Rafe, que ainda está procurando o tesouro de Avery. Um mapa dentro do ídolo leva os Drakes à catedral de St. Dismas, nas Terras Altas da Escócia. Lá, eles descobrem um templo escondido, onde fica um mapa destacando a Baía do Rei em Madagascar.

Devido ao sucesso de The Last of Us: Left Behind, Uncharted 4 recebeu uma Expansão Stand-alone lançada em 2017, chamada Uncharted: The Lost Legacy, que abordaremos daqui a pouco. No quesito Trilha Sonora, U4 usa tons mais cinzentos de despedida, como uma última aventura e adeus a franquia, mas também contém diversas faixas de música com suspense e de medo, pois em alguns trechos do jogo são abordados momentos mais assombrosos.

Uncharted 4: A Thief's End foi lançado em maio de 2016 ao PlayStation 4 e recebeu críticas pra lá de positivas, sendo considerado por muitos como o Jogo do Ano de 2016 pelo BAFTA Game Awards. Foram elogiados suas diversas melhorias visuais, sonoras e de gameplay, onde a introdução do gancho deu um destaque de grande importância ao jogo, que conquistou uma média de 93 pela crítica, e 16 milhões de Unidades vendidas, se tornando o título mais famoso da franquia e um dos jogos mais vendidos de todo o PlayStation 4.

2017 - Uncharted: The Lost Legacy


Clique para ver a imagem em tamanho original

Anunciado durante a PlayStation Experience 2016, Uncharted: Lost Legacy é um Jogo Stand-Alone expansivo do Uncharted 4, onde nós jogamos a personagem de Uncharted 2, Chloe, além de ter o apoio de Nadine Ross. O jogo foi desenvolvido mais uma vez pela Naughty Dog, foi publicado pela Sony, e foi lançado para o PS4.

Lost Legacy re-utiliza todos os conjuntos e códigos usados em Uncharted 4, com a diferença de áreas no mapa e algumas melhorias no mundo, uma vez que Lost Legacy contém o mundo mais aberto lançado pela Naughty Dog até o momento, com cenários bem abertos e diversificados, seja nas áreas urbanas ou nas de vegetação. Chloe contém as mesmas características de Nathan Drake, onde ela pode pular, atirar, correr, escalar, dirigir veículos, lutar, realizar acrobacias, nadar e executar inimigos furtivamente.

A história do jogo se inicia na Índia, a caçadora de tesouros Chloe Frazer procura a presa lendária de Ganesh, filho do deus hindu Shiva, que perdeu a presa enquanto defendia o templo de seu pai. O pai de Chloe foi morto por bandidos enquanto procurava a presa. Chloe passa por insurgentes e se encontra com a mercenária Nadine Ross. Elas entram sorrateiramente no escritório do líder dos insurgentes, Asav, que quer usar a presa para reunir a Índia em uma guerra civil. Chloe e Nadine roubam um mapa apontando para a presa dentro do antigo Império Hoysala e um disco que funciona como uma chave.

Nos Ghats ocidentais da Índia, Chloe e Nadine seguem a trilha de várias torres com armas hindus: o tridente de Ganesh, o arco de Shiva e o machado de Parashurama, que usou o machado para remover a presa. A trilha os leva a uma das duas capitais de Hoysala, Halebidu, cujo último imperador foi conquistado pelos persas aparentemente por vaidade. Eles percebem que o imperador deixou um rastro falso, a presa está na capital maior, Belur.

No caminho, elas escapam de Asav e de seus homens, mas perdem o disco. Enquanto espia as forças de Asav, Nadine vê seu antigo inimigo Sam Drake, irmão do velho amigo de Chloe e ex-parceiro Nathan Drake, ela percebe que ele é o especialista de Asav. Quando ela expressa sua intenção de matar Sam, Chloe revela que estava trabalhando com ele antes que ele fosse sequestrado. Irritada, Nadine se separa de Chloe, mas elas fazem as pazes depois.

Uncharted: Lost Legacy foi recebido com críticas levemente positivas, o jogo por não ser exatamente uma entrada nova mas sim uma Expansão vendida como jogo separado conquistou os fãs mais ávidos, mas não foi totalmente a gosto da crítica, que achou o jogo muito com a cara de U4 sem ter evoluções lógicas ou que agregassem no porquê deste jogo existir. Sem contar ainda das dviersas críticas quanto a otimização não ter sido muito bem feita, com bugs e problemas ocasionais de queda na Framerate, que felizmente foram corrigidos através de atualizações lançadas depois. Lost Legacy ainda sim conseguiu uma média de 84 pela crítica e pouco mais de 3.7 Milhões de Unidades.

Uncharted em outras mídias


Além de jogos, Uncharted também contém também um Livro, que conta uma história paralela de Nathan Drake e Sully em suas aventuras ao redor do mundo. O livro foi desenvolvido por uma parceria entre a Benvira e a Naughty Dog.

Chamado de Uncharted: O Quarto Labirinto, o livro foi lançado oficialmente no Brasil em 2011, e conta com 482 páginas, recomendo bastante para os fãs da franquia e que sentem falta do nosso incrível aventureiro Nate.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Além disso, há atualmente um filme de Uncharted em produção na Sony Pictures e Columbia Pictures, ambas divisões da Sony. O filme tem margem de estreia para 2021 e Tom Holland, o ator que interpreta o atual Homem-Aranha, será Nathan Drake.

O Legado de Uncharted


Com a franquia contendo atualmente 41 milhões de unidades totais e já gerou mais de 1 bilhão de dólares de receita total para a Sony.

Uncharted definiu por anos como são os jogos de Ação e Aventura, re-escrevendo e modulando-os para um novo formato que se diferenciasse dos tradicionais jogos da Lara Croft e Indiana Jones do PS1 e PS2, servindo de fórmula para o reboot de Tomb Raider em 2013 e usado até hoje como cópia e exemplo no quesito de Jogo Cinematográfico tanto pelas empresas terceiras quanto pelos próprios estúdios da Sony.

A franquia já contém no total cerca de 447 Prêmios reunidos, e sua principal Diretora e Criadora, Amy Hening, foi denominada ícone da indústria em 2015 por este marco na indústria.



________________



E é isso então pessoal, este foi o novo Legado de Franquias. Uncharted é minha franquia favorita dos títulos exclusivos da Sony, então quis prestar esse carinho e atenção especial que tenho pela franquia e seus personagens, já que considero Nathan Drake um dos personagens mais marcantes dos jogos que já joguei e torço para revê-lo em um novo título para PlayStation 5. Espero que tenham gostado e em breve trarei ainda mais novos artigos, fiquem bem, seguros, e em casa. Até a Próxima!

-Billy.
Evil E.
Billy Butcher #Evil E.
Um jogador casual que aprecia o gênero de Ficção-Científica, Ação-Aventura e Espionagem.

Minha franquia favorita é Metal Gear Solid, acompanho ela desde o primeiro jogo (MGS) de 1998, além de ser amante das sagas Halo e StarCraft.
Colaborador do Site, 24 anos, Volta Redonda, Rio de Janeiro
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.