Publicado por Catos, em .
Clique para ver a imagem em tamanho original


O fundador da Microsoft, Bill Gates, se pronunciou sobre a pandemia do novo coronavírus na última terça-feira (24). O executivo afirmou que, nos Estados Unidos, a ação demorou muito para ter início, perdendo a chande de evitar a exigência de isolamento contra a contaminação.

De acordo com Gates, o país deveria ter começado a fazer algo ainda em janeiro, quando o primeiro caso foi confirmado no estado de Washington. A declaração foi feita em um debate com Chris Anderson, da organização sem fins lucrativos TED.


"É muito complicado dizer às pessoas 'hey, continue indo a restaurantes, vá comprar novas casas, ignore a pilha de corpos na esquina, nós queremos que vocês continuem gastando porque algum político acha que o PIB é o que conta'", disse o executivo. Bill Gates afirmou ainda que a situação é, de fato, desastrosa para a economia, mas que quanto antes algo difícil for feito, mais cedo tudo voltará ao normal.


Para o bilionário, o isolamento ainda deve permanecer por cerca de seis a 10 semanas em todo o país norte-americano. Coincidentemente, ou não, Bill Gates fez um discurso em 2015 chamado "O próximo surto? Nós não estamos prontos", que até o momento já conta com mais de 16 milhões de visualizações no YouTube. Parece que, por tudo o que está acontecendo, o executivo estava certo.

A fundação de Bill Gates e sua esposa, Melinda Gates, fez a doação de US$ 100 milhões para o combate ao novo coronavírus em todo o mundo, além de mais US$ 5 milhões para ajudar as autoridades do estado de Washington no controle da crise.

"Nós podemos descobrir quais drogas antivirais funcionam em duas ou três semanas e aprimorá-las, e podemos fazer a vacina se realmente estivermos prontos, em provavelmente seis meses", completou. A palestra de Bill Gates pode ser assistida com legendas em português no YouTube:



Vídeo do YoutubeNkFmNmJfd3lpd0k=
Catos
Catos
Colaborador do site, 29 anos, Goiânia
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.