.

DK 64 chegou a ter uma Shotgun realista que deixou Miyamoto horrorizado

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Durante o desenvolvimento, Donkey Kong 64 tinha o seu protagonista equipado com uma shotgun, algo que terá deixado Shigeru Miyamoto completamente horrorizado.

É sem dúvida uma surpresa ouvir isto, dado tom amigável de Donkey Kong 64, mas segundo George Andreas, que trabalhou para a Rare durante o desenvolvimento do jogo há 20 anos, foi exatamente isso que acontece. Com o título a celebrar vinte anos desde que foi lançado, Andreas falou ao GamesRadar acerca de como foi o processo criativo, destacando a história da shotgun.

Andreas relembra que estava a apresentar Donkey Kong 64 a alguns executivos da Nintendo, incluindo Miyamoto, responsável pelo design do personagem.


"Ligamos o jogo, viram o rap e comecei a correr como DK. Balancei-me em alguns galhos, recolhi algumas bananas e eles estavam a começar a rir", disse Andreas. "Foi então que eu apertei o botão para puxar a arma. Não era uma arma texturizada como vocês esperavam mas sim uma shotgun realista, com balas a voar por todo o lado e uns efeitos sonoros horríveis."


A arma era um placeholder que Andreas tinha esquecido de remover da demonstração. Era suposto ser substituída por algo que fosse ao encontro do tom que Donkey Kong 64 apresentava, mas acabou por não acontecer.


"Estou disparar contra castores, olhei para o lado e vi a expressão horrorizada da cara de Miyamoto." relembra Andreas. "Depois sorriu, pegou num papel e num lápis, e desenhou a Coconut Gun à nossa frente." A arma acabaria por fazer parte da versão final do jogo, substituindo assim a aterradora shotgun realista.


Uma pequena história sobre um dos jogos mais amados do Nintendo 64. Agora já sabem como é que a Coconut Gun foi incluída em Donkey Kong 64 e quem a desenhou.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, e na nossa curadorida da Steam.