.

Desenvolvedor diz que os processadores Cell são mais potentes que os novos Intel

Enviado por Nightcrowley, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


O processador CELL do PS3 é mais potente que qualquer um Chips novos da Intel para computador, disse o co-diretor e diretor técnico, Michiel van der Leeuw.


''Mesmo os Chips para desktop de hoje, mesmo o mais rápido processador da Intel não consegue ser tão potente quanto os Cell, porém é muito difícil extrair a potência do Cell. Acredito que ele estava a frente do seu tempo, porque ele funcionava tipo as placa de vídeos modernas, mas ele não era tão balanceado e era muito difícil de utilizar. Ele se excedeu em poder, porém pecou em usabilidade, mas definitivamente ele era visionário,"disse van der Leeuw em uma recente entrevista ao GameInformer.


Graças ao seu projeto de computação paralela que forçava os desenvolvedores a constantemente reescrever o código para os diferentes núcleos, a microarquitetura do Cell foi uma dor de cabeça para os desenvolvedores.

O processador era (e aparentemente ainda é) uma mão na roda podendo apresentar uma performance poderosa, mas explorar seu poder era complicado, complexo e muitas vezes frustante e um processo demorado.

Os desenvolvedores tinham que especificamente otimizar os seus jogos para o PlayStation 3 para conseguir extrair a potência total do processador, o qual poucos jogos fizeram.


"O PlayStation 3 tinha uma carga tão grande de poder", continuou van der Leeuw



''Aproveitar e realmente extrair desempenho do PS3 foi difícil, porque você tinha todos os SPUs e o seu poder não foi fácil de desbloquear. Você tinha que escrever muitos códigos em case especiais. Assim que acabávamos, tínhamos todas as coisas físicas e ragdolls, foi bom, mas tudo levava bastante tempo. E você de uma equipe habilidosa para fazer isso."


A Sony aprendeu bastante com a arquitetura Cell e foi na contra mão com o seu console seguinte.

Um dos principais objetivos com o PS4 foi tornar as ferramentas fáceis de desenvolver. Mudar para arquitetura x86 estabeleceu as bases para décadas de desenvolvimento de jogos, já que os desenvolvedores agora podem facilmente portar seus títulos para PC, Xbox One e PS4 sem muito trabalho extra.

Embora a sua APU baseada na arquitetura Jaguar não seja a mais poderosa, ele foi muito, mas muito mais fácil que a arquitetura do PS3, significando que mais e mais jogos podem (e deveria) ser feitos e re-lançados no sistema. O movimento simplificou tudo, desde atualizações a lançamentos de jogos e otimização crítica de código.

O próximo console da Sony também utilizará a arquitetura x86, e nós esperamos que os próximos PlayStations também façam.

Falando em hardware sinérgico, o PS5 utilizará um novo SoC da AMD com processador Zen 2 e uma GPU com a tecnologia Navi, complementado por memória GDDR6 compartilhada e um SSD de alta velocidade que pode ser alimentado com a tecnologia de armazenamento ReRam.

Todo esse hardware será embrulhado com novos conjuntos de ferramentas SDK para garantir que os desenvolvedores possam converter facilmente seus jogos do PS4 para o PS5 para obter totalmente retrocompatível no novo sistema.
Nightcrowley
Enviado por Nightcrowley
Membro desde
25 anos
label
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no CANAL, Facebook, Twitter, e na nossa curadorida da Steam.